Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Cabelo

Fotos: Shutterstock

CICATRIZAÇÃO CAPILAR: ANTÍDOTO CONTRA CABELOS DANIFICADOS

O CABELO ESTÁ DETONADO? CALMA, NÃO PRECISA CORTAR! BASTA FAZER UMA CICATRIZAÇÃO CAPILAR

Na prática, cabelo danificado significa: quebradiço, poroso, ressecado, com frizz, pontas duplas, aspecto palha e sem brilho. Pura falta de saúde e vitalidade dos fios. De acordo com Elaine Cristina Carneiro, instrutora do curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze Cidade Dutra, de São Paulo (SP), são vários os fatores que deixam o cabelo danificado e com a fibra rompida. “Geralmente, os hábitos do nosso dia a dia acabam detonando os fios, como usar secador e prancha em alta temperatura sem proteção térmica, fazer químicas (descoloração, progressiva, alisamento, permanente, coloração) sem fortalecer as fibras capilares antes, tomar sol e banho de piscina com frequência... Tudo isso leva à perda de hidratação, queratina (proteínas), vitaminas e aminoácidos, tornando o cabelo poroso, elástico ou quebradiço”, esclarece a profissional.

Embora a solução mais rápida para eliminar o estrago seja cortar, você não precisa ser radical. Basta fazer uma cicatrização capilar, o tratamento do momento em muitos salões de beleza.

O que é a cicatrização capilar

Uma vez rompida a fibra do cabelo, que leva à fragilidade extrema, é preciso um tratamento efetivo para que os danos não se tornem ainda piores. E, claro, reverter o quadro e reconquistar fios alinhados, mais macios, hidratados, saudáveis e com a cutícula fechada. Nesse caso, o ideal é fazer a cicatrização dessa fibra destruída. Antes, porém, precisamos entender o mecanismo de resistência dos fios. O cabelo é composto de 80 a 90% de queratina (proteína) e esta queratina se desgasta naturalmente com a ação do tempo (vento, sol), do sal, do cloro ou no simples ato de pentear as mechas, no atrito com o travesseiro e também com o uso de produtos químicos, deixando assim os cabelos danificados quebradiços, porosos e opacos. “A cicatrização nada mais é que a reposição dessa queratina com uma combinação de hidratação e nutrição power, que recupera e mantém o cabelo saudável”, explica Elaine Cristina.

cicatrização capilar

Como é feita a cicatrização capilar

O tratamento é relativamente simples. O segredo está na combinação dos ativos utilizados nos produtos aplicados no salão de cabeleireiro pelo profissional. Primeiro, é aplicado um xampu à base de ceramidas, D-pantenol e aloe vera. Em seguida, usa-se máscaras que contêm lipídios e proteínas, como, complexo de aminoácidos, proteínas do trigo, ácido  hilauriônico e arginina. Por fim, o cabeleireiro aplica reconstrutores, finalizadores e protetores térmicos. O período de manutenção vai depender da condição dos fios, do nível de dano. Mas geralmente, a manutenção pode ser feita a cada 30 ou 60 dias. Enquanto isso não acontece, é importante fazer uma hidratação e nutrição semanal em casa mesmo, com xampu e condicionador adequados (com os ativos utilizados no salão), para manter os benefícios da cicatrização capilar.

Interessada em saber mais sobre cuidados com os cabelos e todos os tratamentos profissionais para a beleza dos fios? Inscreva-se no curso de cabeleireiro do Instituto Embelleze. O curso capacita o estudante para a realização das mais variadas técnicas de atendimento em cortes, coloração, tratamentos capilares, modelagem, e transformação capilar: alisamento, relaxamento e encacheamento. Além disso, aperfeiçoa os conceitos de excelência no atendimento ao cliente, bem como instrui sobre fatores comportamentais que assumem uma condição de extrema relevância neste nicho de mercado. O futuro profissional ainda aprende conceitos sobre tricologia, biossegurança, visagismo.

Não é o máximo? Espalhe a notícia para os amigos e deixe aqui os seus comentários!

Tags

cicatrização capilar, hidratação, nutrição, reconstrução capilar, selagem térmica, Instituto Embelleze, curso de cabeleireiro

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

QUANDO FAZER RECONSTRUÇÃO, HIDRATAÇÃO E NUTRIÇÃO CAPILAR?
Aquele tratamento maravilhoso que você sempre faz já não está surtindo mais efeito… O produto que é excelente para as madeixas da sua amiga não funciona em você… Segundo o terapeuta capilar e consultor pedagógico do Instituto Embelleze, Alisson Lima, isso ocorre porque cada fio apresenta uma necessidade particular. “Cada fio precisa de um tratamento específico e cada máscara oferece um tratamento diferente. É importante ler o rótulo para entender o que aquele produto oferece. Usar um hidratante que não é necessário, por exemplo, pode danificar os fios”. São três os tipos de máscara capilar: a que somente hidratada, a que nutre e a que reconstrói. Como saber qual delas o seu cabelo precisa? Alisson afirma que o mais indicado é consultar um profissional da área, pois nem sempre é possível identificar sozinha a real necessidade dos fios. Uma dica é avaliar por quais processos o cabelo já passou. “Se tiver alisamento ou descoloração, precisará de uma reconstrução. Se for natural, necessita apenas de uma hidratação”. Entenda para que serve cada tratamento Hidratação É indicada para todo cabelo que não possui processo químico. Alisson recomenda que esse tratamento seja feito uma vez por semana. “Mesmo que o cabelo seja natural, sem química, ele precisa ser hidratado. Só o xampu e o condicionador não dão conta, já que a hidratação deles não é de longa duração”. Uma dica é sempre procurar produtos que contenham ingredientes como óleo de argan, aloe vera e minerais. O profissional indica ainda uma reconstrução feita em salão de beleza, uma vez por mês, para repor as substâncias que fortalecem a fibra capilar. Nutrição A máscara nutritiva é indicada para cabelos com colorações clareadoras e colorações suaves, para protegê-los de possíveis danos. Esse tipo de produto é feito para repor os lipídios do cabelo, ou seja, a oleosidade natural dos fios. “A máscara nutritiva é muito indicada também para cabelos cacheados, já que as ondas fazem com que a oleosidade do couro cabeludo não chegue até todo o comprimento”, afirma o terapeuta capilar do Instituto Embelleze. O ideal é que o creme nutritivo tenha na composição alguns dos seguintes ingredientes: óleo de amêndoas, manteiga de karité, aminoácidos, proteína da seda e óleo de argan. Reconstrução Quando o cabelo passa por um processo químico muito forte, como alisamento, permanente e descoloração, precisa de um tratamento reconstrutor depois. “Quando os fios estão muito frágeis e quebradiços é sinal de que o cabelo precisa ser reconstruído. O produto irá tratar as camadas externas, devolver o brilho, a maciez e o balanço natural”. Para esse tipo de tratamento o indicado é fazer a primeira sessão no salão e depois continuar em casa. É possível ver grandes mudanças logo na primeira aplicação, pois os fios ficam mais fortes e resistentes. Na hora de comprar a máscara reconstrutora, procure produtos que possuam proteínas, ceramidas, arginina, soja e complexo de queratinas na composição.   Você pode aprender muito mais no curso de cabeleireiro profissional. Visite também uma unidade do Instituto Embelleze mais próxima de você.
> Leia mais
EXTENSÃO DE CÍLIOS: FIOS LONGOS E VOLUMOSOS TODOS OS DIAS
Nossos cílios passam por um ciclo natural de crescimento, que acontece em três fases. A primeira é a anágena, quando o fio desponta da pele e cresce. Na segunda, a catágena, ele atinge o crescimento máximo e para de se desenvolver. A terceira e última é a telógena, de eliminação dos fios envelhecidos ou mortos. Todo esse processo dura, aproximadamente, 90 dias e é bem dinâmico. Para você ter ideia, perdemos cerca de cinco fios todos os dias! Quem tem cílios naturalmente volumosos nem percebe, mas as donas daquele olhar com fios ralinhos acabam insatisfeitas com o visual minguado. Agora, imagine não precisar mais se importar com isso e nem ter que ficar disfarçando com maquiagem? A “mágica” pode ser feita com a extensão de cílios, um procedimento estético que já mudou o visual de várias mulheres no exterior (muitas delas celebridades) e agora está virando febre aqui no Brasil. O sucesso é o efeito natural que ele dá aos cílios. Se você trabalha com beleza ou pretende entrar para a área, o método é uma ótima oportunidade para aumentar seu rendimento. Portanto, vale a pena buscar capacitação agora! O Instituto Embelleze abriu, recentemente, o curso profissionalizante de Designer de Cílios e em pouco tempo já é sucesso. No curso, são abordados todos os assuntos relacionados à área dos olhos, bem como a extensão de cílios, e qualquer pessoa pode se matricular. No entanto, quem tiver conhecimento prévio em designer de sobrancelhas e maquiagem profissional terá melhor aproveitamento, principalmente nas questões de estudos da pele, proporção facial, harmonização por meio das medidas do rosto e utilização de cosméticos. “O mercado de trabalho com extensão de cílios está aquecidíssimo! O Brasil só perde para o Japão e para os Estados Unidos, que são líderes no segmento. Porém, há uma deficiência muito grande para profissionais qualificados. Existem muitos curiosos entrando na área, sem o mínimo de conhecimento, e colocando a saúde das clientes em risco. Isso significa que, quem tiver a qualificação necessária e atuar corretamente se destacará nesse mercado. Quando bem realizado, esse trabalho fideliza a cliente e gera uma renda bastante considerável. Vale lembrar que o investimento inicial não é muito elevado e o ganho real é alto”, afirma Daniele Carlim, coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze Interlagos (SP). GUIA PRÁTICO DA EXTENSÃO DE CÍLIOS A seguir, Daniele Carlim esclarece tudo sobre a extensão de cílios — para quem quer se submeter à técnica ou aumentar os conhecimentos para recomendá-la às clientes. Qual é a técnica A tradicional ou clássica, conhecida no mundo todo, é chamada extensão fio a fio. “No Instituto Embelleze ensinamos a alongar os cílios com essa técnica, que oferece um resultado naturalíssimo ao olhar”, diz Daniele. Segundo a expert, já existem variações da fio a fio no mercado, porém, para realizá-las, o profissional precisa saber fazer a extensão fio a fio e ter experiência de, pelo menos, seis meses na sua aplicação. Passo a passo da extensão A primeira etapa antes da fixação dos cílios é a análise das características físicas e da personalidade da cliente. “Dessa forma, conseguimos harmonizar o olhar da pessoa, suavizando ou ressaltando algum traço que ela possui. O processo é totalmente individualizado”, explica Daniele. E não é só: uma ficha de anamnese detalhada também é preenchida para descartar o risco de alergia ou irritação na região ocular. O próximo passo é verificar o formato dos olhos da cliente, notando a distância entre eles e o tamanho dos cílios naturais. Feito isso, o designer de cílios separa o material mais indicado (existem fios sintéticos ou de seda de vários tamanhos, espessuras, cores e curvaturas) e começa a aplicação dos fios. As extensões são coladas uma a uma, em cada cílio natural, respeitando a fase de crescimento em que cada fio de encontra. “A aplicação das extensões precisa ser feita simultaneamente em ambos os olhos, porque se por algum motivo o trabalho tiver que ser interrompido, os olhos estarão visualmente parecidos. Ao final, os cílios são penteados e está pronto”, detalha a instrutora do Instituto Embelleze. Para quem é indicada A extensão de cílios fio a fio pode ser aplicada em qualquer pessoa, desde que não tenha nenhuma doença ocular ou histórico de alergias. E não são só as mulheres que podem lançar mão do procedimento: os homens também podem se beneficiar com fios menos curvados, mais discretos. O que pode e não pode ser feito depois da extensão fio a fio  Nas primeiras 24 horas após a aplicação evite molhar os cílios. Para o banho é recomendado proteger os olhos com óculos de natação. Não faça atividades que provoquem a transpiração excessiva, como ginástica aeróbica. Não use maquiagem. Sempre que for dormir, cuidado para não esfregar o rosto no travesseiro. Não use máscara de cílios à prova d’água e itens oleosos difíceis de limpar, como lápis de olho. “É que esses cosméticos precisam ser removidos com demaquilante bifásico, que contém óleo na composição. A substância pode causar o descolamento das extensões”, alerta Daniele. A máscara para cílios comum pode ser aplicada, mas nem é recomendado, pois as extensões já são tão realçadas que dispensam o produto. No dia a dia, lave os olhos sem esfregá-los. Se necessário, use xampu de bebê diluído em água há higienização. Para alinhar os cílios, penteie-os usando uma escovinha de rímel limpa. Quanto tempo dura a extensão A durabilidade varia entre 3 e 4 semanas, após esse período o ideal é a cliente procurar o mesmo profissional para fazer a manutenção. Como? “Os fios que estão mais nas pontas dos cílios que cresceram são removidos e novas extensões são coladas no lugar”, explica Daniele. Mas a duração também está relacionada aos cuidados diários. Importante: de forma alguma puxe ou retire as extensões em casa, mesmo as que estiverem caindo, justamente para preservar a integridade dos cílios naturais.   Interessado em ser um designer de cílios? No curso do Instituto Embelleze você aprende muito mais que a técnica de extensão fio a fio. As aulas ainda capacitam o aluno a realizar lifting e coloração de cílios, incluindo todos os assuntos correlatos, como a anatomia dos olhos, saúde ocular, biossegurança, design, proporções e mapping, aplicação e cuidados pós procedimento. Torne-se um profissional competitivo no mundo da beleza!
> Leia mais
Copyright © 2019 · Todos Direitos Reservados