Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Barbearia

Fotos: Shutterstock

Barba e cabelo estilo Lumberjack

Cabelo comprido, barba cheia, camisa xadrez, calça surrada: assim se define o estilo Lumberjack. Embora pareça apenas um jeito despojado de ser, o visual tem uma filosofia por trás e alguns truques podem deixá-lo mais original

Nada como uma crise para mudar comportamentos, abrir os horizontes e fugir do óbvio. Foi isso o que aconteceu nos Estados Unidos, em 2008, quando surgiu o estilo Lumberjack: camisa xadrez, jeans destroyed, botas robustas, cabelos compridos e barba cheia — visual curinga dos homens na ocasião. A fonte principal desse comportamento, que acabou virando tendência e ganhou o mundo anos depois, foi o enorme colapso financeiro — o segundo maior da América, depois da Grande Depressão, em 1929. Os homens se viram com a grana curta e passaram a investir em roupas de alta qualidade que durassem muito – a ideia era ter poucas peças, mas itens essenciais. E, ao que parece, deixaram cabelo e barba crescer, para evitar idas frequentes à barbearia, outra forma de economizar. Resumindo: o estilo agora está super em alta na beleza do homem contemporâneo e virou trend total.

Frequentemente confundido com os hipsters americanos (que se caracterizam pela forma alternativa de se vestir e consumir basicamente o que é produzido na localidade onde moram), o estilo Lumberjack também vem com essa pegada original, de raiz, mas, na verdade, os homens prezam pela elegância com praticidade, tanto no figurino quanto no visual de cabelo e barba.

A coisa funciona mais ou menos assim: no guarda-roupa, poucas e boas peças; no look, cabelos mais compridos com um bom corte e barba longa, cheia e alinhada. É a tradução do minimalismo: pouco, mas o melhor. “Em 2009, a indústria americana começou a corresponder a essa exigência dos homens, das roupas de excelente qualidade. No entanto, foi apenas em 2014 que a moda e o estilo Lumberjack realmente decolaram”, lembra César Thiago Pacanhela, instrutor do curso de barbearia do Instituto Embelleze de Pirassununga (SP). Confira outros detalhes da tendência no vídeo que está no fim deste post!

estilo lumberjack

O estilo exige cuidado e manutenção

De 2014 pra cá a tendência Lumberjack só aumentou e ganhou cada vez mais adeptos. No Brasil, o visual lenhador é o que mais representa a versão latina do “look rústico”, com sutis diferenças. O estilo naturalista da América conserva um pouco mais de harmonia entre o cabelo comprido e a barba cheia, sem ser tão livre de padrão como o lenhador. “Os cabelos são compridos, mas não necessariamente alinhados. Geralmente, é o contrário, um pouco bagunçados – nesse aspecto lembra o tipo lenhador. Para a barba, a regra é ser cheia, porém ligeiramente alinhada. O cabelo e a barba estilo Lumberjack necessitam de cuidado com produtos específicos para o dia a dia, pois como os fios são mais longos, devem ser hidratados. O ideal é hidratar semanalmente e aparar os pelos com mais frequência”, ressalta César Thiago.

Técnicas de corte e aparo

Se você quer oferecer esse serviço na sua barbearia ou salão de beleza, vá em frente sem medo, pois não é difícil. Tecnicamente falando, conquistar o estilo Lumberjack é mais fácil do que parece. Primeiro, o cabelo não deve estar tão curto, é preciso ter o mínimo de comprimento para ser trabalhado. “O corte é simples, feito somente com a tesoura e pente livre, para dar o ar despojado, e nunca com marcação em linha reta”, pontua César Thiago, do Instituto Embelleze. “Já a barba, contudo, requer um cuidado especial, pois é longa, tem as laterais mais definidas e alinhadas. Basta ficar atento nesse detalhe”, complementa o especialista. 


Tags

estilo lumberjack, barbearia, barbeiro profissional, curso de barbeiro, corte de cabelo, barba, tendência, barba da moda, instituto embelleze

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

MAQUIAGEM PARA PELE MADURA
Prestes a completar 50 anos (em 11 de fevereiro de 2019), Jennifer Aniston é um ícone de beleza madura. Ela sempre acerta na maquiagem, que a deixa com o visual jovem e elegante. Nem parece que o tempo passou para ela, não é mesmo? Para conquistar o mesmo make da celebridade, confira as dicas do Instituto Embelleze. O QUE USAR NA PELE MADURA Procure lançar mão de bases e corretivos cremosos, que ajudam a hidratar a pele geralmente mais seca. Depois dos 40, lidamos com a diminuição dos pelos das sobrancelhas. Por isso opte por reforçá-las com sombra ou lápis do mesmo tom e esfume bem usando um pincel para sobrancelhas ou um chanfrado. Opte por um rímel que dê volume aos cílios. Para levantar o olhar pincele bem o canto externo dos cílios. Na hora do blush, escolha tons de pêssego ou salmão e passe nas maçãs do rosto subindo em diagonal para as têmporas. Assim você irá levantar sua expressão. O QUE EVITAR NA PELE MADURA Cuidado para não exagerar no pó compacto ou na base. A quantidade excessiva desses produtos deixará a pele extremamente cansada, acentuando as olheiras e linhas de expressão. Use o pó compacto apenas em casos necessários, para tirar o brilho (se for excessivo) da pele, e mesmo assim com moderação. Opte por passar com um pincel de duas fibras (duo fiber), que vai deixar o efeito mais leve. Em geral, evite acumular produto na pele com a intenção de esconder as imperfeições. O efeito pode ser justamente contrário! Procure, sim, valorizar o que você tem de mais especial e singular. Que tal aprender a fazer maquiagem em todos os tipos de pele? Confira no curso de Maquiagem Profissional ou visite uma unidade do Instituto Embelleze mais próxima de você!
> Leia mais
Strobing passo a passo
Depois do sucesso do make de contorno, disseminado pela estrela Kim Kardashian, as famosas estão in love com o método strobing. Isso porque em vez de disfarçar as imperfeições, ele realça os pontos altos do rosto, proporcionando um aspecto menos artificial. Basicamente, a diferença entre eles é a seguinte: no contorno são usados pó bronzeador ou blush marrom (na testa e nas laterais das bochechas, do nariz e do queixo) para afinar o rosto; no strobing, áreas proeminentes da face, como a parte alta das maçãs, são destacadas com iluminadores. A origem da palavra vem de strobe, que é aquela luz tipo flash de balada. No strobing, a ideia é criar pontos de luz na face, deixando a pele iluminada e com aspecto glow (brilhante, viçosa). No strobing você deve iluminar áreas como têmporas, parte alta das maçãs, canto interno dos olhos, o V (ou arco do cupido) dos lábios, queixo e ponta do nariz. Modelos e celebridades do mundo todo não abrem mão mais do efeito chique que o strobing dá ao visual. Quer copiar? Então siga as dicas e assista ao vídeo tutorial realizado pela professora do curso de maquiagem Francine Dahmer, do Instituto Embelleze Curitiba Centro (PR). Efeito natural O maior segredo para o strobing ficar com o brilho na medida certa, resultando num aspecto glow natural, é usar pouco produto iluminador. Comece sempre com menos e vá acrescentando a quantidade conforme a necessidade. Outra dica é esfumar bem o produto para que o look fique impecável!  Você pode usar... Pincel para blush ou pó – Mas como ele é volumoso e grande, pegue bem pouco iluminador e aplique suavemente. Duo fiber – Perfeito para aplicar iluminador em creme, já que garante acabamento leve. Pincel de esfumar – É o mais indicado para proporcionar uma pele naturalmente iluminada. Pincel em leque – Permite uma finalização perfeita. Iluminador ideal Em geral, o seu tipo de pele é que vai determinar a escolha do iluminador. O produto em pó é recomendado para strobing em peles oleosas, enquanto o líquido e o cremoso se adapta bem em peles secas ou mistas. Tonalidade certa Quando o strobing foi lançado ele era feito apenas com o iluminador perolado. Conforme a tendência foi se firmando e conquistando mais adeptas, os produtos foram ganhando novos pigmentos para oferecer um acabamento mais natural a todo tipo de pele. Os iluminadores dourados ou bronzer são a melhor opção para peles morenas. Os iluminadores com pigmento rosado se adaptam bem nas peles negras. Os iluminadores em tom champanhe, pêssego e perolado dão um efeito glow lindo às peles claras.   Anotou as dicas? Então agora siga o vídeo tutorial com a expert Francine Dahmer, do Instituto Embelleze.
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados