Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Depilação

Foto: Shutterstock

12 coisas para não fazer na DEPILAÇÃO NO VERÃO

O maior drama da extração de pelos nesta época do ano é o ganho de manchas. Conheça os cuidados necessários para a pele não manchar sob o sol

Basta a temperatura aumentar para o corpo ficar mais à mostra – o que exige pele lisinha, sem pelos. O lado bom é que cresce também a procura por profissionais de depilação. O lado preocupante é que o procedimento inadequado e/ou a falta de cuidados do cliente podem comprometer o visual.

É que no verão, justamente por causa da exposição solar, a pele fica mais sensível. Os raios ultravioletas tendem a provocar ressecamento e inflamação dos tecidos, tornando a cútis um ambiente desfavorável para uma nova agressão. A depilação feita com a cera imprópria e na hora errada pode se transformar nesse vilão, sabia? Confira quais são as atitudes que você, profissional, precisa tomar e as dicas que deve recomendar para os clientes.

A melhor cera depilatória

Prefira trabalhar com a cera para pele sensível, à base de aloe vera, que é mais hidratante.

Cuidado com a cera muito quente: além de queimar a pele, ainda provoca uma hiperpigmentação no local, o que resulta numa área escura. E tudo o que você não quer é uma mancha, certo?

O uso de cera caseira feita com limão é proibido, pois se a pele não for higienizada corretamente depois da depilação e o cliente se expuser ao sol em seguida, vai ficar com manchas escuras.

Quando se depilar

Bem, você já sabe que o sol sensibiliza a pele, assim como a depilação. “No ato da extração dos pelos, a cera retira as células mortas que estão nas camadas superficiais da pele, atuando como uma esfoliação e, para não irritar a cútis, o ideal é programar a depilação”, explica Marcela Figueira, coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze Jaboatão, no Ceará, e instrutora de depilação. Anote as boas práticas:

  • O ideal é se depilar 24 horas antes ou 24 horas depois da exposição ao sol. “No caso de pegar sol antes, a cera pode causar machucados e queimaduras; se a exposição solar for depois da depilação, a cera pode provocar manchas”, diz Marcela.
  • Não é aconselhável entrar na piscina depois da depilação, mesmo que ela seja coberta. “A água clorada pode desencadear uma reação alérgica, já que a pele estará mais sensível”, lembra a coordenadora pedagógica.

 

depilação com ceraFoto: Shutterstock

12 coisas para não fazer na depilação no verão

Antes do procedimento

1. Não se esqueça de hidratar a pele frequentemente. A hidratação aumenta a elasticidade dérmica facilitando a remoção dos pelos e a derme ressecada é mais suscetível a manchas. Só não use o produto no dia da depilação.

2. Não se depile se estiver se submetendo a algum tratamento com ácidos, pois eles fragilizam a cútis.

3. Não aplique, no dia da depilação, óleos ou cremes e loções formulados com álcool para não irritar a pele.

4. Não extraia os pelos de áreas machucadas ou irritadas.

5. Não depile se os pelos estiverem descoloridos. É que por causa da química do descolorante eles ficam mais frágeis e, por isso, há grandes chances de não serem removidos desde a raiz, encravando depois.

Depois do procedimento

6. Não use bronzeador. “Ele pode ser perigoso, porque como a depilação faz uma esfoliação ela acaba removendo a pigmentação superficial da pele. Já reparou que a área fica mais clara quando depilada? Assim, ao passar o bronzeador, o produto pode ativar a melanina da área mais sensível, fazendo com que ela fique manchada”, alerta Marcela.

7. Não sufoque a pele! Deixe-a respirar, portanto, não aplique produtos à base de álcool para não sensibilizá-la. Dê algumas horas para investir em uma loção hidratante.

8. Não use óleos que tampam os poros e favorecem o encravamento do cabelo.

9. Não vista roupa apertada para não abafar a região e provocar irritação ou abafamento dos poros.

10. Não esqueça de aplicar protetor solar FPS 30 na cútis para evitar manchas. E use um produto que você já testou para não correr o risco de alergias.

11. Não caia em água quente depois da depilação — banho de chuveiro, piscina, ofurô —, porque irrita a pele.

12. Não deixe de higienizar bem a derme com um sabonete neutro e água fria para eliminar qualquer resíduo de cera.

O pelo encravou?

O pelo encrava quando ele tem dificuldade de atravessar todas as camadas da pele e, assim, sair pelo poro. O fio de cabelo acaba se curvando e ficando dentro da pele.

Há pessoas com tendência a pelo encravado, pelo fio ser naturalmente curvo, ou porque a camada superficial da derme é mais grossa, o que dificulta a saída do pelo.

A depilação realizada de forma errada, sem a técnica correta, também provoca o encravamento.

Como evitar - Para diminuir a incidência do problema, ou até se livrar dele por completo, faça assim:

  • Esfolie a pele regularmente, uma vez por semana ou a cada 15 dias, até três dias antes da depilação com cera. O afinamento da superfície da pele facilita a saída do pelo.
  • Hidrate-se diariamente para manter a pele saudável e facilitar a extração do pelo.
  • Evite usar roupas apertadas após a depilação para a pele respirar à vontade.
  • Não aplique óleos ou cremes oleosos depois da depilação para não bloquear os poros.

Como combater - Antes de ficar cutucando a pele para desobstruir os poros, o que acaba machucando e causando lesões, siga estes passos:

  • Se o pelo encravou, a melhor maneira de retirá-lo é afinando a pele e liberando o poro. Com cuidado, raspe a área com lâmina de barbear.
  • No caso de inchaço, dor e vermelhidão no local, o mais indicado é procurar orientação de um profissional, que tem os recursos mais adequados para o tratamento.

 

alternativa à cera depilatóriaFoto: Shutterstock

Alternativa à cera depilatória

A coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze dá uma dica perfeita para quem deseja tirar os pelos de regiões pequenas, como o buço: “Aposte na depilação com linha. Esse método é perfeito para pele sensível, já que não utiliza química e nem oferece riscos de alergias ou queimaduras. Outra vantagem é que evita manchas”. 

E atenção: um trabalho bem feito deve ser realizado com produtos registrados pela ANVISA e executado por um profissional da área capacitado, como são as pessoas que se formam no curso de depilação do Instituto Embelleze.

Agora que você já sabe de todas essas dicas é só seguir e aproveitar o verão com uma pele mais saudável e bonita!

Tags

depilação, depilação com linha, cera depilação, depilação no verão

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

20 looks masculinos para casamento
É verdade que o universo casamento prioriza a noiva. É uma infinidade opções de vestidos, arranjos, véus, joias, calçados e referências para cabelo e maquiagem. Mas graças à expansão do mercado de beleza masculina, o cenário está mudando... Segundo dados da Euromonitor International, o crescimento do setor nos últimos 5 anos cresceu 30%. Só as vendas de cosméticos para homens cresceram 70% no Brasil, o que coloca o país em segunda posição no ranking de vendas mundiais — ficando atrás apenas dos Estados Unidos. A tendência grooming, um termo em inglês para cuidados pessoais, tem sido usada para definir o comportamento masculino nesses últimos anos: o chamado men’s grooming. O ponto central na preocupação com a aparência deles é a moda da barba, que trouxe mais estilo e personalidade para muitos. Até as novelas já incorporaram a barba para dar mais atitude a alguns personagens (já viu os atores Rodrigo Simas, Renato Góes e Carmo Della Vecchia em Órfãos da Terra, da Globo?). E é justamente o uso da barba pelo homem moderno também o responsável pelo resgate das barbearias antigas, que tomaram conta do mercado. Além dos serviços tradicionais, como corte de cabelo e barbear, elas oferecem cuidados para pele, sobrancelhas, unhas, corpo e a venda de cosméticos, em ambientes inovadores, dedicados especialmente para o público masculino. Essa oferta de novos tratamentos garante que mesmo quem não tem barba ou bigode seja um cliente em potencial. As barbearias antenadas já estão divulgando, inclusive, o Dia do Noivo, para sugerir modelos de barba, bigode e cabelo mais harmoniosos para o grande evento. Precisando de inspiração para recomendar o melhor para o seu cliente ou para você mesmo? Veja a seguir 20 looks masculinos para casamento! Dia do noivo Antes de fazer qualquer mudança no visual, cuide para não desrespeitar o seu estilo e gosto pessoal. A pior coisa é ficar incomodado com a aparência num dia tão importante. Não existem regras sobre como o homem deve usar o comprimento da barba em relação ao cabelo. Tudo vai depender do estilo que ele quer fazer: rebelde, clássico, moderno, roqueiro, grunge, tipo lenhador... Seja qual for o look escolhido, todos os fios precisam estar aparados, com o corte renovado, e hidratados para refletir maciez e brilho. Siga as dicas e confira também na galeria looks masculinos para casamento.   Finalização polida e alinhada Se a ideia é exibir um visual certinho, o corte de cabelo repicado com fios curtos é o mais indicado. Para ganhar charme, trabalhe nuca e laterais bem curtinhas e corte um degradê no topo para criar um leve topete. O graduado navalhado com mechas quiff também é uma alternativa, especialmente para cabelo ondulado a cacheado. O corte degradê é longo em cima, formando um topete alto, e mais curto no restante da cabeça. Para um alinhamento perfeito dos fios, penteie com pomada ou spray fixador. Um rosto lisinho, completamente barbeado, ou com a barba rala, por fazer, é o mais indicado para o look polido.     Estilo bagunçadinho Os cabelos repicados médios, com ou em franja, ganham movimento e uma aparência despojada penteados com mousse. Coloque o produto na palma das mãos e espalhe nos fios ainda úmidos, passando os dedos pelas mechas para trás. O look fica bem natural e combina com barba crescida e até um cavanhaque, com fios mais concentrados na região do queixo e maxilar. O cavanhaque pode ter vários formatos e comprimentos, podendo ir do clássico, com linhas mais quadradas, ao mais “grunge”, com fios mais longos.     Look selvagem Quem prefere o visual mais naturalista, no estilo lenhador, não pode abrir mão do cabelo cortado com volume e da barba longa. O corte das madeixas pode ser com o volume mais concentrado no topo ou por igual na cabeça toda. A barba comprida exige hidratação semanal e aparo com mais frequência. Se o seu look é selvagem, mas nem tanto, aposte na barba mediana, com fios entre 3 e 6 centímetros de comprimento.   Visual fashionista O cabelo longo, na altura do ombro ou abaixo, é perfeito para homens jovens e modernos. Os fios podem ser retos, repicados em camadas ou desfiados com franjão. A vantagem do longo é ter mais opção na hora de pentear: dá para deixar solto, fazer coque ou trança e prender rabo de cavalo. O que garante a beleza do cabelo são os produtos de finalização, que acrescentam textura aos fios, definem camadas e eliminam o frizz. Seja qual for o cosmético escolhido (pomada, cera, gel...), use pouca quantidade para não ganhar uma aparência suja e nunca aplique na raiz.   Interessado em proporcionar serviços mais profissionais para os seus clientes ou atualizar a sua barbearia? Invista no curso de barbeiro profissional do Instituto Embelleze. Nele, você desenvolve as competências com excelência no atendimento de cortes masculinos, modelagem de barba e aparo de pelos faciais, designer de cortes e barba, aprende as técnicas de cor, tratamentos e as mais variadas técnicas de transformação capilar masculina de alisamento e relaxamento. O barbeiro formado pelo Instituto Embelleze também será capaz de conhecer informações sobre o mercado, excelência em atendimento ao cliente e como montar sua própria barbearia.    
> Leia mais
Depilação facial: os 3 métodos mais econômicos e sem contraindicações
Pode ser só uma penugem, mas já é o bastante para mexer com a autoestima de muitas mulheres. Quando os pelos são poucos e discretos, dá para arrancá-los sozinha, em casa, usando com uma boa pinça. Porém, quando os fios nascem grossos ou longos e em grande quantidade, o melhor é recorrer à ajuda de um profissional. Vale lembrar que essa condição depende de etnia ou de fatores hormonais. Quem descende de povos do mediterrâneo, Oriente Médio e Sul da Ásia tem mais chances de sofrer com o excesso de pelos, assim como as mulheres que produzem os hormônios sexuais andrógenos (masculinos) mais que o normal ou possuem síndrome dos ovários policísticos. Alguns medicamentos, como os que são usados para tratar endometriose, também podem provocar o aumento de pelos. Mas seja qual for a causa, a boa notícia é que existem métodos de depilação indicados especificamente para o rosto. Conheça agora os melhores e os cuidados que devem ser tomados antes e depois da retirada dos fios. Os melhores métodos para depilar a face LINHA A depilação com linha ou depilação egípcia, como também é conhecida, é uma técnica que tem se popularizado entre as mulheres. “Ela retira os pelos desde a raiz, sem oferecer o risco de cortes, alergias ou queimaduras. Mas a maior vantagem do método é que ele elimina até os pelos mais finos e difíceis de serem removidos”, diz Rejane Chaves, instrutora do curso de depilação do Instituto Embelleze Jaboatão dos Guararapes (PE). Dê play no recadinho que a Rejane gravou e que está lá no final desse post! A depilação com linha é dolorida, mas quem é adepta garante que vale a pena sofrer um pouquinho. Outros benefícios da linha: Os pelos demoram mais para voltar a crescer — até 40 dias Não provoca a flacidez da pele, como pode acontecer com a cera Elimina células mortas A linha não dá alergia — a região depilada só fica vermelha, mas por pouco tempo É um método bem higiênico Preserva a queratina natural da pele Consegue extrair os pelos lanugos, ou seja, aquela penugem bem fininha que contorna o rosto Como é feita: Aplicada somente por profissional habilitado, a depilação com linha é realizada com fio branco macio e, embora possa ser feita em qualquer parte do corpo, é mais indicada para sobrancelhas, buço e face. O expert apoia a linha entre os dedos e, com movimentos rápidos vai enrolando e desenrolando de maneira a arrancar os pelos pela raiz.   PINÇA Ela é precisa e arranca o pelo pela raiz quando manuseada do jeito certo. O pelo extraído do folículo piloso (e não quebrado) demora mais para voltar a crescer, o que é uma vantagem desse método. A pinça é indicada para pequenas áreas, como as sobrancelhas e o queixo, ou para pelos isolados em alguma parte da face. Isso porque o processo de retirada é longo (um a um). Existem vários modelos de pinça, mas a ideal para o rosto é a inclinada ou diagonal: Ponta inclinada – É a que oferece maior precisão na hora de remover os pelos. Boa para as sobrancelhas, o queixo e a penugem da testa. Retira bem fios de tamanho médio e curto. Escolha uma pinça que tenha almofadinhas nas pontas, pois é melhor para agarrar o pelo. Ponta reta – Ótima para retirar pelos de tamanho médio e longo. Serve para limpar o contorno da sobrancelha e remover fios em excesso sem precisar mexer no desenho. A ponta reta pode acabar arrancando mais de um fio por vez, por isso, merece cuidado para não causar estragos. Ponta fina – Os pelos curtos e finos saem pela raiz com essa pinça que tem a ponta parecida com um bisturi. No entanto, como ela é um tanto perigosa de manipular, deve ser manuseada por quem tem habilidade, como um profissional. Como usar: Esterilize a pinça com álcool isopropílico antes de colocá-la em contato com a pele. Sem esse cuidado pode haver o risco de contaminação e infecções na derme. O pelo deve ser arrancado no sentido do crescimento, pois assim sai com mais facilidade evitando o surgimento de bolinhas vermelhas. Dessa forma ainda previne o encravamento do fio e minimiza a dor. Antes de começar a retirar os pelos do rosto, limpe-o com sabonete facial e aqueça-o com vapor ou uma toalha quente para abrir os poros e facilitar a saída do cabelo do folículo.   CERA Um método rápido, prático e que retira o pelo pela raiz. Pode ser usada na sensível região acima dos lábios, no queixo, nas mandíbulas e na testa, porém dói e pode deixar marcas (como irritação, esfolamento e queimadura) se a cera não for aplicada corretamente. Por isso é importante procurar um profissional capacitado, ok? Existem duas versões de cera: Cera fria - É recomendada para quem tem sensibilidade ao calor e sofre com microvazinhos no rosto. O ideal é aplicar a cera fria em pelos grandes, pois a remoção errada pode quebrá-los em vez de arrancá-los. Cera quente – Tem indicação para pessoas que não toleram dor, pois o calor dilata os poros e facilita a saída do pelo, diminuindo assim o incômodo. Muito importante que o material esteja na temperatura correta, ainda mais para a delicada pele do rosto. O problema de estar quente demais é que pode gerar um aumento da produção de melanina e a hiperpigmentação; o resultado é o escurecimento da pele na região. Como usar: Primeiro higienize bem a pele antes de ser depilada Confira se a cera está limpa para evitar bactérias Aplique a cera na área desejada com uma espátula e, depois, puxe-a arrancando os pelos. O movimento da puxada deve ser rápido, mas suave, e contrário ao crescimento dos fios.   ANTES DE SE DEPILAR Seja qual for o método escolhido, é fundamental limpar a pele antes com espuma de limpeza ou água micelar para evitar inflamações causadas por bactérias.   Se você faz tratamento para o rosto com retinol ou cremes à base de ácidos, interrompa o uso cinco dias antes da depilação. Evite depilar o rosto nos dias da menstruação, pois a pele tende a ficar mais sensível. Não depile a pele inflamada nem com acne, pois os poros ficam expostos e mais vulneráveis à entrada de bactérias. DEPOIS DA DEPILAÇÃO Logo em seguida à extração dos pelos, toque na área depilada várias vezes com os dedos para minimizar a dor e a queimação. Para diminuir a vermelhidão, faça compressas frias de chá de camomila ou de salsa. Depois da depilação, não se exponha ao sol sob o risco de manchar o rosto e aplique protetor solar. Também evite o uso de maquiagem nas primeiras 24 horas pós-depilação para não provocar irritações e combater o entupimento dos poros. Surgiu algum pelo encravado? Tente desobstruir o poro e liberar a saída do cabelo com uma esfoliação suave. Alguns fios não conseguem romper a barreira da pele, ficando curvados e causando foliculite. Conheça importantes cuidados pré e pós-depilação para outras áreas do corpo e garanta uma pele lisinha e macia.   Saiba mais sobre beleza nos cursos profissionalizantes do Instituto Embelleze. Além de ficar expert na área, você pode descobrir uma nova carreira profissional e ser mais feliz! Os certificados de formação dos cursos são reconhecidos em todo o território Nacional, ou seja, são válidos em qualquer lugar do Brasil.   
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados