Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza

Tag: mercado de trabalho

Mercado de beleza em alta até 2021
Um estudo da Euromonitor, empresa internacional de pesquisa de mercado, estima que até 2021 o número de salões de beleza formais no Brasil cresça 4,5%. Isso basicamente significa que as oportunidades de emprego para cabeleireiros, barbeiros, manicures, depiladoras, maquiadores, entre outros profissionais da área, serão grandes. O mercado de beleza brasileiro, em expansão, está atrás apenas dos Estados Unidos, Japão e China. Está previsto um crescimento para o segmento de estética de 14% até 2020. Outra boa notícia é que qualquer pessoa pode entrar para a área e se desenvolver profissionalmente. Há muitas histórias de sucesso de ex-alunos do Instituto Embelleze, por exemplo, que pouco tempo depois de se formarem nos cursos já estavam atuando na área e até abrindo o próprio negócio! Nos depoimentos, não é incomum perceber que o curso profissionalizante mudou a realidade financeira deles. Mas para entrar no mercado de beleza — e se dar bem — é fundamental se capacitar. Sim, não basta ter talento ou dom para a coisa e sair por aí se aventurando. Vale ressaltar que os clientes estão cada vez mais exigentes e sabem distinguir um profissional formado de um amador. Por que fazer um curso profissionalizante A necessidade de os estabelecimentos de beleza oferecerem cada vez mais serviços (e diferenciados) vem aumentando a procura por especialistas. Além dos experts generalistas, caso do cabeleireiro, do maquiador e da manicure, profissionais especializados em coloração, extensão de cílios e alongamento de unhas, por exemplo, também têm sido muito requisitados. E a vantagem é que tanto mulheres quanto homens podem atuar igualmente no mercado de beleza. “Essa área não é rotulada e ambos os gêneros podem trabalhar em qualquer profissão. Há homens de sucesso atuando como manicures e mulheres como barbeiros”, afirma Douglas Baptista, gerente regional do Instituto Embelleze (Norte, Nordeste e Centro-Oeste). Outro ponto positivo de se formar num curso de beleza é que a pessoa é colocada rapidamente no mercado, tendo em pouco tempo a recuperação do dinheiro investido na capacitação. Mercado de beleza em alta: carreiras promissoras para você! Interessado em se capacitar profissionalmente na área da beleza? O primeiro passo é procurar uma escola reconhecida e, a partir daí, pesquisar o curso pelo qual você tem mais afinidade. O Instituto Embelleze é a maior rede de franquias da América Latina voltada para formação profissional em beleza, prestação de serviços e comercialização de produtos. Presente em 99% dos Estados brasileiros com 350 franquias e 2 franquias no Equador, já formou mais de 2 milhões de profissionais para o mercado de trabalho e, atualmente, possui mais de 157.000 alunos estudando. Para o Instituto Embelleze, a elevação do nível de consciência através da educação e do conhecimento é preocupação constante, considerando a beleza como algo mais profundo do que um conceito estético: beleza é a própria força da vida, fonte de bem-estar, autoestima e felicidade. Veja agora as profissões do mercado de beleza em alta até 2021. DESIGNER DE CÍLIOS A extensão de cílios é uma das técnicas mais procuradas pelas mulheres para ter um olhar poderoso. Ela proporciona alongamento e mais volume aos fios num resultado bem natural. E esse é um dos motivos pela alta procura por esse método, o que torna o segmento forte e lucrativo. De acordo com Daniele Carlim, coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze Interlagos (SP), uma designer de cílios com certa habilidade consegue obter, em um mês de trabalho, considerando uma jornada de 8 horas/dia, um faturamento acima de R$ 5 mil. Além de atuar em centros de estética e salões de beleza, o profissional pode ser autônomo, atendendo seus clientes com tratamento individual e diferenciado.  A relevância desse curso está na diferença que o profissional qualificado terá em detrimento de pessoas que se aventuram na profissão. BARBEIRO Essa antiga profissão foi resgatada e atualizada para atender ao gosto do homem moderno, o que deu muito certo! No mercado de beleza é uma das que mais está em alta. A média salarial de um barbeiro está acima de R$ 1500. No curso Barbeiro Academy Hair do Instituto Embelleze, o aluno desenvolve as competências com excelência no atendimento de cortes masculinos, modelagem de barba e aparo de pelos faciais, designer de cortes e barba, aprende as técnicas de cor, tratamentos e as mais variadas técnicas de transformação capilar masculina de alisamento e relaxamento. O barbeiro com formação também será capaz de conhecer informações sobre o mercado, excelência em atendimento ao cliente e como montar sua própria barbearia. ALONGAMENTO DE UNHAS As celebridades com unhas longas e lindas são grandes responsáveis pelo sucesso do alongamento de unhas. O profissional capacitado nessa especialidade pode trabalhar em salões de beleza e esmalterias e também atender em domicílio. Uma aplicação de alongamento custa de R$ 150 a R$ 300, fora a manutenção. O curso de manicure e pedicure do Instituto Embelleze ensina a fazer o alongamento, assim como diversas outras técnicas de embelezamento das unhas das mãos e dos pés. O aluno desenvolve desde uma sólida base teórica, com os estudos de fisiologia e anatomia das mãos e das unhas até técnicas de higienização e esterilização dos instrumentos de trabalho, respeitando as normas da Vigilância Sanitária. Ética profissional e excelência em atendimento ao cliente também fazem parte do conteúdo programático. DESIGNER DE SOBRANCELHAS A sobrancelha é a moldura do rosto e, por isso, sempre foi um ponto importante e de atenção para mulheres e homens. Dependendo do design das sobrancelhas, uma pessoa pode ficar com a expressão jovem ou envelhecida, harmoniosa ou carrancuda... Portanto, o profissional que conhece as habilidades e técnicas para construir um desenho ideal é muito requisitado e bem-sucedido. E não basta entender dos métodos, que envolvem pinças, correções com henna ou depilação com linha, por exemplo. O expert precisa ainda ter noções de visagismo, um estudo que reconhece os diferentes formatos de rosto, olhos, sobrancelhas, analisando todo o conjunto da face, para deixar o visual o mais harmonioso e expressivo possível. Tudo isso é ensinado no curso designer de sobrancelhas do Instituto Embelleze, além de conteúdo sobre ética profissional e higienização dos materiais utilizados. O designer de sobrancelhas é um dos profissionais mais requisitados no mercado. Pode trabalhar em salões de beleza e de estética ou trabalhar em domicílio. A relevância desse curso está na diferença que o profissional qualificado terá em detrimento de pessoas que se aventuram na profissão. MASSAGEM A busca por serviços de massagem não para de crescer em detrimento do estressante mundo moderno. Uma gostosa massagem relaxante, por exemplo, é capaz de aumentar o bem-estar e reequilibrar o indivíduo. Mais: ainda melhora a circulação sanguínea, elimina as toxinas do corpo e a retenção de líquidos e, sobretudo, relaxa a musculatura. Dessa forma, a profissão de massagista tem se destacado. Spas, clínicas de estética, academias, hotéis e clubes são alguns pontos de atuação desse profissional. O preço de uma massagem relaxante, em média, é de R$ 120. O curso de massagem relaxante do Instituto Embelleze é focado na prática. O aluno aprende com profundidade as técnicas e os efeitos da massagem relaxante, bem como conteúdos exclusivos sobre a história da profissão, a conduta que o profissional de massagem deverá ter com potenciais clientes, como divulgar o trabalho e muito mais!    
> Leia mais
5 atitudes da mulher empreendedora
A natureza das mulheres, em geral, é otimista, guerreira e perseverante. Porém, profissionalmente, quando o negócio depende de outros fatores, ainda há alguns pontos em que a mulher empreendedora pode esbarrar (e se enroscar, mas nada que ela não resolva!). Um deles é a conquista do capital inicial, em muitos casos, fundamental para a o início do negócio. “Hoje a mulher tem menos acesso a linhas de crédito. Isso é um fato. A boa notícia é que está surgindo um pequeno movimento de mudança nesse sentido. Começam a nascer linhas de crédito especialmente para mulheres! O problema é que é um processo de mercado que está engatinhando, muito tímido ainda”, esclarece Marcela Quiroga, fundadora do canal Mulheres nas Vendas e diretora de expansão da Rede Mulher Empreendedora, de São Paulo, que tem em sua base 500 mil mulheres que contam com apoio e incentivo no que tange conteúdo, capacitação e consultoria de negócios. Ousadia X Cautela Comparada ao homem, a mulher é menos ousada, arrisca menos. Ela faz as coisas acontecerem de forma mais lenta. O homem é menos ponderado: ele vai lá e coloca seu projeto no mercado de uma vez. E se tiver rejeição, já muda tudo e parte pra outra. Isso mostra que, por um lado, o homem é ousado, mas por outro, inconsequente. Mas o fato é que, ao se arriscar, ele aumenta as chances de o negócio dar certo, uma vez que o “não” para o sucesso ele já tem! A mulher empreendedora é cautelosa e quando se sente segura é do tipo que vai lá e faz! Não vê barreiras e quase nada pode brecar seu sonho de um negócio próprio. A mola propulsora que está por trás desse desejo é muita vontade de por a mão na massa e ver a coisa se concretizar através da satisfação dos clientes. Pronto, tá feito o ciclo de sucesso. Uma rede do bem Quando a mulher empreendedora vê o seu negócio ir pra frente ela gera riqueza para o entorno, não só para a sua família. Se ela abre uma esmalteria, por exemplo, e começa a crescer, ela já traz outra manicure, uma assistente e, assim, sucessivamente, à medida que o serviço aumenta. Ela impacta a própria família e a família das suas parceiras com boas condições de trabalho e, por consequência, uma melhor qualidade de vida. Outra vantagem da mulher é a flexibilidade de horário.  Ela consegue se desdobrar em dez, acompanhar processos cruciais do negócio, fazer tudo o que é necessário no trabalho, gerenciar, por a mão na massa... Sem deixar de ir à reunião do filho na escola ou cuidar do outro filho que está doente. Em poucas palavras: ela não deixa a peteca cair, em casa e nem na empresa. 5 atitudes da mulher empreendedora Ficou animada para abrir o próprio negócio? A seguir, listamos as cinco atitudes de sucesso da mulher empreendedora. Confira e vá longe! 1 Ter uma solução para o cliente Todo mundo tem algum tipo de necessidade. Portanto, pense o seguinte: “o meu papel no mercado é oferecer a solução para uma determinada carência”. Porque se não for a solução, não existe negócio, ok? A ideia é identificar sua habilidade, olhar o que você sabe fazer e se jogar. E ter uma clara certeza em relação ao que você irá oferecer: trazer o quê e para quem? A chave é identificar potenciais clientes que precisem do seu produto. É um caminho de formiguinha, porque nada cai do céu. Saiba que isso vai levar tempo, mas nem pensar em desanimar! Afinal, você é uma mulher empreendedora. 2 Não viver de suposições Uma vez identificada uma necessidade no mercado, é necessário validá-la e não ficar adivinhando como seria essa dinâmica na vida real. Ouvir potenciais clientes (pessoas que têm o perfil consumidor de seu produto ou serviço), ir para a rua, pesquisar, testar, confirmar nichos, falar com pessoas para saber o que elas esperam, como esperam etc. “Inicialmente, dá até para supor algumas coisas e, a partir daí, fazer a pesquisa. Mas é preciso ir para a rua e validar isso. Sentir a necessidade de perto e confirmá-la. Embora essa validação não elimine um possível erro, ela é superimportante, porque certamente leva a mulher empreendedora a errar menos, dá um direcionamento mais assertivo”, pontua Marcela Quiroga. O mote é: cada vez mais se conectar mais com as pessoas e procurar saber o que elas pensam. 3 Ser cautelosa, sim, mas inerte jamais! Falando da posição da mulher, vimos que ainda há uma barreira quando o assunto é conseguir linhas de crédito, por exemplo. No entanto, a mulher empreendedora precisa dar algum jeito. Ela não pode esperar demais para ter o recurso para só então começar o negócio. É preciso se arriscar nem que for o mínimo possível, desde que com bom senso e responsabilidade, claro. Mas parada não dá para ficar. A saída é conseguir, de alguma forma, um capital inicial e ter extremo cuidado com o fluxo de caixa (para não perder o controle dos gastos). O primeiro passo, já que os bancos não parecem tão amigáveis com a mulher empreendedora, é fazer um empréstimo com algum familiar ou pessoa próxima e, assim, dar o start no negócio. 4 Não confundir amizade com sociedade É fundamental muito cuidado na hora de escolher os sócios. Muitas amizades são desfeitas por uma sociedade mal estruturada. É bom pensar que o parceiro ideal não é, necessariamente, aquele que tem o melhor perfil complementar ao seu. Também não ser aquele grande amigo, considerando a afinidade e cumplicidade que existe entre vocês. Essa escolha é uma das mais complicadas quando se pensa em sociedade. São muitas coisas envolvidas, às vezes falta dinheiro, existem riscos, os desejos e as ousadias de cada um têm graus diferentes, assim como a ganância, que tem relação direta com o preço final do produto ou serviço. Portanto, os pensamentos e a postura de cada um dos sócios devem estar muito bem alinhados. Um amigo na hora de uma decisão delicada pode até atrapalhar por ter um ponto de vista diferente do seu. Aí, tenha certeza, o resultado é perder o amigo. Ou, por tudo a perder na empresa. 5 Investir em capacitação constante A última e não menos importante atitude da mulher empreendedora é investir em educação profissionalizante. Ser dona de um salão de beleza ou uma barbearia bombando não é sinal de que a batalha está vencida e não há mais nada a aprender. Sempre há! Se dedicar a obter mais conhecimento e técnica, por meio de cursos e treinamentos, não é gasto e, sim, investimento! Nenhum sucesso é suficiente para a equipe se dar ao luxo de parar de aprender. “Os conhecimentos técnicos inovadores do negócio, que abrangem a atividade em si oferecida no dia a dia ao cliente, como os cuidados com o barbear perfeito ou como tratar as unhas antes esmaltar, são essenciais. Mas dominar a parte administrativa, acompanhar tendências, analisar a concorrência e entender como está a exigência do consumidor, são de extrema importância para garantir que o seu negócio tenha um diferencial em relação aos demais”, explica Marcela Quiroga. São detalhes fundamentais, do tipo: como você pode ter mais eficácia na sua gestão de tempo, como encantar e fidelizar clientes etc. A mulher empreendedora ter que ter em mente que esse é um universo com uma fonte inesgotável de conhecimento e estratégias, que requer constante atualização por meio de cursos e treinamentos. “Os salões de beleza são, por natureza, um tipo de serviço que tem diversas oportunidades de entender a dinâmica dos clientes e descobrir suas necessidades. A relação é direta. Dá para fazer promoções, entregar produtos e tecnologias novas, capacitar profissionais. Ainda mais nessa área, em que a concorrência é altíssima. Então, vale ressaltar que nesse tipo de comércio, assim como nas barbearias, espaços de depilação e esmalterias, existe um trunfo que é o contato direto com o cliente, onde é possível trabalhar constantemente a confiança e o relacionamento”, destaca a especialista em empreendedorismo. E a partir daí trabalhar a capacitação dos profissionais. “A matemática é simples: vale a pena perder um cliente por 60 reais de diferença em um serviço que o salão ao lado está entregando, com um preço mais em conta, ou é mais produtivo manter o valor mais alto e deixar de fidelizar esse cliente?”, questiona Marcela. A resposta? A mulher empreendedora tira de letra.   Inspire-se em histórias de empreendedorismo de sucesso de ex-alunos dos cursos do Instituto Embelleze. Depois de aprenderem uma profissão na área de beleza e de acreditarem em seus potenciais, eles entraram para o mercado e, hoje, são donos dos próprios negócios.  
> Leia mais
Maquiagem artística: profissão em alta
Os zumbis da série americana The Walking Dead são assustadores e parecem reais, não é mesmo? Pois é, o sucesso da trama também se deve à caracterização de altíssimo nível dos personagens. A maquiagem, cheia de efeitos especiais, é feita graças aos conhecimentos de um maquiador artístico, capacitado com técnicas, instrumentos e criatividade para fazer a diferença. A televisão, o cinema e o teatro sempre tiraram proveito da maquiagem artística, mas ela ficava restrita aos bastidores. A profissão começou a ganhar popularidade e admiração há um tempo não muito distante, com o surgimento das redes sociais. É fácil encontrar no Instagram e no Facebook artistas do mundo todo compartilhando trabalhos incríveis de transformação com make. A americana Mykie (@mykie) é um exemplo: ela já tem quase 2 milhões de seguidores fãs de suas artes na pele. O programa Superbonita, do canal a cabo Gnt, pegou carona na onda da popularização e lançou uma temporada totalmente dedicada à maquiagem artística. Competidores se enfrentam para mostrar quem sai ganhando em técnica e habilidade. Depois que a maquiagem artística passou a ser mais divulgada na mídia, as pessoas começaram a entender que o trabalho não se restringe somente a grandes caracterizações com superefeitos especiais. E nem apenas à transformação em monstros e criaturas horripilantes. O maquiador artístico também pode ser solicitado para produções mais light, como personagens de época e divas do cinema.      Profissão em alta O Brasil tem se mostrado um campo fértil para atuação desse tipo de maquiador. Além de festas temáticas, como Carnaval e Halloween, há espaço na produção de novelas, filmes, minisséries, espetáculos circenses e peças publicitárias. Sem falar dos musicais, que estão se tornando frequentes por aqui. O profissional também pode empreender e abrir o próprio estúdio de maquiagem ou prestar consultoria. Embora a demanda esteja aumentando, a maquiagem profissional ainda é de conhecimento de poucos. Não há muitos artistas qualificados na área e o mercado ainda não é muito competitivo, por isso mesmo as chances de se dar bem na carreira são grandes.   Como se tornar um maquiador artístico Mais do que ter familiaridade ou habilidade com maquiagem, para entrar nesse mercado é preciso dominar, por exemplo, conceitos de colorimetria avançada, técnicas de make HD, contorno e strobing, maquiagem com efeitos 3D e caracterização para teatro e cinema. O Instituto Embelleze, a maior rede de franquias da América Latina para formação profissional em beleza, lançará em breve um curso de maquiagem artística que englobará tudo isso. Fique ligado! Além do curso capacitar você para o mercado em expansão, também oferece um certificado, muitas vezes exigido na hora de ser contratado para um trabalho. Para se dar bem na carreira, você tem que estudar sempre, exercitar a criatividade e acompanhar espetáculos, filmes e séries com olhar atento, prestando atenção em detalhes, tendências, materiais utilizados. Acompanhar o trabalho de ícones na área, para ir aumentando a sua bagagem de conhecimento, também é importante. Os artistas Rick Baker (o mais famoso do mundo), Ve Neil e Mark Coulier são boas referências. E, aí, animado para entrar na profissão? Não perca tempo, siga em frente!
> Leia mais
5 razões para ampliar os serviços da sua barbearia
Nos últimos 5 anos o setor de beleza masculina dobrou aqui no Brasil e teve um crescimento de 7,1% ao ano até agora. De acordo com a Euromonitor Internacional (empresa de pesquisa que monitora o setor de beleza em 80 países), o mercado brasileiro tende a desenvolver ainda mais, alcançando mais de 20% de participação no mercado global, com uma evolução anual de 11,2% até 2022. Com o investimento do mercado de moda masculina cada vez mais intenso, os homens vêm aprendendo a cuidar do visual e passaram a ser exigentes em relação à roupa que vestem, ao corte de cabelo que usam, à aparência da pele e até das unhas. Não à toa, surgiram as barbearias modernas, templos específicos para eles não precisarem mais dividir espaço com as mulheres nos salões de beleza tradicionais. Esses redutos têm uma decoração especial, com cadeiras, bancadas e espelhos rústicos contemporâneos. Além do básico corte de cabelo e da barba, eles oferecem massagem, tratamento de pele e de cabelo, manicure e pedicure, produtos importados e mimos, como serviços de bar, jogos (videogames e/ou sinuca) e televisão com transmissão de esportes. Tudo para que eles se sentam à vontade e entre amigos. Alto, médio ou pequeno padrão? Seja qual for a região onde está a sua barbearia, há sempre um público que procura um diferencial. Pode ser no layout do estabelecimento, no conhecimento dos profissionais, nos serviços extras para cuidar da beleza. Para ter sucesso, você precisa adequar o seu espaço aos seus clientes. Fazer uma pesquisa de mercado para saber o que eles procuram é o primeiro passo para ter lucratividade. Responder algumas perguntas pode levar você ao cliente perfeito. Por exemplo: qual a faixa etária das pessoas que procuram o meu salão, como elas se comportam, quais são seus gostos e preferências, quais os hábitos de consumo desse público, e os desejos e as necessidades, quanto se dispõem a investir em serviços de beleza? A partir daí, monte um “cardápio” que atenda ao padrão da sua clientela. Diferenciais possíveis Os homens geralmente não sabem quais produtos combinam melhor com o seu cabelo ou a sua pele e também não têm noção de como inovar na aparência. Cabe ao cabeleireiro mostrar o leque de opções a eles, desenvolvendo assim a confiança do cliente. Para isso, é preciso estar conectado às tendências e procurar sempre educação e treinamento. Além de estudar as técnicas, atualize-se participando de eventos na área e acompanhando os desfiles das semanas de moda nacionais e internacionais. Tudo isso ajuda acrescenta qualidade ao seu trabalho. Dentre os serviços que a sua barbearia pode oferecer estão: Cabelo Lavagem, corte e finalização Corte à máquina e com tesoura Coloração Relaxamento   Barba Barba completa Barba desenhada Toalha quente   Rosto Esfoliação Hidratação Máscara Limpeza de pele Design de sobrancelhas   Corpo Manicure e pedicure Massagem corporal Depilação   Visagismo Para indicar uma mudança no visual que se harmonize com o biótipo e o estilo de vida do cliente   Entretenimento Bar, com serviço de bebidas e petiscos Videogame ou sinuca Televisão Wi-fi      5 razões para ampliar os serviços da sua barbearia 1. Fidelizar clientes – Quanto mais você oferecer e entender as necessidades do seu cliente, mais o seu estabelecimento será procurado. 2. Tornar-se uma referência – Quando o profissional mostra que conhece tendências e domina técnicas, mais é recomendado pelos próprios clientes. É a propaganda boca-a-boca. 3. Aumentar o rendimento – A variedade de serviços estimula o cliente a fazer mais que barba e cabelo a cada visita. 4. Driblar a concorrência – Ao oferecer serviços diferenciados, a sua barbearia se torna mais conhecida e procurada. 5. Transformar a sua barbearia num ponto de encontro – Um lugar com atrativos acaba se tornando um espaço para relaxar e encontrar amigos, o que aumenta a frequência no seu estabelecimento.  
> Leia mais
7 erros que você não deve cometer para fidelizar clientes
Manter um freguês fiel hoje em dia é um desafio, não só nos grandes centros urbanos como nas pequenas cidades do interior. Ao contrário do que muitos imaginam, um luminoso na fachada ou o anúncio de um profissional de prestígio recém-chegado ao time não são suficientes para fixar a imagem do salão na memória das pessoas. É preciso ir muito além... A fidelização não depende só do campo de sonho que você cria para mantê-lo em seus domínios, mas também da habilidade do concorrente em incentivá-lo a pula a cerca, a fim de conferir as novidades. O verdadeiro marketing se faz de fora para dentro da empresa. Erra quem pensa que tem o consumidor nas mãos apenas por guardar uma ficha completa com os seus dados. Mais do que telefone e endereço, é importante conhecer os hábitos de cada cliente e o que mais o motiva. O processo é semelhante a um namoro: você precisa saber claramente se quer ficar com a pessoa por um fim de semana ou namorá-la de verdade. E para conservar a sua carteira de clientes, comece investindo em três ações básicas: Adotar uma estratégia de comunicação afinada, que inclui de telefones personalizados a e-mail marketing (mala direta encaminhada pelo correio eletrônico). Dar visibilidade aos atributos que deseja consolidar — profissionais altamente capacitados, ambiente confortável e aparelhos de última geração, por exemplo. Associar os seus serviços a características realmente essenciais. O que isso quer dizer? Investir em treinamento (da recepcionista ao gerente); utilizar produtos de qualidade e contar com mão de obra especializada. Afinal, de nada adianta usar o melhor item se quem aplica a técnica deixa a desejar. 7 PECADOS CAPITAIS Você não quer ver dinheiro escorrendo pelo ralo sem gerar resultados, certo? Então confira o que deve evitar na hora de planejar e por em prática suas estratégias de fidelização: 1-Nada de atendimento massificado. Ninguém quer ser mais um. Quanto mais personalizado, melhor. 2-Ignorar o que o cliente gosta ou costuma fazer pode ser um erro fatal. 3-Deixar a franqueza de lado é um engano. Por exemplo, dizer que o corte desejado pela pessoa vai ficar excelente, quando não combina com os traços dela. 4- Manter funcionários destreinados, que não sabem se comunicar corretamente e com visual inadequado, afugenta a clientela. 5-Não pensar no amanhã e receber o cliente como se fosse a sua primeira e última vez significa dar um tiro no pé. 6-Oferecer sempre os mesmos serviços e promoções não é atraente. É essencial variar o cardápio. 7-Perder de vista as atividades dos seus concorrentes. Não dá para ignorar o salão ao lado, porque o cliente sabe exatamente onde ele está. 7 TÁTICAS CERTEIRAS Quando uma pessoa tem uma experiência boa de consumo, ela pode espalhar para muitas outras e atrair mais clientes para o seu negócio. Mas o contrário também acontece, e muitos profissionais podem ser prejudicados pelo boca-a-boca. Então, comece a colocar em prática essas dicas agora mesmo! 1 –Crie uma identidade para o seu negócio: assim o seu salão não será confundido com o do concorrente da esquina. O trabalho envolve desde a escolha do nome do estabelecimento, o desenvolvimento do logotipo, a criação do cartão de visita até a apresentação nos canais de divulgação (site, redes sociais, panfletos, anúncios). Mas lembre-se: de nada adianta um visual bem alinhado se o conteúdo não corresponde. 2- Estude o seu público: qual a faixa etária das pessoas que procuram seu salão? Como elas se comportam, quais são seus gostos e preferências? Quais os hábitos de consumo desse público? Qual o comportamento de compra desses clientes? Quanto se dispõem a investir em serviços de salão de beleza? Quais serviços mais consomem? Essas são perguntas básicas às quais você deve responder para definir a persona do seu negócio. 3-Entenda o cliente infiel: há um tipo de cliente que encara a infidelidade como um valor, seja por fantasiar a fidelidade como dependência, seja por ser inconstante e viver disposto a variar, seja por ser desconfiado de tudo e querer sempre testar um novo endereço para confirmar se está perdendo ou não alguma coisa. A ordem é “não ignore esse perfil”. A grande sacada é trabalhar para atrai-lo e tentar convencê-lo de frequentar seu salão é melhor do que ir ao vizinho. Uma dica é fisgá-lo primeiro com vantagens de ocasião, enviando por e-mail, telefonema ou whatsapp descontos em datas especiais. Em seguida, adotar as táticas mais apropriadas para fidelizá-lo. 4- Faça o seu cliente se sentir importante: esse é o momento do encontro e da empatia. Chame seu cliente pelo nome, dedique contato visual, permita que se sinta confortável. Tenha também um cadastro com os dados pessoais de cada pessoa, como a data de aniversário. Na sala de espera, um sofá confortável, uma música ambiente com uma playlist de qualidade, serviços como café, chá e água sempre disponíveis à clientela, Wi-Fi gratuito e outros itens de conforto e comunidade. É claro que tudo depende do seu orçamento, mas pense que atitudes simples podem gerar um bom retorno a longo prazo. Use a criatividade para agradar. 5-Ofereça uma experiência marcante: transforme seu salão em um lugar exclusivo. Cadeiras confortáveis, acessórios higienizados, organizados e em boas condições, estrutura limpa, profissionais uniformizados, espaço para espera, decoração moderna… tudo isso ajuda a melhorar a experiência do cliente desde o momento da sua chegada até a saída. Porém, não é só a estética que agrada, o comportamento dos profissionais conta muito para deixar aquela primeira boa impressão. Receba seu cliente na porta dando as boas-vindas com gentileza, sempre perguntando como ele está antes de iniciar uma conversa. O sorriso é essencial para transmitir confiança e simpatia. Sempre que possível, não deixe seu cliente esperando. Se tiver qualquer imprevisto, comunique imediatamente a previsão para atendimento e desculpe-se pelo ocorrido. Observe o perfil do cliente para saber se ele está aberto a conversas ou se prefere um tratamento mais cordial. O silêncio também significa respeito! Sempre pergunte o que a pessoa deseja antes de iniciar o serviço. Questione como prefere o corte, por exemplo, se tem referências ou se deseja uma nova sugestão. Evite termos técnicos, a melhor linguagem é aquela que o cliente entende. É preciso dar exemplos para que ele compreenda como determinado procedimento funciona. Fale sempre a verdade! Não omita valores dos serviços ou indique técnicas que não são adequadas ao cabelo, unhas, barba ou pele do cliente. Vender serviços pode parecer lucrativo na hora, mas passa a ser um prejuízo quando o cliente decide não voltar ao seu estabelecimento. Por último, trate muito bem seus funcionários, ofereça treinamentos e a assistência necessária. Quando as pessoas são bem tratadas, elas ficam mais dispostas para transmitir ao próximo o mesmo tratamento que recebem. 6 -Abra um canal de comunicação: é importante ouvir o feedback de cada cliente sobre os seus serviços e o seu estabelecimento. Você sempre deve perguntar a opinião dos frequentadores. Observe se o cliente parece se sentir melhor e mais realizado na hora de ir embora do que quando entrou no salão. Analise o nível de satisfação. Você também pode observar as reações por meio de canais de comunicação, como em sua Fan Page do Facebook, e-mail exclusivo, ou a velha caixinha de elogios e reclamações. 7 - Mostre-se antenado: você, profissional, deve estar sempre atualizado às tendências da área da beleza. Nada de ficar “empacado” e de trabalhar apenas com o trivial. Estude sempre, atualize-se e ofereça no salão serviços diferenciados. Sabe aquela nova técnica de mechas de cabelo que está em alta na estação? E aquela texturização no corte mais bombado do momento? Ou aquela unha artística da atriz da novela?   Com essas dicas, você já consegue demonstrar ao seu cliente a importância que ele tem pra você!
> Leia mais
DEPILAÇÃO PROFISSIONAL
A depilação profissional não para de crescer. De acordo com pesquisas recentes, 93,1% das mulheres brasileiras fazem depilação. Dessas, 46,9% realizam o procedimento todo mês e 43,6% depilam duas ou mais vezes ao mês (*). Como resultado, no Brasil, o serviço de depilação foi um dos que mais cresceu no setor da beleza. Prova disso é a expansão de salões especializados nesse serviço e o aumento da procura por cursos profissionalizantes. O hábito de se depilar é antigo, já existia no Egito, na Grécia Antiga, na cultura dos índios xavantes, entre outros povos. De lá pra cá, muita coisa mudou, mas você precisa saber que a depilação não se resume às técnicas com cera quente ou fria. As mudanças e inovações no setor da estética têm exigido profissionais mais treinados e atualizados. Para se destacar, é preciso estar antenado às tendências. Para Bruna Peresin, do Instituto Embelleze, vale destacar que as profissionais agora trabalham com as técnicas de depilação com linha egípcia e oferecem serviços diferenciados, como: tratamento de foliculite, clareamento de pelos, clareamento de manchas em áreas depiladas, esfoliação, depilação masculina, depilação esportiva, entre outras oportunidades. “É uma das melhores áreas para investir. Para ter um bom faturamento, o profissional de depilação deve garantir a qualidade do serviço oferecido ao cliente, conhecer as técnicas e os produtos disponíveis no mercado, atuar com biossegurança e ética profissional”, diz, lembrando que um curso completo de depilação abrange não apenas a prática, mas também o estudo de fisioanatomia da pele e dos pelos, noções de dermatologia, biossegurança, cosmetologia, etc. O profissional formado em depilação pode atuar em salões de beleza, clínicas de estética, em domicílio ou montar o próprio negócio. *Estudo universitário publicado: “Hábitos e costumes de mulheres universitárias quanto ao uso de roupas íntimas, adornos genitais, depilação e práticas sexuais”.
> Leia mais
Profissão manicure: crescimento do setor oferece mais empregos
De acordo com uma pesquisa realizada pelo Euromonitor, no Brasil há mais de 1 milhão de salões de beleza, nos quais os atendimentos de manicure só perdem para os de cabelereiro. Uma excelente chance para quem quer se profissionalizar e fazer crescer a renda mensal, não é mesmo? Em média, uma manicure consegue tirar R$ 3 mil por mês — em finais de ano, o valor pode dobrar! Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal Perfumaria e Cosméticos (Abipehc), o Brasil já é o segundo país do mundo no mercado de esmaltes. E a expectativa, de acordo com um relatório da Mintel, é que neste ano de 2019 o segmento tenha um crescimento de 5,9%, alcançando R$ 7,68 bilhões em vendas. O cenário positivo é uma ótima oportunidade para quem deseja apostar na profissão de manicure para ingressar — ou voltar — ao mercado de trabalho. Em 15 anos, o Instituto Embelleze, rede de franquias de cursos profissionalizantes na área da beleza, formou quase 200 mil alunos nos cursos de Manicure e Pedicure, Alongamento de Unhas e Unhas Artísticas. “Trata-se de uma carreira que está retornando com força total ao mercado, aumentando cada vez mais a procura por profissionais qualificados”, afirma o gerente de marketing da rede, Eduardo Costa. Para Eduardo, a profissão ganhou espaço e reconhecimento na área da beleza devido à segmentação do setor, que foi promovida pelas esmalterias e serviços de nail care at home (cuidados com as unhas em domicílio). Foi apostando nisso que Raquel Lima, 24 anos, decidiu investir na área. Após ter que largar o emprego de vendedora por não ter com quem deixar o filho pequeno, a jovem decidiu se matricular no curso de Manicure e Pedicure, do Instituto Embelleze, para trabalhar por conta e assim dar mais atenção para sua família. “Eu tinha uma rotina muito cansativa, quase não via meu filho. Apesar de sempre gostar de fazer unhas, nunca havia pensando em trabalhar na área. Minha mãe me incentivou, eu me matriculei no curso e foi uma verdadeira surpresa”, conta a estudante. Em apenas um mês e meio de curso, Raquel já conseguiu abrir uma esmalteria, possui uma funcionária, uma agenda lotada e uma renda surpreendente para quem está começando o próprio negócio. “Em 3 semanas eu já tirei 50% do que que ganhava no antigo emprego. Mas a esmalteria está crescendo muito rápido, então acredito que em menos de um ano minha renda aumentará bastante”, afirma.   De volta ao mercado de trabalho A crise que há tempos se estabeleceu no país resultou no aumento de desempregados e em uma dificuldade enorme dos mesmos para voltar ao mercado de trabalho. Mas se muitas profissões estão fechando portas, a área de beleza tem renovado a esperança de muita gente. Foi assim para Francisca Alves de Assunção, 48 anos, que trabalhou durante anos em uma multinacional francesa e se viu desempregada do dia para noite. Sem conseguir se recolocar e com uma filha de 13 anos para sustentar, Francisca buscou uma oportunidade para garantir renda ao final do mês. Começou com o curso de extensão de cílios, mas ao notar que apenas ele não seria suficiente para se manter financeiramente, se matriculou em mais três: designer de sobrancelha, depilação e manicure e pedicure. Finalizou o primeiro, ainda cursa os demais, no entanto já consegue fazer atendimentos em casa. “Sempre achei a área da beleza extremamente promissora. Quando fiquei desempregada não pensei duas vezes. Hoje eu já faço atendimentos em casa e consigo tirar o dinheiro para bancar as contas e o sustento da minha filha”, afirma. Outro caso é o da assistente de eventos Christiane de Lima, 41 anos, que perdeu o emprego e não conseguiu mais voltar para a área de atuação. Formada no curso de manicure e pedicure há 4 meses, já realiza diversos atendimentos em casa e consegue garantir praticamente o mesmo salário de antigamente. “É um negócio bastante recente, mas observando a quantidade de atendimentos que estou realizando acredito que a minha renda deverá ser muito maior este ano. Ultrapassando, até mesmo, o meu antigo salário”, conta. Os homens estão invadindo o setor Dominado pelas mulheres, o setor de manicure tem ganhado cada vez mais adeptos do sexo masculino. Somente no Instituto Embelleze já são mais de 1.100 alunos homens nos cursos que envolvem a estética das unhas, entre ativos e formandos. “É um número tímido, se comparado com a quantidade de mulheres que buscam os cursos, mas é possível observar uma tendência que está crescendo bastante”, conta Eduardo Costa. Eduardo Nicolau, 33 anos, se profissionalizou na área de manicure após a mãe ficar doente e não conseguir mais cuidar das próprias unhas. “Minha mãe sempre foi vaidosa e tinha um cuidado muito grande com as unhas. Quando ela ficou doente e não pôde mais fazê-las sozinha, então decidi me especializar nessa área para ajudá-la”, relata. O auxílio virou profissão e, hoje, além de realizar atendimentos no estilo nail care at home, Eduardo Nicolau ministra aulas do curso de Alongamento de Unhas na unidade do Instituto Embelleze do Ipiranga, localizada em São Paulo. De acordo com o profissional, o manicuro sai em vantagem na hora de conquistar as clientes. “Quando as clientes percebem que será um homem que irá fazer suas unhas, de início rola uma certa estranheza. Mas logo afirmam que os homens fazem melhor e com mais cuidado. Tenho diversas clientes fidelizadas e que estão sempre me indicando para as amigas”, afirma. Eduardo Nicolau conta que a renda de um profissional da área pode variar bastante, de acordo com a região de atendimento. Mas, em média, um profissional especializado em alongamento de unhas, por exemplo, consegue tirar R$ 3 mil por mês. “As pessoas investem em beleza, mesmo em tempos de crise. Tenho alunas que apesar de residirem em comunidades carentes cobram R$ 180 por alongamento e conseguem uma boa renda mensal”, exemplifica. Apostando alto no setor, ele pretende expandir os atendimentos para além dos domicílios e ter o próprio salão de beleza. “Esse mercado é bastante promissor e abre muitas portas para quem deseja investir. Este ano pretendo abrir um salão que tenha um pouco de tudo, desde cabelo até maquiagem. E, no mesmo local, pretendo investir em um espaço somente para as unhas”, finaliza.   Animada para investir na área de beleza? Encontre uma escola do Instituto Embelleze mais perto de você e transforme também a sua vida! 
> Leia mais
TRANSFORME-SE EM DESIGNER DE SOBRANCELHAS
A simetria da sobrancelha só é possível quando o pelo é retirado ou mantido no lugar certo. Às vezes, a única maneira de conseguir um visual bem alinhado é deixando os fios crescerem para depois fazer a limpeza e o desenho corretos. Mas quem quer carregar uma taturana acima dos olhos enquanto espera a transição?Bem, a melhor maneira de conquistar sobrancelhas perfeitas é confiando a beleza a um especialista no assunto. E, depois que a gente encontra o designer de confiança, nunca mais quer viver sem ele! Pensando nisso, reunimos alguns conhecimentos importantes para quem está entrando na carreira de designer de sobrancelha ou deseja aperfeiçoar as técnicas. Afinal, a área está cada dia mais competitiva e um bom designer de sobrancelha pode fazer muito sucesso especialmente entre a mulherada. Anote aí algumas dicas essenciais para aplicar nas sobrancelhas de suas clientes... 3 dicas para se tornar um ótimo designer de sobrancelhas 1. Conheça os cuidados necessários para o design Existem muitas técnicas que podem ser aplicadas para o design, mas, antes de começar o trabalho, é preciso avaliar que desenho fica bem em cada formato de rosto (veja abaixo) e qual é o método mais indicado para o tipo de pele. As opções oferecidas são várias, como a depilação com linha, para quem tem pele sensível, e a pinça, para retirar fios médios e longos e limpar os excessos sem mexer no contorno da sobrancelha. Seja qual for a escolha, aplique-a com a pele e os pelos limpos (com um algodão embebido em espuma ou loção de limpeza) para eliminar resíduos de maquiagem ou de hidratante e, assim, prevenir irritações. A esterilização de todos os materiais que serão utilizados é fundamental, pois estarão em contato direto com a pele do cliente, podendo até mesmo deixar pequenos pontos abertos.  2. Use o visagismo para um desenho perfeito Se a ideia é mudar o formato da sobrancelha para que ela fique em harmonia com o rosto, o visagismo é um recurso que pode ajudar. Além do equilíbrio no visual, ele oferece a possibilidade de se fazer um desenho que combine com a personalidade do cliente. É o método mais certeiro para imprimir o olhar marcante e harmonioso que todo mundo deseja. O visagismo consiste no estudo das proporções do rosto para encontrar o formato de sobrancelha ideal para cada pessoa. Ao contrário de muitas técnicas, o visagismo não está ligado a tendências, mas sim ao alinhamento, equilíbrio e expressividade do rosto. Veja exemplos nos quais o visagismo foi aplicado:  Sobrancelhas levemente arredondadas e curvadas no rosto quadrado    O rosto redondo combina com formas arqueadas, mas sem sair muito do desenho original   Formas retas e traços bem marcados são indicados para o rosto triangular  No rosto oval prefira formas retas com pontas curvadas    3. Prefira manter a tonalidade natural Para garantir que o rosto fique com um aspecto natural, do tipo "nasci assim", não basta apenas adequar o desenho da sobrancelha ao formato do rosto. Manter a cor dos fios em harmonia com o todo também é essencial. Portanto, mesmo que o cliente tenha o cabelo pintado, mantenha as sobrancelhas dele na tonalidade mais natural possível.    Para se tornar um expert em sobrancelhas, conheça nosso curso de Designer de Sobrancelhas ou visite uma unidade Embelleze mais proxima de você.
> Leia mais
O DESAFIO DE FORMAR PROFISSIONAIS DE BELEZA
Quem atua como cabeleireiro, manicure, maquiador ou depilador profissional certamente já esteve em uma sala de aula e contou com a grande ajuda de um professor — para instruir, capacitar, incentivar. O desafio de um professor não é pequeno; afinal, ele é responsável por ajudar a realizar sonhos, a transformar vidas! E você, que é professor, compreende a função social que exerce? A importância do seu trabalho para a vida dos seus alunos? Você vai se identificar com essa mensagem. Vem ver!  Veja como se transformar em um profissional de beleza qualificado em um dos cursos do Instituto Embelleze.
> Leia mais
QUE TAL ABRIR UMA BARBEARIA MODERNA?
As barbearias quase se perderam no tempo... Mas, graças aos olhares atentos de alguns empreendedores, hoje elas ressurgem em grande estilo. Para atender a um público cada vez mais exigente com a própria beleza, elas se recriaram no estilo e no atendimento. Além do tradicional serviço de corte e barba, hoje elas já oferecem hidratação, relaxamento, tintura, manicure, pedicure, massagem e até uma boa cerveja. Sem falar no ambiente, que faz o cliente se sentir numa barbearia top dos anos 1950. Não é para menos todo esse investimento no diferencial. De acordo com uma pesquisa do Google Lab (2018), feita com 700 homens brasileiros entre 15 e 44 anos, eles estão mais vaidosos do que nunca. Dos entrevistados, 93% disseram que cuidar da aparência é importante e, 90%, usam produtos de beleza no dia a dia.  Para uma barbearia moderna dar certo, ela precisa ter um profissional capacitado e preparado para entender o melhor tipo de barba para o tipo físico do cliente, quais são os cortes de cabelo tendência e como sugerir os serviços essenciais para criar fidelização. Além de vaidoso, o homem atual também quer inovar o visual, ditar tendência no universo da moda e se sentir bem, confiante. Passado presente O corte de cabelo clássico ou a barba aparada não são os únicos serviços que sustentam as barbearias modernas. Quem está pensando em investir na carreira de barbeiro profissional ou no negócio, precisa ficar ligado nas tendências e no comportamento do homem dos anos 2000. Lembra do metrossexual do final da década de 90? Era aquele cara que andava com cabelo arrepiado e barba por fazer, parecendo desleixo, mas na verdade era um desarrumado proposital que esbanjava puro charme. Agora, além do metro, existe o homem roots, denominação para o cara "raiz", de visual mais rústico, que gosta de usar barba longa, chamada lenhador. O público das novas barbearias, em sua grande maioria, é jovem e não conheceu como eram as antigas barbearias. Porém, o que justamente cativa essa clientela é se sentir bem tratada, fazendo parte de um ritual diferenciado que, na verdade, veio dos antigos estabelecimentos. Como a clássica toalha quente no rosto, que foi e deve continuar sendo preservada pelas barbearias modernas. Um bom profissional deve ter noção de tudo isso, como combinar o passado e o presente para garantir o sucesso. Enfim, há muito o que aprender e você não deve se descuidar da capacitação. O Instituto Embelleze já formou mais de 1 milhão de alunos e, no curso de barbeiro profissional, ensina não apenas as técnicas da profissão, mas também as informações sobre o mercado, excelência em atendimento ao cliente e como montar sua própria barbearia. O aluno desenvolve as competências com excelência no atendimento de cortes masculinos, modelagem de barba e aparo de pelos faciais, designer de cortes e barba, aprende os métodos de coloração, tratamentos e as mais variadas técnicas de transformação capilar masculina de alisamento e relaxamento. Visuais que estão fazendo a cabeça deles Só para ter uma ideia do que é moderno hoje para a ala masculina, conheça dois cortes que viraram febre e fazem parte da bagagem do barbeiro que tem um novo olhar para o mercado. Fauxhawk Estilo que simula um moicano, que pode ser tímido ou ousado, e se aplica a diversos tipos de cabelo, lisos, ondulados, crespos ou cacheados. Nesse modelo de corte, a lateral deve ser mais baixa e penteada para trás, mas não é preciso ser raspada. No topo da cabeça, há um volume maior de cabelo com fios levantados e bem fixados ao centro. O corte pode ter uma aparência mais “arrumadinha” ou despojada, de acordo com o estilo de cada cliente. Quiffed Back Modelo mais clássico para quem prefere manter a cabeleira longa. Usado por jovens, em uma versão mais moderna, e também por homens mais maduros. Para compor o corte, é preciso um topete generoso no topo da cabeça e laterais bem aparadas. Normalmente, é modelado para um dos lados ou para cima, com um pouco de brilho para valorizar as madeixas. O que também tem aparecido muito nas cabeças masculinas são as mechas de diferentes tonalidades: loiras, platinadas e até coloridas. Nesse ponto, a principal vantagem da tintura para homens é que fica muito mais fácil inovar nas cores, já que os cabelos costumam ser cortados frequentemente, eliminando, quase que completamente, a cor anterior. Entre as principais tendências para cabelos masculinos estão a mecha invertida, a californiana e a 3D.
> Leia mais
5 dicas de marketing para cabeleireiros
Diante de um mercado de trabalho cada vez mais acirrado, precisamos ter um diferencial e nos comunicar com o cliente. Geralmente, o profissional capacitado e atualizado, que acredita no seu potencial e zela pela qualidade do seu serviço vai tirar de letra as dicas que daremos aqui. E, então, está pronto para começar? 1- Você precisa ter total conhecimento do mercado em que atua Ou seja, antes de mais nada, precisa compreender as necessidades do público, estar atento às tendências, aos estilos, técnicas e novas possibilidades que estão sendo desenvolvidas. Nunca, em hipótese alguma, se acomode no que já aprendeu. Não ouse pensar que o conhecimento que possui é mais do que suficiente. Invista sempre em sua qualificação profissional. 2- Divulgue o seu trabalho sem cessar Não tenha vergonha, aproveite todas as oportunidades para entregar folhetos, colocar faixas com promoções de cortes ou penteados e distribuir seus cartões de visita. Escolha um dia para fazer uma promoção especial e mande convite para seus clientes. As promoções costumam ser muito bem recebidas, desde que os serviços prestados não sejam diminuídos na sua qualidade por conta do preço. Neste momento, você só está interessado em divulgar o seu trabalho com competência e excelência, o resto é consequência. 3- Invista também nas redes sociais e conecte-se com seus clientes por meio de posts Essa divulgação costuma ser muito bem aceita porque hoje em dia as pessoas utilizam muito a internet para se relacionar. Crie um grupo no Facebook, monte um site, promova a sua Fan Page e procure uma forma de ser lembrado mesmo que você não esteja de corpo presente. 4- Faça network Essa dica é muito importante também. Relacionar-se é uma das melhores formas de sermos lembrados. Esteja no maior número de eventos que puder. Com o tempo, você será lembrado e requerido, só precisa de um tempo para tornar a sua marca forte. Mas, não se engane: a sua marca corresponde àquilo que você é e faz. Por isso, seja primoroso e trabalhe com responsabilidade. 5- Conheça o seu público Pare e pense: quando algo ou alguém nos é muito valioso, o que queremos é conhecê-lo cada vez mais e melhor, não é mesmo? Por isso, trabalhar pela satisfação dos clientes é algo que faremos sem medidas. E como isso pode ser feito? Conhecendo seus gostos, necessidades e desejos. A partir daí, você terá todo suporte para trabalhar, saberá que tipo de serviço oferecer, levando em conta o poder aquisitivo desse público e suas condições de vida. Seja sempre amistoso, cuide para que este cliente fique à vontade no seu salão. Posteriormente, ele mesmo fará para você o marketing mais antigo, que é a boa e velha indicação boca a boca. Se ele sair feliz e satisfeito do seu salão, ele certamente voltará, mas não sozinho, trará um acompanhante para usufruir também de seus serviços e bom atendimento. No curso de Gestão de Salões de Beleza você aprenderá sobre marketing e muito mais! 
> Leia mais
COMO AJUDAR SUA CLIENTE A ESCOLHER UM PENTEADO
Quando a trança é a solução Tranças em diferentes versões estão no top trend da moda há várias temporadas e, em 2019, prometem surgir em alta novamente. Se a sua cliente é moderna, não hesite em sugerir uma boxer braid (trança boxeador) para ela expressar atualidade. Mas se ela é romântica, mostre como a trança embutida é capaz de imprimir feminilidade e leveza.   Coque é sempre um clássico Sua cliente é cheia de dúvidas e não consegue decidir nada? Convença-a a fazer um coque! Existem estilos versáteis do penteado, que podem ir do clássico coque baixo ou banana ao descontraído coque desfiado ou “podrinho”. Quando quiser criar uma imagem elegante, sofisticada e forte, opte por coques presos na altura média da cabeça e com acabamento “limpo”. Se a pedida é compor um look mais descolado e moderno, prefira fazer um coque grande e alto, preso no topo da cabeça. O romantismo e a feminilidade são garantidos com coques baixos.   Solto também é chique Um penteado com o cabelo solto pode ser muito glamouroso, sim. Basta trabalhar os fios para ganharem textura. Você pode fazer isso com uma escova lisa ou modelada, usando chapinha ou babyliss e produto de texturização. Se a sua cliente quiser criar uma imagem mais reservada, opte pela escova modelada. O babyliss com cachos definidos cria um visual romântico, mas também pode construir um look selvagem e mais sexy se você desmanchar os cachos com as mãos, aumentando o volume.      Saiba mais no nosso curso de Cabeleireiro Academy Hair ou visite uma unidade Embelleze mais próxima de você.    
> Leia mais
THIAGO WILLER QUINTÃO PINTO
Aos 31 anos de idade, Thiago é dono de uma barbearia na cidade Santa Bárbara do Leste, em Minas Gerais, e instrutor do curso Barbeiro Profissional no Instituto Embelleze Caratinga. Ele leva uma vida feliz, porque faz o que gosta, e está tranquilo financeiramente. Mas tudo ainda pode melhorar mais e crescer, multiplicar, segundo ele. Como assim? A história de Thiago começa em Belo Horizonte, onde nasceu. Aos 6 anos, se mudou com a família para Santa Bárbara do Leste e, tempos depois, acabou voltando para BH. Lá, comandou uma confecção de roupas que abriu junto com a mãe, mas o negócio fechou e todos retornaram para Santa Bárbara novamente. No pequeno município mineiro, Thiago conseguiu um emprego de gerente de agropecuária e trabalhou lidando com produtos agrícolas durante 4 anos. Um dia, caminhando na hora do almoço no centro da cidade, Thiago recebeu um panfleto de divulgação dos cursos ministrados no Instituto Embelleze e logo se interessou pelo Barbeiro Academy Hair. Chegou a ligar para o telefone de contato para se informar e saber mais sobre as aulas, mas só se decidiu por investir dois anos depois... Por que a demora? “Fiquei ‘namorando o curso’, porque tinha receio de partir para uma nova área. Sempre gostei de arte, beleza, moda e estética e acho que o barbeiro, ou o cabeleireiro, são profissionais que expressam a arte. Quando você muda o cabelo ou o visual de uma pessoa, você está expondo a sua arte e isso me encanta”, diz Thiago. A partir desse desejo, ele finalmente iniciou o curso do Instituto Embelleze Caratinga em janeiro de 2017.   Foto: Renato Alcântara   De aluno a barbeiro profissional a jato Sua dedicação extrema com os estudos (devorava as apostilas do curso e ainda praticava corte de cabelo em casa), levou o rapaz a ter um ótimo desempenho e a ficar um passo a frente dos outros alunos. Com tanta garra e disposição, após quatro meses de curso, Thiago se sentiu motivado a abrir a própria barbearia. “No curso, a gente vê a possibilidade de ser um colaborador, de abrir o próprio negócio, de ser um educador... Tem várias opções de segmento dentro da área. Basta você ter determinação para alcançar o que quiser. Aliás, essa é a minha dica para quem está começando: ter determinação!”, comenta Thiago. A barbearia Senhor Quintão tem dois anos de mercado e Thiago conta com a ajuda do irmão no negócio. “Ele está fazendo o curso de barbeiro profissional no Instituto Embelleze para se habilitar e eu dou aulas para ele!” Isso mesmo, a capacitação de Thiago somada à prática acabou levando-o a ser instrutor do curso de barbeiro na unidade de Caratinga: “dou aulas para duas turmas”. Retorno recompensador Além da condição financeira de Thiago ter melhorado com a nova profissão, o sentimento de realização também aumentou. Embora ele já tenha alcançado tanta coisa em tão pouco tempo, pretende fazer novos cursos, participar de workshops, enfim, aprimorar os seus conhecimentos para ajudar outras pessoas a virarem o jogo e terem uma carreira mais feliz. “Em relação ao futuro, eu só penso em crescer cada dia mais na profissão e ser uma pessoa que possa passar conhecimento, ajudando outras pessoas a se capacitarem. Tenho um sentimento de querer mudar as pessoas através da beleza. Pretendo ainda crescer dentro do Instituto Embelleze. Tenho muito contato com gente que quer melhorar de vida, que quer buscar uma nova perspectiva e os vários cursos do Instituto proporcionam isso”, revela Thiago. Mas Thiago pretende fazer tudo isso sem deixar os seus clientes de lado: “Quero continuar atendendo a todos em minha barbearia, porque amo o que faço”.   Foto: Renato Alcântara 4 dicas de mestre Para quem quer ser um barbeiro profissional de sucesso, como Thiago, preste atenção nas dicas do próprio especialista: Nunca desista de um sonho, de uma ideia. Se você está querendo entrar na área da beleza, entre de corpo e alma, para fazer a diferença, para você poder fazer parte da vida de pessoas. A partir do momento que você abre um negócio, você passa a fazer parte da vida de muita gente e tem influência direta na autoestima, na felicidade delas. A troca de energia com o cliente passa a fazer parte da nossa vida e a boa relação traz sucesso. Quando uma pessoa permite que você corte o cabelo dela, ela está te dando intimidade e isso tem um valor enorme, é precioso e pode resultar em fidelização. Exponha o seu trabalho. Cada vez que eu posto nas redes sociais um novo corte que eu fiz num cliente e recebo um monte de elogios, o sentimento de gratidão é enorme. Sem falar que é bom para a nossa projeção profissional.
> Leia mais
BARBOTERAPIA: O TRATAMENTO DA VEZ
Não é só um bom corte de cabelo o responsável pela beleza masculina. A barba também conta, porque faz parte do conjunto do rosto. Uma barba malfeita pode fazer um lindo corte passar despercebido. Para você que tem interesse pessoal ou profissional no assunto, se liga na barboterapia. Já ouviu falar? O QUE É BARBOTERAPIA É uma técnica que modernizou o jeito antigo de fazer a barba, cuidando dos pelos da face com um conceito de spa. Na barboterapia, além do corte e apara da barba, o profissional faz esfoliação e hidratação da pele com toques de relaxamento, o que ajuda a evitar o ressecamento, diminuir o aparecimento de pelos encravados e acelerar cicatrizações. É aquele empurrãozinho que faltava pra quem tem barba grande não passar a impressão de uma aparência relaxada e, pra quem exibe a barba curtinha ou zero, manter a pele hidratada, saudável e livre de irritações. O método traz uma série de benefícios para o cliente, pois o tratamento é individualizado e realizado de acordo com as necessidades de cada pessoa. Os produtos e materiais utilizados pelo barbeiro são específicos para a barboterapia — os itens facilitam o barbear, ajudam a pele a se restabelecer e a ainda dão conforto e bem-estar ao cliente. O resultado do tratamento é uma barba perfeita, bem alinhada e em harmonia com os traços do rosto. A barboterapia é uma excelente técnica para fidelizar os clientes que procuram cuidar da barba de maneira especial (diferente do básico que se faz em casa) e ainda por quem busca no cuidado um momento de bem-estar.     Quer aprender técnicas variadas para atender com excelência seus clientes? Então conheça o curso de Barbeiro ou visite uma unidade do Instituto Embelezze mais próxima de você.
> Leia mais
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2019 · Todos Direitos Reservados