Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Unhas

Shutterstock

O SEGREDO PARA TER UNHAS LONGAS E PERFEITAS

Uma solução para quem vive triste com as quebras é investir no alongamento com materiais resistentes e de aparência natural

Não é à toa que os salões lotam suas agendas com horários reservados para pessoas que querem ver suas unhas, bonitas, saudáveis e limpas. Exatamente! Porque isso também é sinal de higiene, mas, é claro, que a maioria aproveita para decorá-las com cores, formas, os mais diferentes acessórios e ainda saciar o desejo de ter unhas mais longas e resistentes.

Para muita gente, o tamanho importa sim! Por isso, hoje você vai aprender como produzir aquelas unhas compridas que são o sonho de consumo de muitas mulheres. Existem vários tipos de técnicas de alongamento de unhas, no entanto, vamos falar das mais conhecidas.

Unhas de acrigel

Nessa técnica, o alongamento é feito com tips e, em seguida, é aplicada a mistura de camadas de gel com pó acrílico. Para finalizar, o acabamento é feito em uma cabine com luz ultravioleta (UV) para a secagem das unhas. Muito utilizada em países europeus, a técnica oferece mais resistência e durabilidade às unhas, além deixá-las com uma aparência saudável, natural e transparente. Outra vantagem é que ela encobre bem as imperfeições, dando um aspecto incrível após a pintura e decoração da unha. Se bem cuidadas, elas podem durar de 2 a 3 meses. Lembrando que é importante a manutenção a cada 15 dias.

unha de acrigel

Unhas de porcelana ou de acrílico

Apesar do nome, o material utilizado não é a porcelana, mas, sim, pó e líquido acrílico. Embora, nesse caso, utiliza-se mais pó do que líquido, deixando a unha ainda mais resistente (podem durar meses ou até anos, com manutenção a cada 20 dias). Ela recebe esse nome porque, no final, as unhas apresentam um brilho que lembra uma porcelana. Essa técnica pode ser feita com tips ou pela colagem total da unha. A ideia é que as unhas se encaixem perfeitamente aos dedos e ganhem um aspecto natural e bonito.

Além dessas, existem outras técnicas que podem ser usadas no alongamento das unhas, como unhas de gel e de fibra de vidro. Para todas as técnicas, é importante fazer a higienização das unhas, cortá-las e lixá-las cuidadosamente, evitando o acúmulo de fungos e bactérias. A remoção da oleosidade também é importante para a fixação do material, facilitando a aderência às novas unhas.

Depois, é só surpreender sua cliente com uma perfeita escolha de cores e decorações para as lindas unhas. Você pode aprender mais sobre o embelezamento das unhas no curso de Manicure e Pedicure Profissional do Instituto Embelleze.

Com essa especialização, você poderá atuar em um dos diversos salões que existem em sua cidade, atender a domicílio ou levar técnicas modernas para o seu próprio salão de beleza. Tudo com o auxílio dos melhores profissionais que existem no mercado. Saiba mais sobre o curso entrando em contato pelo site ou visitando a escola mais próxima de você.

Veja também o segredo para ter unhas bonitas e fortes

Tags

unhas, esmalte, gel, curso profissionalizante

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

Os melhores truques de maquiagem para disfarçar imperfeições
Toda mulher, ao se maquiar, quer se sentir mais bonita e jovem, além de exibir um rosto iluminado, com um tom de pele uniforme. E, claro, também quer disfarçar os pontos que desvalorizam a beleza, como olheiras escuras, testa grande, nariz largo, papada... Quando não trabalhados, ou da forma errada, podem colocar o visual a perder, por mais incrível que esteja o make. Para conseguir um efeito impecável, basta lançar mão de truques de maquiagem poderosos. A seguir, confira as dicas para disfarçar imperfeições. Problema  - Olheiras escuras De acordo com Stefany Barros Ribeiro, instrutora do Instituto Embelleze Goiânia-Campinas (GO), geralmente a região das olheiras tem, por natureza, três pigmentações: fundo de cor arroxeada/azulada, avermelhada ou amarronzada, dependendo do tom de pele de cada pessoa. Stefany conta que, nesse caso, o truque de maquiagem deve seguir os princípios da colorimetria. Para isso, basta usar o círculo cromático, ou seja, as cores complementares que estão opostas na circunferência cromática universal – elas conseguem se anular quando colocadas juntas. Solução – “Para disfarçar o tom arroxeado da pálpebra inferior, a cor ideal do corretivo é o amarelo; e se a olheira tiver uma tonalidade azulada, o produto ideal para corrigir deve ser laranja, puxando para o coral”, explica a professora. “Para as peles morenas, o corretivo mais indicado é o laranja ou o salmão”, ensina Stefany. Na prática: o certo é usar o corretivo antes da base para já neutralizar o tom da cútis. Depois, aplique a base e, na sequência, siga o processo normal de preparação da pele. Anote outros truques preciosos... Finalize com um corretivo natural. Mesmo tendo disfarçado a cor da olheira com o corretivo colorido, passe a base, finalize a correção da pele aplicando um pingo de corretivo da cor exata da sua pele e espalhe dando leves batidinhas com o dedo. Mas não arraste o produto, deposite-o dando as batidinhas para garantir um efeito mais natural e duradouro, em direção à raiz dos cílios e ao ossinho das maçãs do rosto. Prefira a versão líquida dos corretivos. Os cremosos e em bastão geralmente têm uma consistência mais grossa que tende a deixar as linhas de expressão ainda mais evidentes, tendo efeito contrário, já que a ideia é disfarçar os sinais. Super truque de maquiagem, não é mesmo? Para saber a quantidade certa de produto. Aplique o corretivo aos poucos e vá observando o resultado da camuflagem, se a região continuar destoando do tom do rosto, siga em frente e adicione mais um pouquinho, sempre com cuidado para não extrapolar na quantidade. No caso de notar a região muito marcada, vá com calma e se for preciso retire levemente um pouco do produto, pois isso indica que a cobertura está exagerada. Pó translúcido para finalizar. Dê uma selada na cobertura com pó translúcido solto sem cor, aplicado com um pincel pequeno e fofo (depois de tocar o pó com o pincel, retire o excesso de produto na palma dão mão antes de levá-lo ao rosto para evitar exageros, aplique na região das olheiras e maçãs do rosto). Esse truque de maquiagem além de deixar o resultado mais natural garante um efeito duradouro, sem precisar de retoques.   Problema - Papada O volume embaixo do queixo pode ser hereditário ou consequência de ganho de peso. Seja qual for a origem, sim, é possível tornar essa região menos visível só com truques de maquiagem. Solução – “O disfarce mais indicado é um contorno com pó ou base com dois tons mais escuros que a cor da pele. Utilizando um pincel próprio para esses produtos, realce a linha da mandíbula fazendo um contorno de orelha a orelha, caprichando embaixo do queixo”, ensina Stefany. O truque de maquiagem disfarça bem o volume excessivo da região. Ah, não se esqueça de finalizar esse efeito com um pó compacto ou translúcido (conforme sua preferência) da cor da sua pele para dar o acabamento natural.   Problema  - Manchas Elas podem ser crônicas, como o melasma (escuras e geralmente na testa, nas bochechas e no buço); tipo rosácea, uma disfunção de melanina que deixa a tez com um tom rosado; ou temporárias, como espinhas, cravos e cicatrizes recentes de acne. Solução – O truque de maquiagem para a camuflagem das manchas segue o mesmo princípio do disfarce das olheiras: neutralizá-las com o corretivo certo. Sendo assim, o primeiro passo é identificar o tipo de mancha. Manchas avermelhadas (rosácea, espinhas) - Podem ser escondidas com um corretivo verde. Manchas arroxeadas (hematomas ou vasinhos aparentes) - São amenizadas com corretivo amarelo. Manchas marrom (melasma) - A cor-chave do corretivo para disfarçar é o amarelo. Manchas amareladas (origem diversa) – Neutralize com corretivo lilás. Manchas acinzentadas (processos cicatrizantes) – Podem ser camufladas com corretivo na cor salmão, que funciona divinamente nas peles claras. Nas peles mais morenas e negras, o mesmo problema pode ser disfarçado com um corretivo salmão intenso, puxando para o laranja.   Pele uniforme e luminosa Depois de aplicar o corretivo ideal, use uma base no rosto inteiro. Em seguida, por cima de cada mancha camuflada, coloque um pingo de corretivo da cor exata da pele (com a ponta do dedo, em leves batidinhas). Isso vai uniformizar ainda mais o tom da cútis. Para dar o acabamento, sele todas essas camadas de base e corretivo com um pó translúcido solto, transparente, que precisa ser espalhado suavemente com um pincel bem fofo. O top maquiador Marcos Costa (SP) tem um truque de maquiagem superútil para evitar o excesso de produtos corretivos de pele. “Se alguém elogiar sua base, corra e lave o rosto! O que tem de aparecer é o resultado sutil da maquiagem bem-feita e não o produto”, enfatiza o expert.   Problema - Rugas Esse é o terror de nove entre dez mulheres. As rugas pesam o semblante e são (sim!) sinônimo de uma aparência envelhecida. Mas como para tudo tem um jeito, a dica de ouro aqui é evitar o exagero de make e optar por texturas leves; caso contrário, base e corretivo ficarão acumulados nos vincos realçando ainda mais o problema. Socorro, nem pensar! Solução – “Evite alguns tipos de produtos, como bases muito secas e de alta cobertura. Cosméticos mais emolientes, que trazem sensação de hidratação e com cobertura (textura fluida), são os mais indicados. Um leve efeito cintilante também ajuda a disfarçar os sinais pela ilusão de ótica que promove”, pontua Stefany, do Instituto Embelleze. “Para selar a pele, escolha um pó solto (jamais um pó compacto), pois ele é fino e favorece um acabamento mais leve”, ensina Stefany, que também enfatiza a importância da hidratação da pele, tanto no dia a dia quanto um pouquinho antes de começar o make. “Quem tem mais linhas de expressão, geralmente possui a pele seca e sem viço e mantê-la hidratada pode amenizar essa característica”, justifica a expert.    Problema - Rosto largo, bochechas grandes, testa grande ou nariz “batatinha”. Todas essas regiões têm uma característica em comum: formação óssea proeminente. De acordo com a instrutora do Instituto Embelleze Goiânia-Campinas, o truque de maquiagem para disfarçá-las e tornar o rosto mais harmônico é trabalhar o contorno dessas áreas com pó compacto ou base com dois tons mais escuros que a cor natural da pele. Solução – “Geralmente o rosto largo tem a mesma proporção entre as laterais da testa e a mandíbula, nesse caso aplicamos o contorno nessas extremidades para disfarçar o desenho largo e quadrado. Para amenizar o volume das bochechas, o contorno deve ser aplicado na cavidade baixa das maçãs em direção à linha da boca, o que dá profundidade à região e, assim, disfarça o problema”, entrega Stefany. Já a testa grande é facilmente suavizada com este truque de maquiagem: faça o contorno mais escuro nas têmporas e laterais da testa em direção ao cabelo – tudo muito sutil. O “nariz batatinha” pode parecer mais arrebitado e fino, aplicando o pó escuro nas laterais, com um pincel de sombra, indo desde o canto interno da sobrancelha até a base da narina. Para afinar o nariz inteiro, é só passar o pó escuro também na pontinha do nariz e esfumar bem. Feito isso, aplique um iluminador na linha central (ossinho) do nariz, mais ou menos do meio até a ponta. Agora que você já virou uma expert nesses truques de maquiagem, que tal aprimorar a sua habilidade num curso de maquiagem profissional? Você pode usar os seus conhecimentos em você mesma, nas amigas, como empreendedora e dona do próprio negócio de maquiagem! Informe-se sobre a capacitação em uma das unidades do Instituto Embelleze, que tem várias histórias de sucesso — uma delas pode ser a sua!
> Leia mais
Barba e cabelo estilo Lumberjack
Nada como uma crise para mudar comportamentos, abrir os horizontes e fugir do óbvio. Foi isso o que aconteceu nos Estados Unidos, em 2008, quando surgiu o estilo Lumberjack: camisa xadrez, jeans destroyed, botas robustas, cabelos compridos e barba cheia — visual curinga dos homens na ocasião. A fonte principal desse comportamento, que acabou virando tendência e ganhou o mundo anos depois, foi o enorme colapso financeiro — o segundo maior da América, depois da Grande Depressão, em 1929. Os homens se viram com a grana curta e passaram a investir em roupas de alta qualidade que durassem muito – a ideia era ter poucas peças, mas itens essenciais. E, ao que parece, deixaram cabelo e barba crescer, para evitar idas frequentes à barbearia, outra forma de economizar. Resumindo: o estilo agora está super em alta na beleza do homem contemporâneo e virou trend total. Frequentemente confundido com os hipsters americanos (que se caracterizam pela forma alternativa de se vestir e consumir basicamente o que é produzido na localidade onde moram), o estilo Lumberjack também vem com essa pegada original, de raiz, mas, na verdade, os homens prezam pela elegância com praticidade, tanto no figurino quanto no visual de cabelo e barba. A coisa funciona mais ou menos assim: no guarda-roupa, poucas e boas peças; no look, cabelos mais compridos com um bom corte e barba longa, cheia e alinhada. É a tradução do minimalismo: pouco, mas o melhor. “Em 2009, a indústria americana começou a corresponder a essa exigência dos homens, das roupas de excelente qualidade. No entanto, foi apenas em 2014 que a moda e o estilo Lumberjack realmente decolaram”, lembra César Thiago Pacanhela, instrutor do curso de barbearia do Instituto Embelleze de Pirassununga (SP). Confira outros detalhes da tendência no vídeo que está no fim deste post! O estilo exige cuidado e manutenção De 2014 pra cá a tendência Lumberjack só aumentou e ganhou cada vez mais adeptos. No Brasil, o visual lenhador é o que mais representa a versão latina do “look rústico”, com sutis diferenças. O estilo naturalista da América conserva um pouco mais de harmonia entre o cabelo comprido e a barba cheia, sem ser tão livre de padrão como o lenhador. “Os cabelos são compridos, mas não necessariamente alinhados. Geralmente, é o contrário, um pouco bagunçados – nesse aspecto lembra o tipo lenhador. Para a barba, a regra é ser cheia, porém ligeiramente alinhada. O cabelo e a barba estilo Lumberjack necessitam de cuidado com produtos específicos para o dia a dia, pois como os fios são mais longos, devem ser hidratados. O ideal é hidratar semanalmente e aparar os pelos com mais frequência”, ressalta César Thiago. Técnicas de corte e aparo Se você quer oferecer esse serviço na sua barbearia ou salão de beleza, vá em frente sem medo, pois não é difícil. Tecnicamente falando, conquistar o estilo Lumberjack é mais fácil do que parece. Primeiro, o cabelo não deve estar tão curto, é preciso ter o mínimo de comprimento para ser trabalhado. “O corte é simples, feito somente com a tesoura e pente livre, para dar o ar despojado, e nunca com marcação em linha reta”, pontua César Thiago, do Instituto Embelleze. “Já a barba, contudo, requer um cuidado especial, pois é longa, tem as laterais mais definidas e alinhadas. Basta ficar atento nesse detalhe”, complementa o especialista. 
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados