Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Make

Fotos: Divulgação

Tutorial de maquiagem primavera 2019 dia e noite

Descubra quais são as tendências em cores para a maquiagem primavera 2019 e aprenda passo a passo a criar um make dia e noite com a youtuber @suzybezerraoficial

Foi dada a largada para a estação mais feminina do ano: a primavera. As flores enchem a vida de cor e, na maquiagem, não é diferente. Tonalidades fortes, delineados vibrantes, esfumados coloridos, batons vivos..., vale tudo para celebrar a magia dos dias frescos e ensolarados. Seguindo essa tendência, a youtuber Suzy Bezerra (@suzybezerraoficial) criou uma maquiagem primavera 2019 dois-em-um: para o dia, um look básico e fresh e, depois, acrescentando poucos detalhes, transformou-o em um make noite intenso e vibrante.

Você tem medo de maquiagem colorida? Tudo bem, a gente sabe que não é lá muito fácil fazer uma boa combinação de tons, sem falar que o resultado é sempre mais ousado. Mas, acredite, com as tendências de moda democratizando o uso das cores já há alguns anos, tem ficado cada vez mais simples acertar. A democracia da beleza também tem tornado a diversidade mais aceita, o que facilita. Depois, com um pouco de técnica e bom gosto, não há look que pareça exagerado — é só uma questão de equilíbrio.

Além disso, o efeito esfumado é um grande aliado para aderir a essa tendência (que vem com tudo nesta primavera e vai permanecer no verão), uma vez que ele torna as cores mais suaves. Vem, se joga, e inspire-se aqui a compor um look lindo para a temporada. Leve, é perfeito para você, que é maquiador profissional, sugerir para suas clientes.

Passo a passo maquiagem primavera 2019

Se joga nessa super trend da maquiagem colorida, porque é possível adaptá-la ao gosto pessoal e estilo. A youtuber Suzy Bezerra ensina todos os detalhes, a seguir para fazer um make color cheio de personalidade (veja também o vídeo tutorial no final do post).

Básico para o dia...

tutorial de maquiagem primavera 2019

1

Lave o rosto com o seu sabonete facial de costume; e para complementar a limpeza da pele, passe um algodão umedecido com água micelar. Aplique um hidratante, de preferência uma versão com proteção solar, para deixar o rosto hidratado e protegido de dia. Para fechar os poros, aplique um primer em toda a face, o que assegura também que a maquiagem dure mais tempo intacta. Hidrate os lábios com protetor labial, balm ou manteiga de karité. 

2

Faça o preenchimento das sobrancelhas utilizando uma sombra própria e pincel chanfrado. Para um acabamento mais natural, desenhe fio a fio e seja criteriosa nas extremidades para evitar riscos de contornos artificiais.

3

Finalize o desenho da sobrancelha contornando a parte inferior do arco com uma base num tom mais claro que o da sua pele, aplicada com pincel língua de gato. Espalhe o produto também na pálpebra móvel para aumentar a fixação da sombra. Com uma esponjinha, esfume bastante o produto para garantir um efeito natural.

tutorial de maquiagem primavera 2019

4

Aplique uma sombra em pó em tom rosé, esfumando bem, para fazer a cor de fundo da pálpebra, ultrapassando a linha do côncavo. Aplique sombra amarela em pó apenas na região do côncavo, de maneira que a sombra rosé fique aparente. Faça movimentos de vaivém para esfumar, assim a transição entre o amarelo e o rosé não fica tão marcada e o look parece mais profissional.

tutorial de maquiagem primavera 2019

5

Com um delineador rosa, ou utilizando um batom cremoso e um pincel chanfrado, faça um traço mais grosso do tipo pin up rente aos cílios, deixando um efeito gatinho no canto externo dos olhos. Aplique máscara preta nos cílios superiores e inferiores.

tutorial de maquiagem primavera 2019

6

Para seguir a linha colors da maquiagem primavera 2019, passe um lápis de olho lilás na linha d'água inferior. Utilize o mesmo lápis para dar um toque de cor à pálpebra inferior: faça um traço e depois esfume. “Esse esfumadinho nos cílios inferiores é tendência total da maquiagem primavera 2019”, afirma Suzy Bezerra.

tutorial de maquiagem primavera 2019

7

Como esse make é para o dia, aplique um protetor solar com cor, uma base com FPS ou um BB cream, também com filtro solar.

8

Com uma esponjinha, aplique um pó translúcido para matificar a pele. Espalhe-o usando um pincel grande, redondo e fofo.

tutorial de maquiagem primavera 2019

9

Para fazer os detalhes de contorno, com um pincel firme e de cerdas curtas, aplique um pó compacto dois tons mais escuro que o da sua pele nas laterais do nariz e nas laterais da bochecha (na área funda). Passe o restante de produto que sobrou no pincel rente ao couro cabeludo, em todo o contorno da testa.

tutorial de maquiagem primavera 2019

10

Na região das olheiras, passe um pó compacto dois tons mais claro que o da sua pele para iluminar a área e rebater o ar de cansaço. Aplique o restinho de produto que ficou no pincel no ossinho do nariz (região central) para potencializar o truque de contorno; no centro do queixo e na testa para garantir um efeito iluminado.

11

Aplique blush alaranjado na região do ossinho das maçãs. Em seguida, utilize um pincel bem fofo para limpar o make e “varrer” o excesso de pó, puxando em direção ao pescoço e espalhando bem. Para finalizar, passe um batom nude rosado, cor que está super em alta.  

 

Especial para a noite...

tutorial de maquiagem primavera 2019

1

Faça um traço de delineador preto acima da linha rosa que já existe, criando assim um duplo delineado. Aplique cílios postiços nos fios superiores, para dar um ar de balada.

tutorial de maquiagem primavera 2019

2

Esfume a pálpebra inferior com uma sombra preta em pó e aplique lápis preto na linha d’água para marcar ainda mais os olhos.Passe um batom vermelho puxado para o marrom.

tutorial de maquiagem primavera 2019

3

Intensifique o look glam aplicando iluminador no topo das maçãs do rosto, na base das sobrancelhas, no centro e na ponta do nariz.

tutorial de maquiagem primavera 2019

 

 

 

 


Tags

maquiagem primavera 2019, primavera, curso de maquiagem, tendência, passo a passo, tutorial, instituto embelleze

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

Vantagens da cutilagem russa para clientes e manicures
As mulheres russas são conhecidas no mundo inteiro por dois motivos: a beleza física e as unhas saudáveis. Tanto que grandes marcas de cosméticos de tratamento de unhas e cutículas são, originalmente, vindos da Rússia. E sabe qual é um dos segredos das russas nesse quesito? O modo de retirar a cutícula! Em vez de usar alicate, como nós, elas usam tesourinha. Neste post, vamos falar sobre essa técnica que, aliás, está bombando nos últimos meses por aqui e ainda pouca gente conhece. É a cutilagem russa ou manicure russa. No procedimento, o bom e velho alicate de cutícula é substituído por uma tesourinha própria para a região e uma lixa elétrica cilíndrica, que lembra uma broca. “Em vez de simplesmente empurrar ou mesmo cortar a cutícula com o alicate — o que normalmente favorece exageros por ser uma ferramenta muito cortante, estimula o crescimento contínuo da película e pode levar à retirada acidental de ‘bifes’ —, na cutilagem russa o profissional elimina delicadamente e com cautela o contorno da unha com a tesoura e a lixa”, explica Vanessa Castro, instrutora do curso de manicure do Instituto Embelleze unidade Santo Amaro, São Paulo (SP). Some a esses benefícios o fato de não ter mais aquelas “peles levantadinhas” crescendo em volta da unha, já que a cutícula não será removida, apenas aparada. A cliente fica feliz...   A manicure russa pode ser feita nas unhas das mãos e dos pés, e praticamente não há contraindicação. “Mas pode-se dizer que nos casos de cutículas muito finas e de diabéticos, a técnica é altamente indicada, por permitir ao profissional mais controle e delicadeza”, destaca Vanessa Castro. A técnica parece mesmo ser tudo de bom: além de reduzir a praticamente zero o risco de cortes, a manutenção é quinzenal, diferentemente do procedimento feito com alicate, que geralmente requer idas semanais ao salão. Isso, porque, como só é retirado o excesso de pele com a tesourinha, sem arrancar a cutícula, não há um crescimento acelerado e regular, dessa pele. Resultado: com o tempo, a cutícula que vai cobrindo a unha deixa de ser um fator antiestético. No final das contas, o procedimento quinzenal não chega a representar uma contenção de custo, já que o valor da cutilagem russa é dobro da manicure tradicional — o que fica elas por elas. Por outro lado, tem o ganho de tempo, já que as visitas ao salão são quinzenais. Se durante a quinzena a cliente reclamar do desbotamento do esmalte (já que vai levar mais tempo para ela voltar para o salão), sugira que ela aplique um top coat antes de terminar a quinzena, para dar um up na cor e no brilho das unhas. Ah, e repita para ela a velha e boa dica (superútil) de usar luvas durante os afazeres domésticos para preservar ainda mais o esmalte. Uma dica: ressalte os benefícios da cutilagem russa listados aí acima para as suas clientes apostarem na novidade! Ok, a gente sabe que não é nada fácil mudar a tradição do alicate, tão forte para as brasileiras. Mas o protocolo russo tem todo potencial para fazer a cabeça das mulheres e cair no encanto. Num primeiro momento, é comum que algumas clientes nem queiram conhecer a cutilagem russa por “ter ouvido falar” que se trata de um procedimento caro. Então, é aqui que entra a habilidade do profissional de explicar tudo direitinho, com detalhes.   O profissional em manicure sai ganhando... Investir na cutilagem russa é um diferencial para a carreira de manicure. Isso mesmo. É preciso acompanhar as novidades e tendências para ser visto de forma diferente e até se tornar uma referência no domínio de técnicas moderninhas entre as clientes. A cutilagem russa é uma excelente oportunidade para dar um up no seu menu de serviços. Apesar de ser um procedimento que já existe, a febre é agora! Conclusão: vai ganhar quem oferecer o serviço do momento. Sem contar que o espaço de beleza que sai na frente com novidades desse tipo ocupa outro patamar no mercado, muito acima de quem continua oferecendo o básico. Há mais chances de fidelizar clientes com serviços exclusivos ou diferenciados. E, claro, o profissional também se torna especial, tendo uma formação acima da média, especialmente nesse caso que envolve saúde por se tratar de cuidado com as cutículas. O profissional inspira confiança, credibilidade. Cutilagem russa passo a passo   Entenda, a seguir, como é feita cada etapa da técnica que é sucesso e, depois, é só se lançar para experimentar! 1 O esmalte (ou resíduos) é retirado com removedor sem acetona. Depois, as unhas são molhadas suavemente com água. Após enxugadas, recebem um hidratante. Quanto mais grossa e grande a cutícula, mais tempo é necessário para o produto agir e amolecer a estrutura. Já as cutículas mais finas nem precisam tanto desse recurso do creme, é opcional. 2 Em vez de utilizar a espátula para empurrar a cutícula, na cutilagem é usada a broca, que nada mais é do que uma lixa cilíndrica elétrica. Esse é o grande lance da manicure russa. A função dessa ferramenta é levantar a película, facilitando a etapa seguinte (corte com a tesourinha), e polir a unha, removendo as peles que ficam aderidas à superfície. 3 Com a cutícula suspensa e descolada fica muito mais fácil removê-la com a tesourinha, que tem uma curvatura na ponta que acompanha a anatomia dessa estrutura de pele. Lembrando que, no caso de cutículas muito finas ou discretas, nem é necessário remoção com a tesourinha, basta o polimento com a broca. 4 A partir daqui a esmaltação é feita normalmente, conforme o método de cada profissional.     Gostou? Deixe o seu comentário e compartilhe o post com a sua rede de amigos!  
> Leia mais
A NOVA MANICURE FRANCESINHA
Ela não é nenhuma mocinha — tem quase 90 anos —, mas sempre que atinge o auge da moda aparenta ser a mais nova tendência do momento. É que, embora possua uma característica clássica (marcar as pontas das unhas), é capaz de ganhar variações que trazem uma cara nova ao estilo. O precursor da francesinha foi Max Factor: em 1927 criou um creme rosado para ser aplicado como base e um líquido branco, só para as extremidades das unhas. No entanto, somente em 1970 a manicure foi batizada com esse nome. A pedido dos diretores de cinema por um esmalte mais neutro, o norte-americano Jeff Pink, fundador da marca Orly, lançou o primeiro kit de francesinha. Sorte a nossa! Desde então, a manicure virou a queridinha de famosas, como Kim Kardashian e Ariana Grande, e anônimas. E também evoluiu visualmente, com versões que vão muito além da faixinha branca, e na técnica de aplicação — os profissionais criaram vários jeitos de esmaltar para facilitar o trabalho.  Conheça todos as variações e segredos do estilo que está em alta no outono-inverno 2019. Métodos de manicure francesinha 1 Adesivo Feita com fita adesiva própria para a francesinha. A tira é colada sobre a unha, deixando uma área da ponta da unha livre para o esmalte branco (a espessura é você quem determina de acordo com o seu gosto). Depois é só passar o branquinho, esperar secar e tirar o adesivo. 2 Polegar Nessa técnica, o profissional aplica o esmalte branco usando a ponta do dedão. Ele tinge a própria pele com o branquinho e depois a encosta na unha da cliente, movimentando o dedão de um lado para o outro até que toda a extensão da ponta seja coberta. Às vezes, o traço não fica super retinho, então é preciso corrigir com um palito. 3 Pincel artístico Ele tem as cerdas fininhas, próprias para nail art. Basta mergulhar o pincel no esmalte branco e fazer o traço da francesinha do tamanho que desejar. A espessura fina ajuda a conseguir maior precisão no desenho.   4 Palito de unha Nesse método, o esmalte branco é aplicado com o próprio pincel do produto, da ponta até mais ou menos a metade da unha. Em seguida, com um palito, o profissional delineia a francesinha e depois limpa os excessos com removedor embebido em algodão para acertar o desenho. 5 Borrada Como o nome já diz, é uma técnica que borra o dedo, mas apesar da sujeira, é muito boa para controlar a espessura e a precisão do traço. Você posiciona o pincel do esmalte sobre a ponta da unha e, conforme vai desenhando o traço da francesinha, vai pintando também a ponta do dedo. Depois é só limpar com removedor.  Dicas infalíveis para a manicure francesinha Se o esmalte branco for novo e ralo, aplique duas camadas dele. Sempre que quiser acertar o traço de esmalte branco, faça isso usando um palito de algodão embebido em removedor. Mas enrole uma quantidade pequena de algodão no palito e, depois de mergulhá-lo no removedor, retire o excesso apalpando o algodão na sua mão. Se você não tiver um pincel artístico à disposição, fabrique um em casa: basta cortar as cerdas de um pincel de esmalte antigo com a tesoura, até sobrarem quatro ou cinco cerdas. Depois de terminada a manicure francesinha é imprescindível aplicar uma camada de extrabrilho (ou top coat) para evitar lascas do esmalte.  Estilos consagrados A expert Cláudia Cecília, instrutora do Instituto Embelleze de Brasília, fala sobre os dois tipos de francesinha mais pedidos nos salões: Francesinha mediana – “Tem a ponta branca mais larga que o tradicional. É usado o pincel do próprio esmalte para o traço que, depois, é acertado com um palito de algodão embebido em removedor”, explica Cláudia. Francesinha fina – Aqui, o traço é bem delicado, feito somente na pontinha mesmo da unha. “Corte as cerdas do pincel do esmalte com tesoura ou alicate, deixando apenas um filete no meio. Em seguida, molhe o pincel no branquinho e encoste-o horizontalmente na unha, formando o traço”, ensina a instrutora. A partir desses estilos clássicos, muitos outros são criados pelos profissionais no dia a dia. A Cláudia Cecília, por exemplo, tem várias versões autorais que fazem sucesso. Uma delas é a francesinha camuflagem, que ela ensina passo a passo no vídeo do final do post (veja abaixo). O passo a passo dessa técnica é assim: Faça o traço branco na ponta da unha do tamanho que desejar —use um palito com algodão e removedor para delinear perfeitamente. Espere secar e aplique uma demão de base por cima. Aguarde secagem. Agora passe um esmalte claro por cima, pode ser rosinha, cintilante, perolado..., desde que tenha transparência para não cobrir a francesinha. Essa “camuflagem” aumenta a durabilidade da francesinha.   A nova manicure francesinha para você se inspirar Nos desfiles de moda internacionais, a francesinha foi a mais pedida por grandes marcas, como Versace e, Prabal Gurung. Nas versões contemporâneas da técnica apareceu de tudo um pouco na ponta das unhas: traço metalizado, pontinha em formatos geométricos e até coração, francesinha ombré, com cristais, em linha bem grossa ou finíssima, desconstruída... Enfim, não faltam decorações criativas para colocar esse estilo amado cada vez mais no topo fashion. Numa pesquisa no Instagram notamos que já tem um monte de gente investindo nos novos estilos. Vem ver aqui na galeria!    
> Leia mais
Copyright © 2021 · Todos Direitos Reservados