Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Barbearia

Foto: Shutterstock

TOP 5 BARBAS DA MODA

Conheça quais são os cortes e formatos tendência para 2019 e como escolher a barba perfeita para você ou seu cliente

A barba sempre fez parte do universo masculino, como sinal de virilidade, poder, classe social e até cultura. Mas, atualmente, exibir uma bela barba é sinônimo de charme e autenticidade. Hoje, cor, forma e textura dos pelos têm a ver com estilo. Porém, vale lembrar que quem ostenta um “rosto peludo” precisa manter alguns cuidados diários de lavagem e hidratação para não parecer desleixado e anti-higiênico. Lavar o rosto de manhã e à noite é fundamental para prevenir coceiras e irritações, de preferência, com um xampu específico para barba. É que o produto contém ingredientes que não enfraquecem nem ressecam os fios, além de proporcionar um perfume agradável. Depois da limpeza, hidratação nela, para evitar pontas duplas e ressecamento! Use um balm (à base de manteiga de karité ou óleo de argan, que hidrata e ajuda a modelar) ou um óleo (líquido, é mais fácil de aplicar. Basta uma ou duas gotas para amaciar os pelos e deixá-los assentados).

Na dúvida sobre quais modelos estão em alta em 2019 e para quem são indicados, o professor de barbearia Diogo Victor, do Instituto Embelleze unidades Sobradinho e Planaltina (DF), preparou um top 5 barbas da moda que vai facilitar a sua vida na hora da escolha como cliente ou como barbeiro profissional.

1. Barba com laterais altas

 barba laterais altas

Nas temporadas anteriores, as barbas eram desenhadas respeitando uma linha imaginária da orelha até o canto da boca. Agora, a tendência é deixar as laterais mais altas, juntando com as costeletas. “Esse modelo adiciona muita personalidade à barba e ao rosto. Você pode deixar os fios subirem um pouco sobre as maçãs do rosto, a ponto de criar um ‘vão’ sem pelos aparentes entre as laterais e o bigode”, explica Diogo.

A finalização mais alta na bochecha pode ser desenhada com lâmina, delimitando bem o fim dos fios com a pele, ou os pelos podem ser cortados em degradê à máquina, fazendo uma transição suave. O estilo é recomendado para quem não tem barba volumosa.

2. Barba na linha do maxilar

 barba jawline

No fim dos anos 1990, as barbas desenhadas começaram a fazer sucesso e a febre continuou por todo o início de 2000. O modelo concentra os pelos (aparados) na ponta do queixo e na linha de contorno do maxilar. Esse delineado, conhecido como jawline, em inglês, pode ser marcado, desenhado com lâmina, ou feito de forma mais livre, com um degradê. “Só tome cuidado para não desenhar uma linha muito fina de barba”, alerta Diogo.

“Quem tem barba falhada, com regiões onde não crescem bem os pelos, é o candidato ideal para esse estilo”, indica o expert.

 

3. Barba quadrada

 barba quadrada

Engana-se quem pensa que com a barba quadrada o rosto vai ficar com ângulos muito marcados, com o mesmo aspecto da figura geométrica. A barba tem esse nome por conta das linhas retas de contorno e combina muito bem com o corte de cabelo undercut.

“Para fazê-la, você precisa deixar os pelos crescerem e ganharem um volume considerável, pois o corte é feito em camadas nas laterais com diferentes níveis de pentes; depois é criada uma linha bem delimitada na região do maxilar e do pescoço, no sentido do queixo”, revela Diogo.

Você pode apostar tanto num bigode aparado quanto num bigode definido e volumoso.

 

4. Barba bagunçada

 barba bagunçada

Um pouco cansados da barba desenhada, em 2018 alguns homens começaram a surgir com os pelos menos desenhados e crescidos de forma irregular. O visual ganha força este ano e já faz mais adeptos.

A barba levemente bagunçada é cortada em degradê e tem tamanho médio – portanto, é indicada para homens que geralmente ficam bem barbudos. Pode exibir um bigode ou um cavanhaque mais volumoso, que não segue o corte em camadas da barba.

