Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza

Tendências

Relaxamento capilar: cuidados pós-tratamento
O relaxamento é uma técnica super comum nos salões brasileiros. Mas, como todo cabelo que passa por um processo de química, os cabelos relaxados também precisam de atenção para minimizar os danos do processo. Saiba como cuidar corretamente deles:                                   Reconstruir é essencial          Uma boa reconstrução ajuda a reparar a fibra capilar danificada no processo, repor as proteínas dos fios e devolver a saúde do cabelo.   Hidratar, hidratar e hidratar          A hidratação é fundamental para os cabelos relaxados, que podem ficar muito ressecados e danificados. Ela pode ser feita periodicamente para garantir a maciez dos fios.   Foco na nutrição          Os cabelos cacheados e crespos já possuem tendência à opacidade. E após o relaxamento, o risco aumenta. A nutrição devolve o brilho e trata os fios por inteiro.     Produtos hidratantes e apropriados          Na lavagem, opte pelos shampoos e cremes que conferem hidratação ao cabelo. Também é interessante que eles contenham ingredientes nutritivos e próprios para cabelos danificados pela química.   Intervalo entre os procedimentos          Para garantir a saúde dos fios, é muito importante respeitar os intervalos entre um relaxamento e outro. O ideal é esperar 3 meses antes de repetir o processo.            Já sabia quais os cuidados necessários com o cabelo pós-relaxamento? No curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze você aprende tudo isso e muito mais para se tornar um profissional completo e arrasar no mercado.
> Leia mais
Rede de apoio: você tem uma?
Na hora de correr atrás dos nossos sonhos, é muito importante ter pessoas que nos apoiem, nos acolham e facilitem a nossa jornada. Isso se chama rede de apoio. E por que é tão essencial ter uma rede de apoiadores na nossa vida?          A resposta é simples: para não desistirmos! Nem sempre os dias serão fáceis, mas saber que você pode contar com, nem que seja uma pessoa, já dá forças para continuar. Pense sempre assim: faça por quem te quer bem.   Quem pode ser?          O mais legal da rede de apoio é que ela pode ser literalmente qualquer pessoa(s) que te ajuda(m). Desde a família mais próxima que te ajuda a pagar as mensalidades do curso, os amigos que te colocam para cima, até aquela vizinha que sempre se dispõe a te ajudar enquanto você estuda.          Todas essas pessoas vão compondo a sua rede pessoal. E como o nome já diz, é ela quem vai te filtrar das adversidades e impedir que você caia.   Como posso ajudar?          A forma mais simples de também se tornar rede de apoio para quem você ama é a de agir com empatia. Pergunte se seus amigos estão bem, olhe as crianças para que seu(sua) parceiro(a) possa se dedicar aos estudos, carregue algo para os seus pais...          Nem sempre as pessoas sabem que precisam de ajuda, portanto, não espere que elas te peçam. A partir do momento em que você busca ser rede na família, no amor, nas amizades e no trabalho, tudo flui melhor. E lembre-se sempre: você pode até chegar sozinho, mas junto, você vai mais longe.  
> Leia mais
Fitagem: aprenda como fazer!
A fitagem é um dos tipos de finalização mais famosos para cabelos cacheados. Existem dois tipos: a tradicional e a desconstruída. As duas garantem cachos definidos, texturização dos fios, volume controlado e redução do frizz. Aprenda a fazer as duas!   Fitagem tradicional O passo a passo da fitagem tradicional é o seguinte: Separe o cabelo limpo e úmido em várias partes; aplique uma quantidade considerável do creme para pentear de sua preferência sobre a primeira mecha, dividindo-a em seções menores (fitas) com os dedos; depois, amasse os fios em direção à raiz e cada fita formará um cacho; repita esse procedimento em todo o cabelo, sempre dividindo as fitas e aplicando o creme para pentear. Fitagem desconstruída Já a fitagem desconstruída é um pouco diferente pois garante fios mais leves e soltos: Separe o cabelo limpo e úmido em várias partes; diferente do método tradicional, aplique uma pequena quantidade de creme de pentear sobre cada seção e divida-a em seções mais largas; depois, amasse os fios em direção à raiz e cada fita formará um cacho dessa vez mais largo e solto; repita esse procedimento em todo o cabelo.     Os dois processos resultam em fios maravilhosos e com aquela aparência hidratada e bem cuidada essencial para os cabelos cacheados! Quer aprender a cuidar e valorizar os cabelos naturais? A especialização em cachos do Instituto Embelleze vai transformar as suas habilidades e te dar o conhecimento que você precisa para ser um profissional completo!
> Leia mais
Cera quente ou cera fria?
Sempre existe aquela dúvida na hora de escolher o melhor método de depilação: cera quente ou cera fria? Ambas têm suas vantagens e desvantagens e o uso varia muito de acordo com o gosto pessoal da profissional ou da cliente. Mas, de qualquer forma, é importante estar informada sobre as características de cada uma para poder auxiliar a cliente a escolher a melhor opção. Vamos conhecer mais?     Cera quente          Muito comum nos salões de beleza e clínicas de estética, a cera quente elimina os pelos desde a raiz. Por ser um produto de alta temperatura, é menos dolorida, já que os poros são abertos com o calor, o que facilita a remoção dos pelos. Além de não possuir contraindicações, garante duração da depilação por cerca de 20 a 30 dias.          Contudo, existem algumas desvantagens. A cera quente pode ocasionar queimaduras quando manuseada por um profissional sem experiência. Algumas pessoas com sensibilidade ao calor também podem ter reação após o uso. E por fim, logo após a depilação, é necessário não se expor ao sol para evitar danos à pele.     Cera fria          O uso da cera fria é mais indicado para regiões menores do corpo, como buço e sobrancelhas. Por não necessitar de aquecimento, se torna mais prática e pode ser uma boa alternativa para quem tem sensibilidade ao calor. Ela também reduz o nascimento de pelos encravados. Assim como a cera quente, sua duração também é de 20 a 30 dias.          Quando se trata das desvantagens, ela também possui algumas. Por não haver dilatação dos poros, o processo é um pouco mais dolorido e desconfortável. Dessa forma, seu uso não é indicado para áreas grandes do corpo, como virilha, pernas, axilas, bem como, peito e costas, no caso dos homens.   E então, qual o seu método favorito? Que tal aprender a realizar uma depilação perfeita no curso de Depilação Profissional do Instituto Embelleze? Em apenas oito semanas você se profissionaliza e ganha seu certificado!  
> Leia mais
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados