Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Unhas

QUAL É O SEU FORMATO DE UNHA PREFERIDO?

Unha stiletto, bailarina e amendoada são os estilos mais procurados do momento. Aprenda passo a passo a criar essas formas

Lembra quando só existiam dois formatos de unhas em toda a face da terra? Ou eram quadradas ou redondas, e ponto. Felizmente, um dia, algum gênio resolveu olhar fora da caixinha e testar outros formatos. E foi aí que veio a grande surpresa! O mundo percebeu que novas formas poderiam fazer muito sucesso nas mãos da mulherada.

Daí pra frente, a coisa toda mudou e os mais diferentes tipos de unhas surgem todos os anos nas passarelas surpreendendo os apaixonados por moda e beleza. As tendências também ajudam a compor o estilo de muitas celebridades, que assumem personalidades marcantes.

Além dos modelos tradicionais que nunca deixam de fazer sucesso, como as unhas quadradas, arredondadas, ovais e quadradas arredondadas, separamos três dos modelos mais usados no momento para inspirar você a deixar a sua cliente na moda. 

Stiletto

unha stiletto
Foto: Reprodução/Pinterest

Inspirada nas garras de animais, as unhas pontiagudas são a mistura do formato oval e triangular, demonstrando poder e ousadia. É também um dos estilos queridinhos pelas famosas brasileiras e internacionais, por trazerem um ar mais moderno e irreverente. Para esculpir essas belezinhas longas e fininhas é muito fácil:

  1. Apare os cantos das unhas em diagonal com um alicate para corte.
  2. Depois, lixe as laterais com uma lixa áspera para definir o formato.
  3. A ponta precisa ficar pontiaguda e fina, com cuidado para não deixá-la frágil.

 Bailarina

unha bailarina
Foto: Reprodução/Pinterest

O nome já indica que essa unha é bem delicada, diferente do formato stiletto. O formato é inspirado nas sapatilhas de balé, por isso é comprido e finaliza com uma ponta quadrada. O formato moderninho também já caiu no gosto das famosas: as maiores representantes do estilo são as irmãs Kardashian, que variam os tons de esmalte entre fortes e suaves. Para fazê-las, também é muito simples:

  1. Comece lixando as laterais das unhas até que fiquem em formato V.
  2. Molde as pontas com uma lixa áspera para dar o efeito quadrado.
  3. Para fortalecer, tanto nesse formato como no Stilletto, use uma base fortalecedora.

 

Amendoada

unha amendoadaFoto: Reprodução/Pinterest

Com formato de amêndoas, elas são um pouco mais curtas e menos pontiagudas do que a stilleto. No entanto, são diferentes no tamanho e na forma, já que uma é mais triangular e a outra um pouco oval. Esse estilo retrô é ideal para quem não quer uma mudança muito radical, mas deseja sair do comum. Olha só como se faz:

  1. Para ajudar a lixar na direção certa, use um lápis delineador para pontilhar o centro das unhas, da cutícula até a ponta.
  2. Com uma lixa áspera, lixe as laterais em direção ao centro da unha.
  3. Arredonde a ponta deixando o formato entre o arredondado e triangular.

 

Dicas de formato & esmaltação

 guia formatos de unhasIlustração: Shutterstock

Agora que você já aprendeu como fazer os principais formatos do momento, já pode aplicar as técnicas em suas clientes.
Veja também quais são os cuidados essenciais para ter unhas bonitas e fortes e como manter as unhas bonitas a semana toda.

Lembrando que, para ter um resultado incrível, a ajuda de um profissional é essencial. E tudo fica ainda melhor com as técnicas ensinadas no Curso de Manicure e Pedicure Profissional do Instituto Embelleze.

 

Tags

unhas, formatos de unhas, esmalte, manicure, curso profissionalizante, instituto embelleze

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

MAKE PARA PELE NEGRA
No Brasil, por causa da miscigenação, o tipo afro traz na pele muitas nuances de cor. Normalmente, exibe tons mais claros no centro do rosto e mais escuros na testa e em volta da linha facial. Assim, para equilibrar as tonalidades, é necessário compor uma mistura de bases, trabalhando com critérios de claro-escuro.O mais importante ao maquiar uma pele negra, é ter cuidado com a tonalidade escolhida, para que não deixe a noiva com a pele acinzentada”, explica a professora de maquiagem Evelyn Maia, do Instituto Embelleze de Angra dos Reis. Confira o passo a passo desta maquiagem para pele negra 1 - Corrija a pele, se necessário, com um corretivo amarelo. 2- Iguale o tom de todo o rosto com uma base dois a três tons acima da pele. Aplique-a nos pontos de iluminação (centro da face) e também no contorno, bem de leve. 3- Para fixar e potencializar a tonalidade da sombra, use um corretivo bem claro na pálpebra e corrija a sobrancelha com um tom de sombra marrom acinzentado.   4 - Passe sombra marrom no côncavo e, na pálpebra móvel, use duas tonalidades de sombra: dourado (na parte interna) e cobre (na parte externa).   5 - Dê acabamento aplicando um delineador rente aos cílios. O delineador em gel é muito mais prático.   6 - O ponto de luz no cantinho interno da pálpebra ajuda a iluminar o olhar. Aplique uma sombra cintilante ou um pouco de glitter furta-cor.   7 -Use um blush na tonalidade terracota e um batom nude.   Confira aqui o resultado!              Agradecimentos: Instituto Embelleze de Angra dos Reis. Professora do curso de Maquiagem: Evelyn Maia; Modelo: Yana Assis.   Venha se tornar um expert em maquiagem fazendo nosso curso de Maquiagem Profissional! Visite-nos numa unidade mais próxima de você.
> Leia mais
12 coisas para não fazer na DEPILAÇÃO NO VERÃO
Basta a temperatura aumentar para o corpo ficar mais à mostra – o que exige pele lisinha, sem pelos. O lado bom é que cresce também a procura por profissionais de depilação. O lado preocupante é que o procedimento inadequado e/ou a falta de cuidados do cliente podem comprometer o visual. É que no verão, justamente por causa da exposição solar, a pele fica mais sensível. Os raios ultravioletas tendem a provocar ressecamento e inflamação dos tecidos, tornando a cútis um ambiente desfavorável para uma nova agressão. A depilação feita com a cera imprópria e na hora errada pode se transformar nesse vilão, sabia? Confira quais são as atitudes que você, profissional, precisa tomar e as dicas que deve recomendar para os clientes. A melhor cera depilatória Prefira trabalhar com a cera para pele sensível, à base de aloe vera, que é mais hidratante. Cuidado com a cera muito quente: além de queimar a pele, ainda provoca uma hiperpigmentação no local, o que resulta numa área escura. E tudo o que você não quer é uma mancha, certo? O uso de cera caseira feita com limão é proibido, pois se a pele não for higienizada corretamente depois da depilação e o cliente se expuser ao sol em seguida, vai ficar com manchas escuras. Quando se depilar Bem, você já sabe que o sol sensibiliza a pele, assim como a depilação. “No ato da extração dos pelos, a cera retira as células mortas que estão nas camadas superficiais da pele, atuando como uma esfoliação e, para não irritar a cútis, o ideal é programar a depilação”, explica Marcela Figueira, coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze Jaboatão, no Ceará, e instrutora de depilação. Anote as boas práticas: O ideal é se depilar 24 horas antes ou 24 horas depois da exposição ao sol. “No caso de pegar sol antes, a cera pode causar machucados e queimaduras; se a exposição solar for depois da depilação, a cera pode provocar manchas”, diz Marcela. Não é aconselhável entrar na piscina depois da depilação, mesmo que ela seja coberta. “A água clorada pode desencadear uma reação alérgica, já que a pele estará mais sensível”, lembra a coordenadora pedagógica.   Foto: Shutterstock 12 coisas para não fazer na depilação no verão Antes do procedimento 1. Não se esqueça de hidratar a pele frequentemente. A hidratação aumenta a elasticidade dérmica facilitando a remoção dos pelos e a derme ressecada é mais suscetível a manchas. Só não use o produto no dia da depilação. 2. Não se depile se estiver se submetendo a algum tratamento com ácidos, pois eles fragilizam a cútis. 3. Não aplique, no dia da depilação, óleos ou cremes e loções formulados com álcool para não irritar a pele. 4. Não extraia os pelos de áreas machucadas ou irritadas. 5. Não depile se os pelos estiverem descoloridos. É que por causa da química do descolorante eles ficam mais frágeis e, por isso, há grandes chances de não serem removidos desde a raiz, encravando depois. Depois do procedimento 6. Não use bronzeador. “Ele pode ser perigoso, porque como a depilação faz uma esfoliação ela acaba removendo a pigmentação superficial da pele. Já reparou que a área fica mais clara quando depilada? Assim, ao passar o bronzeador, o produto pode ativar a melanina da área mais sensível, fazendo com que ela fique manchada”, alerta Marcela. 7. Não sufoque a pele! Deixe-a respirar, portanto, não aplique produtos à base de álcool para não sensibilizá-la. Dê algumas horas para investir em uma loção hidratante. 8. Não use óleos que tampam os poros e favorecem o encravamento do cabelo. 9. Não vista roupa apertada para não abafar a região e provocar irritação ou abafamento dos poros. 10. Não esqueça de aplicar protetor solar FPS 30 na cútis para evitar manchas. E use um produto que você já testou para não correr o risco de alergias. 11. Não caia em água quente depois da depilação — banho de chuveiro, piscina, ofurô —, porque irrita a pele. 12. Não deixe de higienizar bem a derme com um sabonete neutro e água fria para eliminar qualquer resíduo de cera. O pelo encravou? O pelo encrava quando ele tem dificuldade de atravessar todas as camadas da pele e, assim, sair pelo poro. O fio de cabelo acaba se curvando e ficando dentro da pele. Há pessoas com tendência a pelo encravado, pelo fio ser naturalmente curvo, ou porque a camada superficial da derme é mais grossa, o que dificulta a saída do pelo. A depilação realizada de forma errada, sem a técnica correta, também provoca o encravamento. Como evitar - Para diminuir a incidência do problema, ou até se livrar dele por completo, faça assim: Esfolie a pele regularmente, uma vez por semana ou a cada 15 dias, até três dias antes da depilação com cera. O afinamento da superfície da pele facilita a saída do pelo. Hidrate-se diariamente para manter a pele saudável e facilitar a extração do pelo. Evite usar roupas apertadas após a depilação para a pele respirar à vontade. Não aplique óleos ou cremes oleosos depois da depilação para não bloquear os poros. Como combater - Antes de ficar cutucando a pele para desobstruir os poros, o que acaba machucando e causando lesões, siga estes passos: Se o pelo encravou, a melhor maneira de retirá-lo é afinando a pele e liberando o poro. Com cuidado, raspe a área com lâmina de barbear. No caso de inchaço, dor e vermelhidão no local, o mais indicado é procurar orientação de um profissional, que tem os recursos mais adequados para o tratamento.   Foto: Shutterstock Alternativa à cera depilatória A coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze dá uma dica perfeita para quem deseja tirar os pelos de regiões pequenas, como o buço: “Aposte na depilação com linha. Esse método é perfeito para pele sensível, já que não utiliza química e nem oferece riscos de alergias ou queimaduras. Outra vantagem é que evita manchas”.  E atenção: um trabalho bem feito deve ser realizado com produtos registrados pela ANVISA e executado por um profissional da área capacitado, como são as pessoas que se formam no curso de depilação do Instituto Embelleze. Agora que você já sabe de todas essas dicas é só seguir e aproveitar o verão com uma pele mais saudável e bonita!
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados