Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Cabelo

PENTEADOS PARA NOIVAS
Penteados para noivas clássicas Não abre mão do tradicional? Ok, mas adicionar detalhes atuais pode fazer toda a diferença no resultado. O penteado pode ser solto ou preso, acompanhado de tiara ou coroa e véu. O coque é sempre uma opção para noivas tradicionais. Ele pode ser no modelo banana, bem polido e alinhado, ou mais desestruturado, numa releitura. Para garantir o visual desconstruído, antes de prender lave o cabelo e deixe os fios secarem naturalmente. Depois de secos, desfie as mechas do topo para dar volume à raiz e aplique spray fixador. Prenda o coque banana penteando os fios superficialmente para não eliminar a textura “bagunçada”. Outro preso que faz sucesso para as noivas clássicas é o coque inspirado nos anos 1940, com volume no topo da cabeça ou baixo — no centro ou na lateral da nuca. Opte pelo coque alto se quiser acrescentar alguns centímetros à sua estatura e também se a intenção for alongar o rosto.   Penteados para noivas românticas As adeptas desse estilo podem escolher entre o visual campestre, sempre romântico, e o princesa. Vale coque banana, coque trançado, coque com mechas, coque com detalhes embutidos... E também vale trança clássica, lateral, com mechas soltas e texturizadas, no estilo espinha de peixe, coroas de trança... O solto e o semipreso também podem ser uma opção. O que vai determinar se é uma noiva romântica do campo ou princesa são os acessórios: para a primeira, flores delicadas, como miniorquídeas e minirrosas; para a segunda, coroas tradicionais, estilo princesa. Uma dica para quem vai usar flores é escolher as espécies da temporada para se manterem impecáveis durante toda a cerimônia.   Penteados para noivas modernas Para as noivas que querem fugir do tradicional, a tendência é um visual mais urbano e descolado. Para uma pitada de modernidade no cabelo, opte pelo preso ou meio-preso com fios bem texturizados. O coque baixo também deixa o visual despojado, sem perder a classe. Se o seu desejo é um cabelo solto, invista no glamour das ondas marcadas, no estilo old Hollywood. Inspirado nas divas dos anos 1950, o look é mais indicado para casamentos em lugares fechados, assim você não corre o risco de ter as ondas desmanchadas pelo vento. O solto com ondas pode ser preso lateralmente e adornado com um acessório lindo.   Penteados para noivas naturais Cabelo solto é a primeira sugestão para noivas que são despojadas. Um penteado com fios soltos, volume no topo e o movimento de ondas, tipo beach hair, são apostas certeiras. Flores são perfeitas para arrematar o look. Fios cacheados, crespos e ondulados não devem ser alisados, ok? A textura natural ajuda a dar o visual natural que você está procurando. Basta tratar o cabelo para ele parecer saudável e bonito no grande dia. Mousse, difusor e babyliss são seus aliados na hora de pentear. Você pode usar os cachos soltos, definidos, ou optar por coques soltinhos e desestruturados. O semipreso lateral também é um luxo. Ainda há o cabelo trançado como sugestão para a sua cerimônia. A naturalidade no visual também pode ser obtida com o moderno estilo boho chique. Ele é estilizado por tranças, coques baixos (como o chignon), coques com tranças e o semi preso trançado. Vale destacar que no boho a trança tem sempre os gominhos folgados e o acabamento dos fios é levemente desalinhado. Seja qual for o penteado escolhido, aposte em arranjos, véu e grinalda leves.   Penteados para noivas retrô Ondas, coque baixo, adornos com pedrarias, pérolas, plumas e casquetes fazem parte do charmoso universo vintage. O coque baixo pode ter torções delicadas e detalhes bem desenhados para imprimir elegância ao look. O adereço de cabeça pode envolver bastante o penteado ou dar apenas um toque lateral. Uma dica para ficar bem retrô é usar joias de família no penteado, como um broche ou um colar que pode se transformar em tiara. Se quiser seguir uma referência para não se perder no estilo, dê uma olhada nas pin-ups, que traziam cabelos ondulados e bem polidos, numa mistura de clássico e romântico. Gostou das ideias de penteados para noivas? Confira também dicas de maquiagem para noivas.
> Leia mais
COQUE ALTO: COMO FAZER O PENTEADO BÁSICO E PARA FESTA
O coque alto, ou top knot, como é chamado lá fora, foi o escolhido pela atriz Zendaya para glamourizar no Oscar 2019. Ela optou por uma versão bem minimalista, ou seja, com o cabelo bem puxado para cima e num torcido simples. Mas não foi só ela que exibiu o penteado na festa: a atriz Laura Harrier também surgiu com o coque no topo, porém num look mais romântico, com divisão central e fios soltos nas laterais do rosto; e Lady Gaga apostou no top knot vintage, com referência no coque-banana. Mais recentemente, a marca Chanel fez do coque alto o penteado único das modelos que desfilaram na semana de moda-inverno de Paris. Totalmente inspirados nos anos 60, as torções não tinham acabamento impecável para parecer bem fashionistas. Seja qual for a aparência dos coques — bem enroladinhos ou “desabados” —, uma coisa é igual para todos: cabelo puxado para cima, bem no centro do topo da cabeça. A vantagem do penteado, é que ele pode ser feito em qualquer tipo e textura de cabelo, não tem restrição de idade e vai do básico ou despojado ao sofisticado num piscar de olhos. No dia a dia, é uma ótima opção para variar com o rabo de cavalo. Coque alto básico O look do dia pode ser despojado e ter até um aspecto bagunçadinho. 1.    Com uma escova, puxe todo o cabelo para cima e prenda a mecha com um elástico fino (pode ser do tipo silicone). 2.    Se o seu cabelo é crespo ou cacheado, simplesmente enrole a mecha do rabo em volta do elástico e prenda com grampos escondidos. Não se preocupe em deixar um acabamento perfeito do torcido. 3.    Se o seu cabelo é liso ou fino, dê uma encorpada nos fios do rabo, desfiando-os com pente-fino ou aplicando um spray de xampu a seco ou um beach wave. Em seguida, passe a escova superficialmente no cabelo e enrole-o fazendo o coque. 4.    Jogue um pouco de spray fixador na frente e nas laterais do penteado e passe as costas do pente-fino sobre os fios para eliminar frizz e dar um acabamento melhor. 5.    O seu coque básico pode ser bem apertadinho ou com a raiz mais frouxa, você decide. Também pode ser enrolado com todos os fios no lugar, parecer “podrinho” ou ser inspirado no coque nó. Inspire-se nestas propostas...     Coque alto para festa Para uma ocasião que exige glamour, como casamento e formatura, prefira um visual bem polido e charmoso. 1.    Antes de prender o cabelo no alto, aplique um pouco de mousse para ajudar a dar volume e textura aos fios e controlar o frizz. 2.    Penteie o cabelo para cima, com uma escova, puxando bem os fios. Prenda a mecha com elástico fino de silicone. Se você quiser uma aparência mais suave e delicada, antes de fazer o rabo alto, separa duas mechas laterais para deixá-las soltas contornando o rosto. 3.    Na hora de prender o rabo num coque, as opções para festa são várias. Você pode enrolar o cabelo bem rente ao elástico, sem deixar nada frouxo, formando um rolinho pontudo e alto. Pode fazer um rolo mais achatado, tipo donut. Há ainda a opção de dividir a mecha do rabo e criar rolos largos. Ou enrolar a ponta do rabo para dentro, apoiar o coque sobre o elástico e embutir tudo com grampos. 4.    Finalize borrifando spray fixador em todo o penteado. Inspire-se nestas propostas...     
> Leia mais
Recupere o cabelo dos danos do verão em 30 dias!
O fio de cabelo é composto por cutículas, que são formadas por placas de queratina (um tipo de proteína) sobrepostas como escamas de peixe. Com movimento próprio, elas abrem e fecham. Se você não protegeu o cabelo devidamente sob o sol, deixou a porta aberta para que os raios ultravioleta, mais os resíduos de sal, cloro e areia se acumulassem no interior da haste, permitindo que essas placas se desestruturassem. O resultado você vê agora, no espelho... fios fracos e quebradiços, opacos, arrepiados, ressecados, manchados, com pontas duplas e toque áspero. Credo! Mas também não é para se desesperar ou perder a cabeça, porque, segundo os especialistas, é possível sim recuperar a vida e a maciez das madeixas rapidamente, em mais ou menos um mês. Identifique o problema do seu cabelo ou dos fios da sua cliente e vá à luta! O loiro ganhou reflexos esverdeados e o castanho está avermelhado? O cloro e o sulfato de sódio da água da piscina reagem com o tom amarelo dos fios, tornando-os verdes. Nos castanhos, o resultado são nuances avermelhadas ou pontas mais claras. A primeira providência é fazer uma limpeza profunda com um xampu antirredíduos para eliminar resquícios dos agentes químicos. Depois, aplique um tonalizante sem amônia para uniformizar a cor e um bom hidratante ou máscara reconstrutora. Isso vai disfarçar o problema por algumas semanas, mas depois é necessário recorrer à ajuda de um profissional para corrigir o tom definitivamente. “No dia a dia, procure usar xampu e condicionador com proteínas do trigo, que auxiliam na manutenção da cor”, indica Dione Antunes, coordenadora técnica da Embelleze Salon. A cor desbotou? Os raios solares penetram na fibra capilar e degradam o pimento que lhe dá cor, não importa se o cabelo é natural ou tingido. Algumas vezes o reflexo provocado pelo sol é até bem-vindo — nas loiras naturais sobressaem as mechas douradas. Mas há casos em que os efeitos acabam sendo contrários. As mechas vermelhas, por exemplo, podem ficar alaranjadas e as castanhas e as loiras tingidas tornam-se sem vida. Daí é hora de garantir a saúde dos fios novamente com alguns cuidados especiais. Anote: primeiro reavive a cor com um xampu tonalizante (num tom próximo ao do seu fio), que também restaura o brilho e reforça os reflexos. Depois, para não correr o risco de ficar desbotado outra vez, proteja o cabelo com leave-in formulado com filtro solar. O problema são fios super-ressecados? Todos os agentes típicos do verão roubam a umidade natural do cabelo. É o caso do sol, do mar da piscina, do vento e até do atrito do fio com a areia. A aparência é de mechas opacas e ressecadas. Com o calor a gente tende a lavar mais o cabelo e isso também retira a oleosidade natural. Resultado: o couro cabeludo tem dificuldade de produzir a gordura que o cabelo precisa e pode, inclusive, provocar descamação. “O uso de xampu com ingredientes hidratantes, como o óleo de Argan ou o de coco e a lanolina, ajuda a reverter o quadro”, diz Dione. Para acelerar o processo de recuperação, a expert recomenda substituir o condicionador após a lavagem por uma máscara de hidratação composta por ácido hialurônico, um excelente repositor de umidade e formador de película protetora, ou óleos vegetais de abacate, coco ou oliva. “Uma possibilidade é aplicar o condicionador após a máscara para conferir ainda mais emoliência aos fios”, garante Dione. Uma a duas vezes por semana, aposte numa máscara reconstrutora. Só para você entender a importância, os hidratantes reagrupam as cutículas e aumentam o brilho e a maciez, quanto os reconstrutores repõem as proteínas (queratina e aminoácidos) perdidos.   O fio liso insiste em ficar fora do lugar? Uma das causas do liso ficar arrepiado e rebelde durante o verão é a umidade do ar. Ela aumenta a eletricidade, além disso, o sal da água do mar e o cloro da piscina retiram a oleosidade natural, deixando os fios desidratados e mais ásperos. A saída é fazer hidratação uma vez por semana e, no dia a dia, usar produtos que diminuem a eletricidade estática. Xampu e condicionador à base de ceramidas ou queratina são capazes de nutrir o cabelo e dar um bom efeito. Outro cuidado é investir, diariamente, em um leave-in e usar máscara de hidratação profunda semanalmente. O crespo está arrepiado? O formato espiralado do fio cacheado dificulta a chegada da oleosidade natural — que sai do couro cabeludo — até as pontas. Por isso, de forma geral, os crespos são mais ressecados. Os agentes externos, como a escovação, a umidade do ar mais intensa, o sol, o cloro da piscina, a água do mar e o atrito do cabelo com o vento vão piorando ainda mais a situação, pois torna o fio poroso e, consequentemente, volumoso. Lavar os fios com xampu formulado com queratina, pantenol ou aloe vera é fundamental para ajudar na hidratação. Use também leave-in e reparador de pontas para dar um pouco mais de peso ao cabelo e evitar o frizz. Acabou o brilho? O fio só vai conseguir refletir a luz se a superfície estiver uniforme, retinha, com as cutículas (escamas que protegem a fibra capilar) fechadas. Mais: também não pode ter proteína faltando. Para que isso aconteça, você tem que fazer hidratação semanalmente. “Um tratamento selante, que alinhe as cutículas, também é indicado. Pode ser feita uma cauterização ou carga de queratina”, diz Dione. Quando quiser resultados imediatos, lance mão dos sprays e séruns de brilho — eles têm efeito temporário (lavou, saiu), mas são perfeitos para dar uma iluminada no visual e garantir a impressão de cabelo bem cuidado. Estão aparecendo pontas duplas? Nesse caso, infelizmente, não há conserto. A única solução é passar a tesoura! Mas dá para disfarçar o problema enquanto você não corta: “cole” as pontinhas bifurcadas (úmidas ou secas) aplicando cosmético à base de silicone na formulação — de quebra, eles aumentam o brilho e a maciez.   Cabelos na UTI Quando os fios estão ultradetonados a melhor coisa a fazer é um tratamento de choque no salão para regenerá-los. Ele hidrata, nutri e reconstrói a fibra capilar de forma eficiente e duradoura. São usadas máscaras de hidratação profunda com ingredientes nobres e em alta concentração. Os efeitos já são sentidos logo após a primeira aplicação! Conheça as etapas pelas quais os seus fios devem passar para se regenerarem integralmente:
> Leia mais
GLITTER E MECHAS COLORIDAS NO PENTEADO DE CARNAVAL
Para curtir linda a festa mais popular – e esperada do país – vale usar a imaginação e todos os recursos disponíveis na produção, tanto de maquiagem quanto de cabelo. No penteado de Carnaval, tiaras, faixas, laços, tintas coloridas e muito, mas muito glitter, são bem-vindos. Porém, se os produtos químicos não forem aplicados e retirados de maneira correta, aliados à exposição solar e à transpiração, podem deixar as suas madeixas danificadas ao fim do feriado. Quer desfilar despreocupada? Basta seguir as dicas de antes e depois da expert Mônica Arthur, instrutora do Curso de Cabeleireiro do Instituto Embelleze, na unidade do Rio de Janeiro.  Joga glitter! Item unânime quando a ordem é brilhar, o glitter é fundamental em qualquer fantasia de Carnaval. Mas a ideia não é pegar o glitter escolar e jogar no cabelo, hein? Você tem que usar o produto específico para maquiagem (de pele), assim não corre o risco de provocar irritações no couro cabeludo. “A melhor indicação é o glitter biodegradável. Além de não agredir a pele, beneficia o meio ambiente. Em vez de ser composta de plástico, que polui os oceanos e afeta a fauna marinha, essa opção é à base de ingredientes orgânicos”, diz Mônica. Na hora de aplicar Mônica ensina: “Tenha paciência, esfregar o glitter no cabelo não é a solução! Além de danificar a fibra capilar, a fricção pode fazer com que a purpurina impregne nos fios, o que dificulta muito a remoção”.   Depois da festa A retirada do glitter é simples e acontece em dois passos: Usando pedaços de fita adesiva, remova primeiro o excesso do brilho. Basta grudar e desgrudar a fita em toda a superfície, pressionando-a levemente, quantas vezes forem necessárias até limpar ao máximo. Em seguida, lave o cabelo com um bom xampu anti-resíduos e aplique condicionador em comprimento e pontas.   Chuva de cor Os sprays tonalizantes para cabelo também são uma grande aposta para compor penteados-fantasia. A maior vantagem desse tipo de produto é conquistar fios coloridos que voltam ao aspecto original com facilidade, sem a necessidade de nenhum descolorante. “O produto, formulado com pó colorido e gel fixador, pode parecer prejudicial por proporcionar uma textura seca, com fios de aparência enrijecida. No entanto, aplicado corretamente, não apresenta perigo”, explica a instrutora do Instituto Embelleze. Na hora de aplicar Basta modelar o penteado como desejar e, em seguida, borrifar o spray sobre os fios. Uma sugestão é dividir o cabelo em mechas e, em cada uma, jogar uma cor diferente. Aplique o produto a uma distância de 10 cm e espalhe-o uniformemente na mecha. Depois, você ainda pode arrematar dando acabamento à parte frontal com uma tiara brilhante, com pedras ou miçangas. A durabilidade da cor está vinculada à primeira lavagem do cabelo após o uso, ok? Depois da festa Retire o tonalizante com o seu xampu habitual ou com um xampu neutro, sem sal. Bastam uma ou duas lavagens. Na sequência, use o condicionador em comprimento e pontas.  “Por se tratar de um produto extremamente seco, a única ordem é não adiar a retirada do spray tonalizante. Deixá-lo no cabelo por muito tempo pode causar o ressecamento dos fios”, aconselha Mônica. O Carnaval acabou, e agora? Desfilar no bloquinho, durante todo o Carnaval, sob o sol e a ação do suor, com fios enfeitados por glitter e tonalizante, pode provocar uma onda de estragos, mesmo tomando todos os cuidados com o uso dos produtos. Para não ficar com um cabelo detonado pós-feriadão, Mônica recomenda submeter os fios a uma hidratação power, que combate o ressecamento e o aspecto fragilizado. Para uma hidratação completa e eficiente, o ideal é lavar o cabelo com um xampu anti-resíduos e, depois, espalhar um creme hidratante mecha por mecha (sem tocar a raiz), com massagem suave. Deixe agir por, aproximadamente, 10 minutos e enxágue bem.  Pronto, saúde do cabelo garantida para o penteado de Carnaval do próximo ano!   Para ficar por dentro de muitas outras dicas sobre cabelo e se tornar um profissional, faça o curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze, a maior rede de franquias da América Latina voltada para a formação profissional em beleza. Presente em todo o território nacional, a marca possui aproximadamente 350 unidades no Brasil. Procure a unidade mais próxima de você e fique expert!  
> Leia mais
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2019 · Todos Direitos Reservados