Uma característica marcante deste modelo são os pelos um pouco mais revoltos na região lateral e não tão aparados (certinhos) com barbeador, criando assim o ar de rebeldia.

 

5. Barba ralinha

 barba ralinha

Se você tem pouco pelo ou uma barba com muitas falhas vai cair como uma luva neste estilo, que não é uma novidade, mas vem com tudo em 2019. 

“Mas atenção: ter uma barba rala não é deixar os fios crescerem de maneira aleatória. Você pode apará-la com um barbeador, uniformemente, ou criar um degradê em áreas com falhas, diminuindo as imperfeições”, finaliza Diogo.

Interessado em conhecer outras tendências para a beleza masculina? Confira a matéria sobre os novos cortes de cabelo para crespos, ondulados e lisos e saiba também como funciona o método barboterapia, que já virou febre nas barbearias.

 

Tags

barba, barbearia, curso profissionalizante, tendência

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

QUANDO FAZER RECONSTRUÇÃO, HIDRATAÇÃO E NUTRIÇÃO CAPILAR?
Aquele tratamento maravilhoso que você sempre faz já não está surtindo mais efeito… O produto que é excelente para as madeixas da sua amiga não funciona em você… Segundo o terapeuta capilar e consultor pedagógico do Instituto Embelleze, Alisson Lima, isso ocorre porque cada fio apresenta uma necessidade particular. “Cada fio precisa de um tratamento específico e cada máscara oferece um tratamento diferente. É importante ler o rótulo para entender o que aquele produto oferece. Usar um hidratante que não é necessário, por exemplo, pode danificar os fios”. São três os tipos de máscara capilar: a que somente hidratada, a que nutre e a que reconstrói. Como saber qual delas o seu cabelo precisa? Alisson afirma que o mais indicado é consultar um profissional da área, pois nem sempre é possível identificar sozinha a real necessidade dos fios. Uma dica é avaliar por quais processos o cabelo já passou. “Se tiver alisamento ou descoloração, precisará de uma reconstrução. Se for natural, necessita apenas de uma hidratação”. Entenda para que serve cada tratamento Hidratação É indicada para todo cabelo que não possui processo químico. Alisson recomenda que esse tratamento seja feito uma vez por semana. “Mesmo que o cabelo seja natural, sem química, ele precisa ser hidratado. Só o xampu e o condicionador não dão conta, já que a hidratação deles não é de longa duração”. Uma dica é sempre procurar produtos que contenham ingredientes como óleo de argan, aloe vera e minerais. O profissional indica ainda uma reconstrução feita em salão de beleza, uma vez por mês, para repor as substâncias que fortalecem a fibra capilar. Nutrição A máscara nutritiva é indicada para cabelos com colorações clareadoras e colorações suaves, para protegê-los de possíveis danos. Esse tipo de produto é feito para repor os lipídios do cabelo, ou seja, a oleosidade natural dos fios. “A máscara nutritiva é muito indicada também para cabelos cacheados, já que as ondas fazem com que a oleosidade do couro cabeludo não chegue até todo o comprimento”, afirma o terapeuta capilar do Instituto Embelleze. O ideal é que o creme nutritivo tenha na composição alguns dos seguintes ingredientes: óleo de amêndoas, manteiga de karité, aminoácidos, proteína da seda e óleo de argan. Reconstrução Quando o cabelo passa por um processo químico muito forte, como alisamento, permanente e descoloração, precisa de um tratamento reconstrutor depois. “Quando os fios estão muito frágeis e quebradiços é sinal de que o cabelo precisa ser reconstruído. O produto irá tratar as camadas externas, devolver o brilho, a maciez e o balanço natural”. Para esse tipo de tratamento o indicado é fazer a primeira sessão no salão e depois continuar em casa. É possível ver grandes mudanças logo na primeira aplicação, pois os fios ficam mais fortes e resistentes. Na hora de comprar a máscara reconstrutora, procure produtos que possuam proteínas, ceramidas, arginina, soja e complexo de queratinas na composição.   Você pode aprender muito mais no curso de cabeleireiro profissional. Visite também uma unidade do Instituto Embelleze mais próxima de você.
> Leia mais
MANTENHA AS UNHAS BONITAS A SEMANA TODA
Fala sério: é frustrante pintar a unha e ver o esmalte lascado pouco tempo depois, não é mesmo?  Embora seja comum a esmaltação quase nunca durar o tempo desejado, a boa notícia é que há, sim, como manter as unhas bonitas a semana toda. Quem ensina o segredo é a expert Rosemeire Oliveira, consultora pedagógica do Instituto Embelleze.   7 segredos para manter a unha perfeita a semana toda 1- Lixe corretamente Lixar parece uma tarefa fácil, mas se não for feita da maneira correta pode comprometer a duração da pintura. O ideal é deixar a superfície da unha bem lisinha, pois se ficar um pouco lascada o esmalte não consegue se fixar de forma homogênea. Dica: após lixar todas as unhas no formato desejado, passe-as em um tecido. Se alguma enroscar é sinal de que precisa de mais uma lixadinha antes de pintar. 2- Faça uso da base A base é um item indispensável quando o assunto é esmaltação. Além de ajudar a proteger a unha da pigmentação dos esmaltes escuros, especialmente dos tons vermelhos, ela contribui para a fixação ao criar uma camada mais aderente e duradoura. Dica: utilize uma base que proporcione tratamentos específicos, como fortalecimento, nivelamento e brilho. Importante também esperar a base secar antes de passar o esmalte para que o efeito seja mais eficiente. Quando se passa o esmalte sobre uma camada molhada, dificilmente ele ficará com boa aparência. 3- Verifique a validade do esmalte Nada dura para sempre e com o esmalte não é diferente. Quando a textura começa a engrossar e o cheiro a ficar muito forte, é sinal de que está na hora de descartá-lo. O produto vencido além de fazer mal à saúde, prejudica a fixação e a durabilidade. Dica: caso o esmalte endureça, mas ainda esteja dentro da validade, acrescente um pouco de base ou ultrabrilho no vidrinho, isso ajuda a amolecê-lo. 4 - Tenha paciência A paciência é um ponto chave para que sua unha fique perfeita. É preciso passar o esmalte em camadas uniformes, espalhando o esmalte por toda a superfície da unha, sem esquecer os cantinhos. Para que as bordas fiquem perfeitas, passe a ponta de um palito no contorno das unhas enquanto o esmalte ainda estiver molhado, em movimentos precisos. Dica: prefira sempre camadas finas, seja para a base, seja para o esmalte, assim a secagem é mais rápida. 5 - Passe extra brilho Logo após finalizar a esmaltação utilize o extrabrilho. Ele ajuda a manter o esmalte por mais tempo e proporciona um acabamento incrível. Dica: escolha os extra brilhos que possuam na fórmula componentes que ajudam na secagem e evitam o aparecimento de bolinhas indesejadas. 6- Ponha luvas Como as tarefas do dia a dia não acabam depois das unhas estarem feitas, o ideal é sempre usar uma luva ao lavar a louça e a roupa, ao limpar móveis... O contato com produtos de limpeza pode descascar o esmalte, além de favorecer a quebra da unha. Dica: a luva de borracha é a melhor opção, pois as que são feitas de látex costumam esbranquiçar as unhas. 7- Não coloque os dedos na boca Além de ser anti-higiênico, lascas do esmalte podem sair quando a unha raspa no dente, o que acaba com o visual antes da hora. Dica: existem alguns produtos para a unha com gosto e cheiro forte. É uma ótima maneira de controlar quem não resiste colocar o dedo na boca.   Veja também uma outra maneira de manter sua unha bonita por mais tempo!Se você ainda não conhece o curso Manicure e Pedicure Profissional do Instituto Embelleze, pode saber mais pelo site ou visitando a unidade mais próxima de você.
> Leia mais
Copyright © 2019 · Todos Direitos Reservados