Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Tendências

Tranças da moda: as tendências para 2019

Conheça os estilos que estão bombando e como fazer passo a passo para arrasar em todas as ocasiões

As tranças sempre estiverem presentes no universo da beleza feminina. Na infância, quem nunca foi pra escola com trancinhas no cabelo? Tudo começou com a trança simples, feita com três mechas do cabelo, mas, com o passar dos anos, a influência de diferentes culturas e da moda acabou popularizando novas versões e, atualmente, não faltam modelos interessantes e lindos!

Há várias temporadas de desfiles nacionais e internacionais, especialmente de verão, os estilistas e hairstylists têm apostado nas tranças para compor os looks — e neste verão 2019 não foi diferente. As semanas de moda trouxeram o penteado de forma criativa, em versões naturais, fake (para misturar com o cabelo natural), afro, minimalista, enfeitadas com contas...

Como fazer as tranças da moda

Trança lateral: romântica, fica bem até para noivas

tranças
Foto: Reprodução/Pinterest

Pegue uma parte do cabelo do topo da cabeça (franja e lateral direita, bem acima da orelha) e divida-a em três mechas. Comece a trançar assim: cruze a mecha da direta para baixo da mecha do meio e cruze a mecha da esquerda por baixo da mecha da direita. Pegue uma nova mecha do lado direito da cabeça, incorpore-a à mecha da direita e cruze-as juntas por baixo da do meio. Repita o procedimento até trançar todo o cabelo, lembrando que essa trança precisa terminar do lado esquerdo da cabeça, sob a orelha.
Portanto, você tem que trançar na diagonal. Ao final prenda com um elástico.

 

Estilo boxeadora: moderna, vai bem na balada e em eventos descontraídos

trança boxeadora
Foto: Reprodução/Pinterest

Divida o cabelo lateralmente (também pode ser ao meio), deixando a risca bem visível. Comece uma trança de raiz desde a franja, alinhando a trama na altura do arco da sobrancelha. Continue cruzando as mechas de como a criar um efeito de trança embutida. Da altura da nuca até as pontas, faça um atrança comum. Prenda com elástico de silicone. Repita o processo do outro lado.

 

Trança central com coque: ousada e elegante, é uma opção para formatura e casamento

trança com coque
Foto: Reprodução/Pinterest

Divida o cabelo ao meio passando o pente verticalmente da testa em direção à nuca. Segure as duas mechas que se formaram com piranhas. Agora pegue uma mecha fina nas margens da risca central, na parte de trás da cabeça e faça uma trança de raiz até a altura da nuca. Prenda com um elástico de silicone preto ou transparente. Penteie o restante do cabelo para trás e torça as mechas, juntando-as com a ponta da trança, na linha da nuca até formar um coque baixo, bem despojado. Prenda com grampos.

 

Trança cornrows: estilosa, para qualquer ocasião

trança cornrows
Foto: Reprodução/Pinterest

Essas trancinhas podem ser feitas em mechas finas ou médias de cabelo, como você desejar. A dica é começar a trançar pela mecha lateral próxima à orelha e ir subindo até trançar o cabelo todo. Para compor o visual da moda, faça as trancinhas bem próximas umas das outras, deixando o couro cabeludo à mostra. As tranças são rasteiras: passe a mecha da direita embaixo da mecha do meio e a da esquerda também embaixo da mecha do meio e prossiga assim até o fim. Você pode enfeitar as trancinhas com contas e variar a finalização como quiser.

 

Estilo Boho: perfeita para o dia e a noite

trança boho
Foto: Reprodução/Pinterest

Inicie o penteado dividindo o cabelo ao meio — faça uma risca até a nuca. Prenda um dos lados
com elástico enquanto trabalha o outro. A trança deve ser feita a
partir da parte de trás da nuca, bem apertada, num trançado simples. 

 

Vantagens do penteado com trança

Além de dar uma boa repaginada no visual, a trança pode ser feita em qualquer tipo de cabelo — do liso e fininho ao crespo ou afro, mas desde que tenha um certo comprimento, claro!

Mas talvez a vantagem maior seja não precisar preparar o cabelo antes do penteado, ou seja, você pode mexer nos fios do jeito que eles estiverem: sujos, limpos, com ou sem finalizador...

Há até um benefício em fazer trança no cabelo mais pesado: o penteado fica no lugar com mais facilidade e os fios são ais moldáveis. Apenas uma boa escovação para eliminar pequenos nós e emaranhados é suficiente.

 
Dicas para iniciantes

Quando você estiver aprendendo a trançar o cabelo, procure treinar em alguém e não em você mesma. 

  • Dá para treinar até em cabelo de boneca!
  • O que faz do cabeleireiro um bom trançador é a prática.
  • Tenha por perto os seguintes acessórios para descomplicar a tarefa: uma escova, para desembaraçar o cabelo antes; pente fino, para separar ou dividir as mechas; grampos, no caso de elaborar uma trança com coque; elástico pequeno e transparente, de silicone, para prender a ponta da trança (fica imperceptível); elástico comum, para prender rabo de cavalo antes da trança.
  • O finalizador mais indicado para penteados com trança é o spray fixador, que como o próprio nome já diz, fixa os fios no lugar e assegura que o look fique perfeito por um longo período.
  • O cabelo tende a ficar com fiozinhos arrepiados depois da trança pronta? Dê um fim no frizz passando no cabelo um pouco de óleo de argan e depois trance-o.


trança embutida ou de raiz 

A clássica trança embutida ou de raiz

Todo mundo que começa a fazer trança tem o desejo de aprender a elaborar a clássica trança francesa (ou embutida). Ela é sempre o próximo nível para quem já tem habilidade para fazer o penteado simples, com três mechas. 

Vale a pena aprender a trança embutida muito bem, porque é um modelo que vai bem em qualquer ocasião — do dia a dia à festa —, nunca sai de moda e serve de ponto de partida para lindas variações. 

Passo a passo

  1. Penteie o cabelo e separe a parte de cima (topo da cabeça)
  2. Divida essa parte em três mechas iguais
  3. Cruze a mecha da direita sobre a do meio
  4. Cruze a mecha da esquerda sobre a do meio
  5. Pegue uma nova mecha do lado direito da cabeça e incorpore-a à mecha da direita, cruzando-as juntas sobre a mecha do meio
  6. Repita o procedimento do lado esquerdo
  7. Continue até que todo o cabelo esteja incorporado à trança
  8. Ao chegar na altura da nuca, trance o cabelo normalmente até a ponta
  9. Prenda com um elástico pequeno

 

Quer aprender mais sobre penteado e ser um cabeleireiro de sucesso? Inscreva-se no curso de Cabeleireiro Profissional do Instituto Embelleze e arrase!

 

 

 

 

 

Tags

tranças, passo a passo, trança clássica ou francesa, trança de raiz, trança boxeadora, dicas para fazer trança, penteado, tendência

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

Corte curto para lisos e cacheados
Quando uma mulher decide ir ao cabeleireiro para fazer uma mudança radical, a responsabilidade do profissional é imensa. Afinal, ela está entregando a “vida” dela nas mãos dele e, se arrepender depois, significa esperar muitos meses até os fios crescerem — e você não quer pagar o preço, né? Influenciadoras não faltam na mídia para estimular lisas ou cacheadas a passar a tesoura no cabelo! As atrizes Deborah Secco, Fernanda Paes Leme, Bruna Marquezine, Agatha Moreira, Mariana Rios, Leandra Leal e Regiane Alves se encheram de coragem, tosaram as madeixas e causaram o maior frisson. Deborah Secco ainda foi mais longe: além de encurtar, platinou os fios — uma supertendência em coloração nesta temporada. O sucesso do curtinho não é de hoje... O pixie, ou o bom e velho Joãozinho, já fez uma revolução nos anos 1950 quando as eternas divas Audrey Hepburn e Elizabeth Taylor aderiram ao visual, quebrando paradigmas. Depois disso, o corte teve seus altos e baixos durante as décadas, mas chegou aos 1990 com força. “Na época, Winona Ryder, Gwyneth Paltrow e Halle Berry estavam no auge de suas carreiras e investiram no pixie cut trazendo a ele um ar mais moderno, com muita textura e desfiado”, lembra Rafaella Coffoni, analista de produtos do Instituto Embelleze (SP). Atualmente, o corte curto pixie volta com tudo e promete ser a tendência das próximas estações. O short bob, ou o Chanel batidinho, é uma releitura do long bob, que esteve em alta nas temporadas passadas: mais curto, na altura do queixo, assimétrico e cheio de atitude. Nos anos 1950 e 1960, Marilyn Monroe e Jackie Kennedy já usavam o short bob, mas com menos textura, camadas e desfiados. A finalização do corte no estilo messy hair (aquele cabelo bagunçadinho de propósito sabe?!) traz um ar despojado ao visual que tem tudo a ver com o momento em que vivemos de empoderamento feminino. Pixie cut para todas Existem muitas variações do corte curto pixie cut: com franja longa ou curta, desfiado, texturizado, com a lateral raspada... bem curtinho, como o boyish, ou um pouco mais longo, cobrindo as orelhas. As possibilidades são muitas! O pixie cut é um corte que pode ser feito em mulheres de todas as faixas etárias e em qualquer tipo de cabelo: liso, ondulado, cacheado ou crespo. Nos cacheados e crespos, é importante usar, no dia a dia, produtos que tratem e modelem os fios, como os ativadores de cachos. Vale lembrar que o pixie cut vem sendo muito adotado por mulheres crespas que estão em transição capilar. “No momento do big chop, ou seja, do ato de cortar toda a parte do cabelo com química (de alisamento, progressiva, relaxamento), elas investem no cabelo curto cheio de estilo”, diz Rafaella. Assim, ficam com o visual bonito até que os fios voltem a crescer de forma natural e saudável.     Short bob para todas Assim como o pixie, o short bob fica bem em mulheres jovens e maduras e em todos os tipos de cabelo. Mas, aqui, também é essencial apostar nos finalizadores e ativadores de cachos na hora de pentear os crespos e encaracolados. A característica do short bob são as pontas desconectadas, o que traz bastante textura ao look. Cabelos muito volumosos se beneficiam do corte curto short bob, pois o corte em camadas ajuda a controlar os fios.     Aprenda as técnicas dos cortes Interessado em saber mais detalhes desses dois cortes e dominar as técnicas para oferecer às suas clientes? Na grade de aulas do curso de cabeleireiro profissional do Instituto Embelleze você aprende o pixie cut e o short bob, além de muitos outros cortes. Técnicas avançadas de finalização e texturização de cortes e penteados são ensinados no curso de especialização de design em cortes femininos do Instituto Embelleze. 
> Leia mais
7 tendências de maquiagem inverno 2019
Assim como no verão, os anos 90 continuam influenciando a beleza no inverno. Na moda, a estação será marcada pela mistura de estampas, pelo romantismo dos babados, o animal print e o brilho de tecidos, como veludo e couro. Na maquiagem, os looks são inspirados em algumas trends retrô de sucesso, como os tons terrosos, os olhos delineados, os pigmentos metalizados e o efeito glossy. Pode parecer exagerado, mas não é. Usadas na dose certa e do jeito atual, essas trends deixam o visual chique e moderno. Confira agora as 7 tendências de maquiagem que você pode e deve usar nesta temporada, de acordo com Luciane Rios, instrutora do curso de maquiagem no Instituto Embelleze Foz do Iguaçu e Cascavel (PR). 1 Batom escuro Ele é sexy e destaca bastante os lábios, portanto o contorno precisa estar bem delineado (se necessário, use um lápis labial de mesma cor que o batom). Se você tem rugas na região, evite os tons escuros. “Dentre as tendências de inverno estão o batom marrom, que combina com qualquer ocasião, e o vermelho fechado”, diz Luciane.   2 Tons terrosos x Coloridos Dê uma pausa no lindo olho preto esfumado e invista na sombra marrom, o hit da temporada. Há espaço também para as tonalidades de rosa, coral e vermelho (puxando para o vinho). A paleta combina com qualquer tom de pele e é fashion usá-la dando destaque à pálpebra móvel.   3 Sombra metalizada “Vale apostar no sutil brilho dos metais e, quem gosta de ousar, pode até arriscar produtos cintilantes”, avisa Luciane. Os tons metalizados de marrom são ideais para dar uma atualizada nos olhos e nos lábios, mas, se não quiser um look dramático, vá de nude metalizado. Quando usar uma sombra metalizada, prefira um batom neutro e mate, ou o contrário.   4 Cílios de boneca “Sabe quando o rímel fica acumulado nos cílios, dando a impressão de estarem grudados ou empelotados? Pois o efeito está em alta nas tendências de inverno 2019. A dica é aplicar de duas a três camadas de máscara nos fios superiores e inferiores sem retirar o excesso de máscara da escovinha ou usar um pincel aplicador com cerdas longas e cheias. 5 Efeito glossy A aparência de olhos ou boca plastificados, sucesso no verão, continua no inverno. A inspiração vem do final dos anos 90 e pode ser usada de dia ou à noite. Você pode investir em lábios glossy, obtido com batom cremoso (vinho ou marrom, que estão em alta) e uma camada de gloss transparente por cima, ou pálpebras glossy, feitas com sombra gloss específicas.   6 Delineados As tendências de inverno 2019 trazem para os olhos outro ponto de destaque: o delineado – de contorno, aplicado na linha d’água superior e inferior (com lápis marrom ou preto); e de delineador – simples ou gatinho (com delineador preto ou colorido). Se você gosta de ousar, arrisque um traço diferente, como o gatinho máxi ou linhas duplas. 7 Blush draping A técnica se baseia em esculpir o contorno facial com blush, concentrando o produto das maçãs do rosto até as têmporas. O efeito é dado com dois tons de blush: um escuro, que deve ser aplicado da orelha em direção ao canto da boca, para afinar suavemente a face e definir ângulos; e outro mais claro, espalhado com movimentos circulares da parte alta das maçãs até as têmporas, como se fosse desenhasse um C. Com um pincel de esfumar, dilua bem os dois tons para que eles se fundam. Em relação às tonalidades, você pode apostar no blush marrom e no pêssego ou rosado.   Que tal agora ver como usar algumas dessas tendências de maquiagem em você ou em suas clientes? Confira as dicas de Luciane Rios, instrutora do curso de maquiagem no Instituto Embelleze Foz do Iguaçu e Cascavel (PR), no vídeo a seguir!  
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados