Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Cabelo

Argila nos cabelos: conheça mais sobre essa tendência e saiba o jeito certo de fazer a aplicação

O tratamento com argila nos fios passa por um procedimento específico que precisa ser seguido para que os resultados sejam observados

Você já ouviu falar em argila nos cabelos? Essa tendência de tratamento dos fios tem se tornado cada vez mais popular. No entanto, é preciso estar atento, já que o tratamento com argila exige um procedimento específico, que deve ser seguido para que o efeito alcançado seja positivo. Que tal então conhecer mais sobre o assunto?

Para que serve a argila nos cabelos

Argila cinza em uma tigela

Com elementos de nutrição e hidratação, a argila pode ajudar a devolver a queratina que foi perdida no processo de danificação dos fios. Nos fios, ele ajuda a purificar, eliminar oleosidade e fortalecer o couro cabelo. Além disso, ajuda no crescimento saudável dos fios, repondo proteínas e selando as cutículas. 

Tipos de argila

Vários tipos de argila cosmética

Quer aplicar argila nos cabelos, mas não sabe qual escolher? Então confere um pouquinho sobre cada uma!

Argila Branca 

Rica em silício e alumínio.  Regula a queratina e ajuda em distúrbios do couro cabeludo;

Argila Verde

Rica em magnésio, manganês, silício e vários oligoelementos.  Desinflama, esfolia e regula a produção sebácea. Tem efeito desintoxicante e adstringente;

Argila Cinza

Rica em alumínio e silício. Melhora a circulação sanguínea e linfática e possui efeito anti-inflamatório e cicatrizante.

Argila Amarela 

Rica em silício e alumínio. Ação calmante e regeneradora de tecidos.

Argila Preta

Elevado teor de titânio, alumínio e silício. Ativa a circulação, tem efeito adstringente e atua na queda de cabelo provocada pela idade.

Como aplicar corretamente a argila nos fios

Mulher aplicando máscara às raízes do cabelo

Agora que você já sabe para que serve a argila nos cabelos é hora de entender melhor sobre a aplicação correta. Fizemos um passo-a-passo para te ajudar nesse processo. Confira:

Passo 1:

preparar a mistura colocando 4 colheres de argila seca em um recipiente e adicionando água filtrada. Mexa bem e observe o ponto, pois ela não deve ficar nem muito firme nem muito mole;

Passo 2:

Lave os fios com shampoo neutro;

Passo 3:

Agora é hora de aplicar a argila. Passe a argila misturada com sabonete neutro no couro cabeludo, caso o seu cabelo seja oleoso.

Para fios normais ou secos, o ideal é misturar com um creme de hidratação e depositar diretamente no couro cabeludo com um pincel. Mas atenção: não toque nos fios;

Passo 4:

Agora é aguardar a argila fazer efeito. Nada de ultrapassar mais de uma hora com o produto, ok? Além disso, na hora de retirar, espere que a argila amoleça. Esse é um momento que exige paciência.

Passo 5: 

Finalize da forma como preferir.

Quer aprender as mais variadas técnicas utilizadas pelos grandes profissionais do mercado? O curso de Cabeleireiro Profissional do Instituto Embelleze é o que você procura. Conheça mais acessando o nosso site.

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

CICATRIZAÇÃO CAPILAR: ANTÍDOTO CONTRA CABELOS DANIFICADOS
Na prática, cabelo danificado significa: quebradiço, poroso, ressecado, com frizz, pontas duplas, aspecto palha e sem brilho. Pura falta de saúde e vitalidade dos fios. De acordo com Elaine Cristina Carneiro, instrutora do curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze Cidade Dutra, de São Paulo (SP), são vários os fatores que deixam o cabelo danificado e com a fibra rompida. “Geralmente, os hábitos do nosso dia a dia acabam detonando os fios, como usar secador e prancha em alta temperatura sem proteção térmica, fazer químicas (descoloração, progressiva, alisamento, permanente, coloração) sem fortalecer as fibras capilares antes, tomar sol e banho de piscina com frequência... Tudo isso leva à perda de hidratação, queratina (proteínas), vitaminas e aminoácidos, tornando o cabelo poroso, elástico ou quebradiço”, esclarece a profissional. Embora a solução mais rápida para eliminar o estrago seja cortar, você não precisa ser radical. Basta fazer uma cicatrização capilar, o tratamento do momento em muitos salões de beleza. O que é a cicatrização capilar Uma vez rompida a fibra do cabelo, que leva à fragilidade extrema, é preciso um tratamento efetivo para que os danos não se tornem ainda piores. E, claro, reverter o quadro e reconquistar fios alinhados, mais macios, hidratados, saudáveis e com a cutícula fechada. Nesse caso, o ideal é fazer a cicatrização dessa fibra destruída. Antes, porém, precisamos entender o mecanismo de resistência dos fios. O cabelo é composto de 80 a 90% de queratina (proteína) e esta queratina se desgasta naturalmente com a ação do tempo (vento, sol), do sal, do cloro ou no simples ato de pentear as mechas, no atrito com o travesseiro e também com o uso de produtos químicos, deixando assim os cabelos danificados quebradiços, porosos e opacos. “A cicatrização nada mais é que a reposição dessa queratina com uma combinação de hidratação e nutrição power, que recupera e mantém o cabelo saudável”, explica Elaine Cristina. Como é feita a cicatrização capilar O tratamento é relativamente simples. O segredo está na combinação dos ativos utilizados nos produtos aplicados no salão de cabeleireiro pelo profissional. Primeiro, é aplicado um xampu à base de ceramidas, D-pantenol e aloe vera. Em seguida, usa-se máscaras que contêm lipídios e proteínas, como, complexo de aminoácidos, proteínas do trigo, ácido  hilauriônico e arginina. Por fim, o cabeleireiro aplica reconstrutores, finalizadores e protetores térmicos. O período de manutenção vai depender da condição dos fios, do nível de dano. Mas geralmente, a manutenção pode ser feita a cada 30 ou 60 dias. Enquanto isso não acontece, é importante fazer uma hidratação e nutrição semanal em casa mesmo, com xampu e condicionador adequados (com os ativos utilizados no salão), para manter os benefícios da cicatrização capilar. Interessada em saber mais sobre cuidados com os cabelos e todos os tratamentos profissionais para a beleza dos fios? Inscreva-se no curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze. O curso capacita o estudante para a realização das mais variadas técnicas de atendimento em cortes, coloração, tratamentos capilares, modelagem, e transformação capilar: alisamento, relaxamento e encacheamento. Além disso, aperfeiçoa os conceitos de excelência no atendimento ao cliente, bem como instrui sobre fatores comportamentais que assumem uma condição de extrema relevância neste nicho de mercado. O futuro profissional ainda aprende conceitos sobre tricologia, biossegurança, visagismo. Não é o máximo? Espalhe a notícia para os amigos e deixe aqui os seus comentários!
> Leia mais
ESMALTE NEON: APRENDA A USAR SEM ERRO
Foi lá nos anos 1980 que as cores neon ou fluorescentes estiveram no auge em roupas, acessórios e na maquiagem. Tempos depois, foram ofuscadas pelo minimalismo da moda e só voltaram à cena nos anos 2000 (mas sem muita adesão). Agora, em 2019, elas ressurgem com força total, já que pintaram nas passarelas em muitas grifes durante as semanas de moda nacional e internacional.  Estilistas famosos, como Marc Jacobs, Carolina Herrera, Wagner Kallieno e André Sampaio, não pouparam na cartela de cores iluminada e elegeram principalmente o laranja, o amarelo, o verde e o rosa fluorescentes para tingir suas peças da coleção de verão. Neon nas roupas, no make e... nas unhas! Nas passarelas, o visual dos anos 80 predominou em roupas e na maquiagem – um exagero fantástico, que resultou eletrizantes blocos de cor. Modelos cruzaram o palco com as pálpebras em uma única cor neon ou com até duas nuances combinadas. Uma dica para quem quer se inspirar, mas tem medo de arriscar e ficar neon demais: experimente só um delineado gatinho fluorescente e bastante máscara para cílios preta. O seu olhar vai parecer mais discreto, sem passar despercebido. Nas ruas, as famosas não poupam a tendência e já desfilam o colorido neon e muita ousadia por aí. As irmãs Kim e Khloé Kardashian e Kilye Jenner são as maiores entusiastas do hit fluo – sinal de que a moda vai pegar! Veja só as roupas e as unhas vibrantes delas! Fotos: Reprodução/Instagram Amarelo é o hit O destaque para o amarelo tem a ver com o sol que irradia intensamente nesta estação do ano. Mas rosa, verde e laranja também estão em alta – na moda e na manicure.  Tanto para o dia, quanto para a noite. O que determina a ocasião é a forma como você compõe o look: com itens básicos ou mais glamourosos. O look total fluo ou monocromático é uma das formas de usar a tendência sem errar. Ou seja, ao escolher uma roupa amarela, por exemplo, invista no esmalte também amarelo neon. Um bom exemplo é a modelo americana Bella Hadid, que usou a combinação lindamente no desfile da Dior. Foto: Reprodução/Instagram A ideia neon ainda é muito over para você? Então dê um toque somente nas unhas — tá aí uma boa recomendação que você, manicure profissional, pode fazer para aquela sua cliente basiquinha. A instrutora de unhas artísticas Kelly Neves, do Instituto Embelleze-Belém do Pará, afirma que muitas clientes dela ainda ficam inseguras quanto aos tons fluorescentes. “Para elas, indico apostar em nail art neon ou escolher apenas uma unha para aplicar essa cor (nesse caso, as outras unhas devem ficar num tom neutro).” Na ponta dos dedos A responsável pela manicure de Bella Hadid é a nail artist internacional Nelly Ferreira, que dá uma dica para usar o amarelo ou outro tom neon sem estranhar o resultado final: “encontre a matiz que melhor se adapta ao seu tom de pele”. Peles claras ficam bem com nuances abertas e iluminadas, como amarelo canário. Peles escuras combinam com tons mostarda flúor. Outro segredo é escolher o comprimento e o formato de unha certos para chamar mais ou menos a atenção. Para Kelly, os estilos bailarina, stiletto e amendoado deixam as unhas mais em evidência. Unha curta e arredondada ou levemente quadrada é discreta. Unha longa na forma amendoada, bailarina ou stiletto é mais chamativa. Khloé Kardashian, por exemplo, não abre mão da unha longa e perfeita. Atualmente ela exibe o formato squareletto, que é uma versão do stiletto com ponta quadrada (square). Manicure profissional Existem algumas dicas para quem está a fim de adotar o neon ou sugerir para a cliente. A instrutora Kelly Neves conta os segredos... Uma maneira de fazer o esmalte durar na unha é polir a sua superfície com lixa própria antes de passar a base. Ah, e prefira uma base fosca. Antes de aplicar o esmalte fluorescente, espalhe uma camada de esmalte branco opaco. Isso ajuda a tornar a cor ainda mais vibrante e iluminada e com um resultado igual ao tom que aparece no vidrinho. O esmalte neon perde o brilho muito fácil, então use um top coat ou verniz de qualidade, que ajuda a manter o brilho intacto. Na dúvida sobre pintar ou não as unhas de neon, comece aos poucos. Esmalte só os pés, que podem ficar escondidos quando você quiser dar um tempo no fluorescente, ou use o neon apenas na ponta das unhas da mão, no estilo francesinha. Mas daí, opte por deixar o comprimento com base transparente e ponha cor somente nas pontinhas mesmo. Não esmalte a mão de amarelo e o pé de rosa, por exemplo. O neon já é chamativo, então deixe tudo numa cor só. Na vida real, nail art ou adesivos combinados a esmalte neon não rolam. O visual fica carnavalesco demais. Embora a esmaltação neon seja ousada, ela é usável e tem tudo a ver com o verão, que propicia uma moda mais colorida, estampada e cheia de vida. Portanto, se quiser arriscar, o momento é agora! Quer aprender mais? Conheça o curso de manicure e pedicure profissional do Instituto Embelleze.
> Leia mais
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados