Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza

Tag: curso de cabeleireiro

Suelen Cardoso dos Santos
As dificuldades podem nos trazer aprendizados. Essa é uma das maiores lições que Suelen, mãe da Myrella, de 5 anos, aprendeu recentemente e que já mudou a vida dela – para melhor! Desde que se casou, há 10 anos, ela vivia uma rotina igual a de muitas brasileiras: cuidava da casa, da família e dependia do marido como único provedor. No entanto, o esposo não tinha emprego fixo, fazia “bicos” e, com o nascimento da filha, Suelen se viu diante de uma realidade difícil. Foi aí que seu espírito de mulher guerreira começou a aflorar e os primeiros sinais de empoderamento feminino surgiram... Em 2014, ela abriu na varanda de casa uma míni lanchonete para ajudar no orçamento. O estabelecimento durou alguns anos, mas os obstáculos se tornaram maiores e ela foi obrigada a fechar o pequeno negócio. Mas como os empecilhos fazem parte do trajeto para conquistar sonhos, Suelen não se deixou abater. Nesse meio tempo, teve outra ideia: fazer escova nos cabelos das vizinhas e conhecidas para aumentar a renda. “Sempre gostei de beleza, especialmente de cuidados com cabelo, então exercia essa função com muito prazer. Na verdade, eu sempre quis ser cabeleireira profissional, mas nunca achei que fosse ter condições de chegar lá”, lembra Suelen.   Atitude transformadora Em 2018, os bons ventos começaram a soprar para a família de Suelen e seu esposo, finalmente, conseguiu um emprego e salário fixo. Admirador da garra da mulher, o marido de Suelen quis retribuir a parceria e o carinho dela oferecendo o custeio de um curso de cabeleireiro profissional. Porém, Suelen não tinha ideia de como poderia se capacitar e achava a realidade distante. Ela procurou alguns cursos no Rio de Janeiro, onde mora, mas nada a interessava ou chamava a sua atenção. “Até que um dia, passando pelo calçadão de Duque de Caxias, ouvi um rapaz falando sobre os cursos do Instituto Embelleze. Na hora me interessei em saber mais e resolvi ir até a escola conhecer o método de perto. Com muita dificuldade e dinheiro contado, fiz a matrícula, comprei o material e iniciei as aulas. Durante o curso, minha mente começou a mudar e fui vendo o quanto eu era capaz de aprender! Essa sensação, somada ao apoio da minha família, fez eu me sentir uma supermulher, com autoestima elevada. Dou o máximo de mim em sala de aula e no estudo das apostilas para aprender e reter o conhecimento”, conta Suelen. Embora ainda falte alguns meses para ela concluir o curso de cabeleireiro profissional no Instituto Embelleze, Suelen já tem uma carteira de clientes que atende em domicílio e vem ganhando dinheiro para sustento próprio. Hoje, paga sozinha o curso (o marido só banca os custeios da casa) e ainda consegue poupar!   Exemplo de empoderamento feminino e empreendedorismo Cada módulo do curso concluído é uma etapa de sucesso para Suelen. “No início desse processo de capacitação eu tinha alguns pensamentos pequenos, achava que ia me formar para trabalhar para os outros. Mas conforme vou avançando e aprendendo mais do que os procedimentos técnicos e estéticos, vejo que não preciso trabalhar para ninguém além de mim, consigo enxergar que sou capaz de ser dona do meu próprio salão”, afirma a jovem. “Minha vida é corrida, como de toda mulher e mãe, pois cuido da casa, levo minha filha à escola, estudo... Mas o que me alegra é que, hoje, com os recursos financeiros que tenho, já estou empreendendo e terminando a construção do meu salão de beleza. Sim, na varanda de casa, onde tudo começou! Me sinto muito feliz em ter a oportunidade de dar à minha filha tudo o que eu não tive e mostrar para ela que nós, mulheres, podemos nos capacitar, ser bem-sucedidas e não precisar depender de ninguém. Quero dar à minha filha o exemplo de que toda mulher é capaz de ter uma profissão, de ser independente, empreendedora e feliz”, finaliza Suelen.   Gostou do exemplo da Suelen? Então compartilhe com outras mulheres como elas podem alcançar o empoderamento feminino! Para se tornar uma empreendedora de sucesso, conheça as 5 atitudes da mulher empreendedora.  
> Leia mais
Onete Gomes do Nascimento
“Eu trabalhava numa empresa havia 10 anos. Tinha uma situação estável, salário em dia, uma vida razoavelmente tranquila. Vaidosa que sou, andava sempre arrumada e tinha um cuidado especial com o meu cabelo. A vontade de conhecer mais sobre o assunto me levou a me matricular num curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze de Brasília, cidade onde moro. Eu tinha 36 anos e estava indo bem, no entanto, eu não conseguia muito conciliar a rotina de trabalho, casa e curso, daí resolvi trancar as aulas e fazer uma pausa para me organizar.” Mudança de planos “O problema é que três anos depois aconteceu um corte enorme de funcionários na empresa onde eu trabalhava e, infelizmente, eu estava na lista de demissões. Confesso que fiquei desesperada, pois eu era mãe solteira e tinha duas filhas para sustentar. Foi um período muito difícil, eu procurava emprego todos os dias e não encontrava nada, nenhuma vaga. Diante desse cenário, resolvi retomar o curso de cabeleireiro, porque percebi que ali eu talvez tivesse uma chance de construir uma nova carreira  e ter trabalho. A coordenadora e professora da unidade, Rayane Rodrigues, me deu a maior força e me incentivou bastante quando eu pensei em desistir.” Garra e determinação “Assim que me formei como cabeleireira profissional estava cheia de esperança. A Rayane foi muito parceira e logo me encorajou a abrir meu próprio salão de beleza. Fui em frente e, juntamente com uma sócia (outra ex-aluna), coloque de pé o sonho do negócio próprio. Trabalhamos durante dois anos em sociedade, mas não deu certo e acabamos fechando o empreendimento. Fiquei um ano em casa e aproveitei para me reciclar e fazer novos cursos no Instituto Embelleze: designer de sobrancelhas, manicure e depilação. Depois dessa fase, consegui um emprego num salão e adquiri mais experiência.” Vida nova “Há dois anos, mais segura e com uma boa bagagem profissional, abri outro salão de beleza — agora sozinha. E os negócios estão indo de vento em popa! Estou até concluindo dois novos cursos no Instituto Embelleze: o de maquiagem e penteado. Hoje, os 43 anos, sustento minha família, com cinco pessoas, por meio do meu trabalho. Felicidade é pouco!”
> Leia mais
Corte curto para lisos e cacheados
Quando uma mulher decide ir ao cabeleireiro para fazer uma mudança radical, a responsabilidade do profissional é imensa. Afinal, ela está entregando a “vida” dela nas mãos dele e, se arrepender depois, significa esperar muitos meses até os fios crescerem — e você não quer pagar o preço, né? Influenciadoras não faltam na mídia para estimular lisas ou cacheadas a passar a tesoura no cabelo! As atrizes Deborah Secco, Fernanda Paes Leme, Bruna Marquezine, Agatha Moreira, Mariana Rios, Leandra Leal e Regiane Alves se encheram de coragem, tosaram as madeixas e causaram o maior frisson. Deborah Secco ainda foi mais longe: além de encurtar, platinou os fios — uma supertendência em coloração nesta temporada. O sucesso do curtinho não é de hoje... O pixie, ou o bom e velho Joãozinho, já fez uma revolução nos anos 1950 quando as eternas divas Audrey Hepburn e Elizabeth Taylor aderiram ao visual, quebrando paradigmas. Depois disso, o corte teve seus altos e baixos durante as décadas, mas chegou aos 1990 com força. “Na época, Winona Ryder, Gwyneth Paltrow e Halle Berry estavam no auge de suas carreiras e investiram no pixie cut trazendo a ele um ar mais moderno, com muita textura e desfiado”, lembra Rafaella Coffoni, analista de produtos do Instituto Embelleze (SP). Atualmente, o corte curto pixie volta com tudo e promete ser a tendência das próximas estações. O short bob, ou o Chanel batidinho, é uma releitura do long bob, que esteve em alta nas temporadas passadas: mais curto, na altura do queixo, assimétrico e cheio de atitude. Nos anos 1950 e 1960, Marilyn Monroe e Jackie Kennedy já usavam o short bob, mas com menos textura, camadas e desfiados. A finalização do corte no estilo messy hair (aquele cabelo bagunçadinho de propósito sabe?!) traz um ar despojado ao visual que tem tudo a ver com o momento em que vivemos de empoderamento feminino. Pixie cut para todas Existem muitas variações do corte curto pixie cut: com franja longa ou curta, desfiado, texturizado, com a lateral raspada... bem curtinho, como o boyish, ou um pouco mais longo, cobrindo as orelhas. As possibilidades são muitas! O pixie cut é um corte que pode ser feito em mulheres de todas as faixas etárias e em qualquer tipo de cabelo: liso, ondulado, cacheado ou crespo. Nos cacheados e crespos, é importante usar, no dia a dia, produtos que tratem e modelem os fios, como os ativadores de cachos. Vale lembrar que o pixie cut vem sendo muito adotado por mulheres crespas que estão em transição capilar. “No momento do big chop, ou seja, do ato de cortar toda a parte do cabelo com química (de alisamento, progressiva, relaxamento), elas investem no cabelo curto cheio de estilo”, diz Rafaella. Assim, ficam com o visual bonito até que os fios voltem a crescer de forma natural e saudável.     Short bob para todas Assim como o pixie, o short bob fica bem em mulheres jovens e maduras e em todos os tipos de cabelo. Mas, aqui, também é essencial apostar nos finalizadores e ativadores de cachos na hora de pentear os crespos e encaracolados. A característica do short bob são as pontas desconectadas, o que traz bastante textura ao look. Cabelos muito volumosos se beneficiam do corte curto short bob, pois o corte em camadas ajuda a controlar os fios.     Aprenda as técnicas dos cortes Interessado em saber mais detalhes desses dois cortes e dominar as técnicas para oferecer às suas clientes? Na grade de aulas do curso de cabeleireiro profissional do Instituto Embelleze você aprende o pixie cut e o short bob, além de muitos outros cortes. Técnicas avançadas de finalização e texturização de cortes e penteados são ensinados no curso de especialização de design em cortes femininos do Instituto Embelleze. 
> Leia mais
Guia de cores de cabelo 2019
Embora a coloração do cabelo da atriz Juliana Paes esteja fazendo o maior sucesso, os castanhos não reinam absolutos nesta estação. Também são destaque as cores de cabelo loiro, vermelho e preto. Outra novidade são as luzes marcadas em tons que contrastam aos de base para iluminar o visual. Há opções para quem prefere nuances naturais, exóticas, suaves ou intensas. Animada para mudar o visual? Então preste atenção neste conselho: quem vai fazer uma mudança radical ou quer dar um efeito especial aos fios nunca deve arriscar a tingir o cabelo em casa. Procure um profissional qualificado para avaliar as condições das suas madeixas e determinar a melhor técnica para realizar a transformação sem danos, ok? Só para ter uma ideia dos perigos, se a estrutura capilar estiver muito danificada ou porosa, a nova coloração pode ficar manchada, pois algumas mechas absorvem mais o pigmento do que outras. É importante fazer uma hidratação prévia com produtos identificados como pré-colorantes, que promovem o fechamento das cutículas. Depois de colorir, é necessário selar a cutícula e neutralizar os resíduos oxidantes das tinturas. Conheça a seguir as cores de cabelo que vão atualizar a sua aparência e tudo o que é necessário levar em conta na hora de sugerir uma transformação para a sua cliente, se você é cabeleireiro profissional. Loiros em alta Clarear o cabelo é ainda mais arriscado sem a supervisão de um cabeleireiro — os castanhos, por exemplo, podem ficar alaranjados! Outro cuidado para quem pretende ficar loira é fazer retoques mensais para deixar o loiro luminoso. Além disso, usar no dia a dia um xampu antioxidante para o tom não ficar esverdeado ou amarelo. Uma vez por semana aplique uma máscara hidratante para evitar a secura. Escolha agora um loiro para chamar de seu... Manteiga ou neutro Nem platinado, nem escuro quente: o loiro do inverno que já conquistou famosas, como Sophie Turner, Jennifer Lawrence, Hailey Baldwin, Elsa Hosk e Khloe Kardashian, está próximo do bege, areia, nude e perolado. “É o meio do caminho entre o loiro platinado e o loiro escuro. Para alcançar o perfil neutro, é feita uma combinação de nuances quentes e frias. A fusão resulta em um visual sofisticado, com muita luminosidade”, explica Jackson Nunes, hairstylist do In Beauty Luxury, em Campinas (SP). Além de dar um aspecto moderno e delicado, as cores de cabelo neutras valorizam todos os tipos de pele e não exigem muita manutenção, uma vez que as técnicas de coloração visam deixar um efeito de clareamento natural dos cabelos.   Fotos: Reprodução   Platinado Os fios claríssimos, quase brancos, com fundo acinzentado (também chamados de loiro frio ou gelo), são tendência. A opção é perfeita para quem já tem o cabelo descolorido. Para o resultado ficar bonito, o ideal é manter a raiz escura e criar uma transição bem esfumada. Essa técnica também ajuda a diminuir a necessidade de retoques. Depois da coloração é fundamental aplicar xampu roxo, que possui concentração de pigmento violeta: ele neutraliza reflexos indesejados e mantém o platinado radiante.  Fotos: Reprodução/Pinterest e Shutterstock   Loiro mel Quem já é loira ou tem fios castanho-médio pode conquistar facilmente o loiro mel da temporada. No caso de fios mais escuros, é necessário descolorir e depois tonalizar para atingir o resultado, o que acaba danificando muito o cabelo. A tonalidade mais quente pode ser aplicada por igual em toda a cabeça ou aparecer em mechas sutis, com a raiz esfumada. Assim não dá para perceber onde o clareamento começa.  Foto: Shutterstock   CASTANHOS CHIQUES O castanho e suas variantes caem bem em todos os tons de pele, das branquinhas às morenas, e combinam tanto com o inverno quanto com o verão. Nesta estação eles estão mais badalados do que nunca, graças à tendência dos tons terrosos. Pintar as madeixas de castanho não tem segredo, mas caso você se sinta segura para dar um passo além da coloração uniforme, pode testar a técnica da marmorização. Ela ilumina as mechas que emolduram o rosto e outras, no meio do cabelo, quebram o visual chapado. Confira os castanhos que são trend entre as cores de cabelo da moda — um deles está no vídeo de antes e depois, no final deste post, realizado pelo professor Mychael Alcântara, do curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze unidades Praça da Sé e Tatuapé (SP). A transformação foi inspirada no castanho desejo da atriz Juliana Paes na novela A Dona do Pedaço.  Castanho terroso Os tons do deserto são a opção perfeita para deixar o cabelo loiro-escuro mais quente e glamouroso. A ideia é usar alguns marrons para ressaltar vários pontos de luz em toda a cabeça. E foi o que o cabeleireiro Felipe Freitas, do FIL Hair & Experience, fez na atriz Juliana Paes, a Maria da Paz de A Dona do Pedaço. Ele aplicou as tonalidades terrosas com a técnica balayage, que cria mechas finas por quase todo o cabelo. Foto: Divulgação   Caramelo Essa versão iluminada da cor pode tingir luzes no cabelo castanho-claro, médio ou escuro, porque não cria um contraste muito marcante. É perfeita para ressaltar a cor de base.  Foto: Reprodução/Pinterest   Chocolate Quer continuar morena? O chocolate é a sugestão ideal para quem deseja sair do preto, mas sem cair no loiro. Para a cor de cabelo ficar glamourosa, intercale mechas marrons de tonalidades mais claras com escuras.   Fotos: Reprodução/Pinterest   Cold brew coffee A inspiração para essa nuance é uma bebida de mesmo nome, um café gelado com aparência semelhante ao refrigerante de cola. A coloração é um castanho com um pouco de vermelho e mogno. O cold brew dá um efeito iluminado lindo e sofisticado ao cabelo escuro.   Fotos: Reprodução/Pinterest   PRETO MARCANTE A tonalidade mais escura da cartela de cores de cabelo volta à cena depois de décadas. Como se fixa bem em fios claros, como castanhos e loiros, o preto tem alto poder de cobertura. No entanto, se você tem luzes ou mechas, o recomendado é descolorir antes para que o preto fique uniforme. Veja qual é o matiz de preto que está em alta... Preto azulado Essa tonalidade clássica volta à cena depois de décadas! Ela tem reflexos acinzentados e, por isso, ganha o aspecto azul, principalmente sob o sol. O cinza acaba deixando a cor fria e mais intensa que o preto natural, o que também evita que os fios desbotem para o vermelho. A numeração 1 depois do ponto indica que o reflexo é acinzentado, ok?   Foto: Reprodução/Pinterest   RUIVOS E VERMELHOS Os pigmentos avermelhados são partículas grandes que têm dificuldade de se instalar dentro do fio. Eles acabam se fixando superficialmente e se desprendem com mais facilidade. Por isso, cabelo vermelho se torna gradativamente loiro-dourado ou alaranjado com as lavagens. Anote os cuidados: não lave os fios mais do que três vezes por semana, use xampu neutro, não esfregue o cabelo molhado com intensidade na toalha e invista em produtos especiais para ruivos e vermelhos, que realçam mais a cor. Fique por dentro das principais tendências de cores de cabelo!  Blorange ou ruivo pessego Ousado, o tom alaranjado com nuances de rosa e dourado já fez a cabeça de muitas mulheres. É uma cor de cabelo fantasia, perfeita para quem busca uma transformação radical. Para conquistá-la, o primeiro passo é descolorir os fios.   Fotos: Reprodução/Pinterest   Ruivo acobreado Para alcançar o tom, esqueça as nuances de vermelho e laranja. O pulo do gato é manter o seu fundo de cabelo natural e matizá-lo com reflexos acobreados. A técnica pega melhor em quem é loira ou tem cabelos castanhos-claros.     Foto: Reprodução/Pinterest   Vermelho carmesim Forte, brilhante e profundo, esse vermelho não é nada discreto. Cabelos do castanho ao preto necessitam de descoloração seguida de tonalização. Diminuir a frequência das lavagens é essencial para segurar o tom.   Foto: Shutterstock   Técnicas para aplicar as cores de cabelo da moda Os métodos de aplicação das tinturas vão se aperfeiçoando e mudando conforme as tendências em alta. Conheça o que vem por aí... Luzes marcadas O que antes era tido como artificial agora é moda. As luzes bem marcadas, especialmente na parte da frente do cabelo, ajudam a iluminar o visual. Esfumado degradê A técnica é indicada para quem quer clarear o cabelo sem radicalismo, já que a raiz fica mais próxima da cor natural e vai clareando gradativamente pelo comprimento até as pontas. A combinação de luz e sombra realça o movimento do cabelo e tem a vantagem de exigir menos retoques. Ombré hair Perfeita para ser feita na coloração loiro mel da moda, o ombré ilumina apenas as pontas dos fios. Haircontour É um método inspirado na famosa maquiagem de contorno e funciona como uma moldura, feita de acordo com o formato de rosto de cada mulher. Alguns pontos da cabeça são iluminados (com técnicas de clareamento à mão livre — hands free) e outros são sombreados (com tinturas ou tonalizantes escuros). Se você quer disfarçar a testa grande, evite descolorir os fios da raiz próximos à área. Quer valorizar o bocão? Faça um degradê de luzes a partir das têmporas.        
> Leia mais
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2019 · Todos Direitos Reservados