Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Cabelo

Fotos: Shutterstock

Cortes de cabelo com franja: qual é o seu?

Veja quais são os cortes de cabelo com franja da moda e o mais indicado para o seu tipo de rosto e fio. Inspire-se nas famosas que acabaram de renovar o visual

Isabelle Drummond, Debora Nascimento e Letícia Colin são as atrizes que acabaram de dar uma repaginada na aparência aderindo ao corte de cabelo com franja. Mas tem uma lista enorme de outras tantas celebridades nacionais e internacionais que também já apostaram no estilo. Em 2019, as franjas curtinhas ou alongadas, retas ou desfiadas, cortininha ou arredondada são as mais pedidas. Para investir na trend sem erro, o ideal é associar o corte da franja com o do comprimento do cabelo para formar um conjunto harmônico.

A expert Francine Carvalho, instrutora do curso Cabeleireiro Profissional, do Instituto Embelleze de Taubaté (SP), indica quais cortes de cabelo com franja estão em alta e combinam com os diferentes tipos de rosto e de fio. As dicas são ótimas para quem é profissional e quer seguir a carreira Master em Cortes, que associa as especialidades cabeleireiro e design em cortes femininos. Dê uma olhada também no vídeo que a Francine fez demonstrando um corte de cabelo com franja antes e depois — está logo no final deste post.

 

FRANJA CURTA

 franja curta

Atualmente chamada de baby bang, a franja curtinha é perfeita para mulheres ousadas e de rostos com traços delicados, não importa o formato. Ela pode ser cortada bem reta e certinha no meio da testa, como a da atriz Letícia Colin, ou ter as pontas desfiadas com navalha, criando um ar moderno e urbano. No cabelo crespo ou ondulado, a franja com cachos forma uma moldura mais desconectada e também pode ser usada lateralmente.

Corte que combina com a franja curta: 

O longo com base reta é uma opção, assim como o Chanel médio ou curto, também chamado de short bob. Outro corte que combina muito com a ousadia da franja curtinha é o joãozinho ou pixie.

Dicas para pentear:

No liso - Faça uma escova em todo o cabelo. Despenteie as pontas e aplique spray fixador.

No cacheado - A franja pode ser definida com pomada para modelar, espalhada com leves toques das pontas dos dedos.

 

FRANJA ALONGADA

franja alongada

Para quem gosta de um look irreverente, este é o ideal. Longa, a franja é desfiada com tesoura desde o início da testa até a altura da orelha. Deve ser mantida na lateral se o seu rosto é do tipo coração ou triângulo invertido: ela desvia o olhar para o queixo. No rosto muito comprido ou redondo, esse tipo de franja acentua os formatos, por isso deve ser evitado. Donas de traços delicados podem usar a franja longa dividida ao meio, como a atriz Dakota Johnson. Esta franja no cabelo cacheado é perfeita, pois ajuda a modelar o corte.

Corte que combina com a franja alongada:

Corte com volume nas laterais e franja cobrindo a testa, na altura da sobrancelha (ou um franjão), é a melhor pedida. No cabelo cacheado, diminua o volume do topo e abuse do volume próximo ao queixo. O comprimento long bob, Chanel desconectado e o corte repicado em camadas longas, a partir da franja, são boas pedidas.

Dicas para pentear: 

No liso – Aplique um creme de modelagem nos cabelos úmidos, faça uma escova e passe chapinha apenas nas pontas para marcar bem o repicado.

No cacheado – Borrife spray definidor de cachos em todo o cabelo e amasse a frente com a ponta dos dedos.

 

FRANJA ARREDONDADA

franja arredondada

Ela vai contornando o rosto até chagar às laterais. A parte do meio fica na altura das sobrancelhas e os lados alongam até as orelhas. É o estilo perfeito para mulheres com rosto quadrado ou oval. Em faces redondas a tendência é o corte arredondar ainda mais, portanto, evite. Fica bem em fios lisos ou ondulados, porém grossos e bem pesados.

Corte que combina com a franja arredondada:

Cabelo longo ou médio com base reta sempre fica bem com esta franja. Por causa das laterais compridas ela cai muito bem no penteado preso. Se o seu cabelo é cacheado, aposte no corte arredondado com volume nas laterais.

Dicas para pentear: 

No liso – Faça escova arredondando todo o cabelo e a franja. Capriche nos lados.

No cacheado – Aplique definidor de cachos e modele a frente e as laterais com babyliss para marcar bem o formato redondo do corte.

 

FRANJA RETA

franja reta

É o tipo que cobre as sobrancelhas e combina com os cabelos que têm a base reta. Deve ser sempre cortada milimetricamente na altura das sobrancelhas e depois toda desfiada nas pontas com navalha. No cabelo cacheado as pontas desconectadas devem ficar mais em evidência, ok? O ideal é que o cabelo seja encorpado. Cai como luva no rosto redondo.

Corte que combina com a franja reta:

Cortes na altura do ombro ou abaixo dele são os mais indicados, pois a franja reta combina com um visual mais pesado. No cabelo ondulado a franja reta pode ser menos espessa. No curto, o volume das mechas deve se concentrar no topo e não nas laterais.

Dicas para pentear: 

No liso – Desarrume toda a franja, levantando a raiz. Em seguida, faça movimentos como se estivesse dando beliscões pra deixar alguns fios soltos e despenteados. Para terminar, aplique spray fixador.

No cacheado –  Deixe a franja cacheada, definida com pomada ou babyliss ou faça uma escova nela para compor um visual divertido com o restante do cabelo cacheado.

 

 


Galeria de Fotos

Tags

corte de cabelo, franja, tendência, curso de cabeleireiro, Instituto Embelleze

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

Alongamento de unhas em gel: por que é o preferido
Sabrina Sato, Rihanna, Demi Lovato, Fergie e quase todo o clã Kardashian ostentam unhas longas e lindas de gel. O material se tornou o preferido das famosas por uma série de bons motivos: deixa a curvatura da unha com aspecto natural, não descola, é hipoalergênico e não tem cheiro. De acordo com Rafella Coffoni, analista de produtos do Departamento Pedagógico do Instituto Embelleze, os alunos que fazem o curso de alongamento de unhas no Instituto Embelleze aprendem as principais técnicas para executar o serviço com excelência, como unhas de porcelana, de acrílico, de acrigel, de pasta acrílica, de gel e francesinha permanente. “Todas dão bons resultados, mas o alongamento de gel é o mais vantajoso atualmente.” A porcelana é o material mais antigo e dentre os fatores que a deixaram ultrapassada estão a possibilidade de prejudicar a saúde das unhas. Pode provocar alergias, enfraquecer as unhas naturais, ter menor durabilidade comparada a métodos mais modernos (como o gel e a fibra de vidro) e, por último, devido ao forte odor dos produtos usados na aplicação. No entanto, a porcelana é a melhor para quem rói as unhas, pois a estrutura áspera do material incomoda em contato com a boca. A durabilidade é de duas a três semanas. As unhas de acrílico também são clássicas. Por ter alta resistência e durabilidade, o material ainda é muito usado. Porém, a técnica exige bastante habilidade do profissional, já que as unhas são moldadas uma a uma no tamanho e no formato desejado com uma espécie de massa de secagem rápida (um mix de pó acrílico e monômetro líquido). O acrigel é a combinação de pó acrílico e gel, modelado sobre um molde ou extensor colado na unha natural. A presença do acrílico deixa o gel um pouco mais ríspido, o que pode interferir no resultado final. Dura de 2 a 3 meses. O alongamento com filamentos de fibras sintéticas de vidro também é realizado com molde e é recomendado para unhas fracas e quebradiças. Dura até seis meses. A desvantagem é o preço (o método mais caro) e a aplicação muito demorada (duas horas). Gel, o método do momento A prótese de gel ganhou a preferência na indicação das manicures profissionais, porque é um método sem contraindicações, além de oferecer o que todas as mulheres querem: a impressão de unha natural. Como não provoca alergias ou outros danos às garras, pode ser feito em qualquer pessoa. A durabilidade do material é outro ganho: fica intacto por até seis meses e também aumenta a vida útil do esmalte, que geralmente não descasca nem craquela. Mas para você ter toda essa vantagem garantida, é necessário recorrer à manutenção com um profissional especializado a cada 20 ou 30 dias, dependendo do seu estilo de vida. Caso contrário, há o risco de enfraquecimento das unhas naturais. Na verdade, isso acontece com qualquer procedimento e você não deve abrir mão de procurar um estabelecimento de confiança, ok? A colocação das unhas de gel é simples, veja passo a passo: 1 - A unha natural é limpa para retirar resíduos de esmalte ou base e lixada. 2 - Em seguida, é aplicado um desidratador, que limpa a oleosidade da região. 3 - A prótese ou tip (um extensor para o alongamento) é colocada na ponta da unha natural e, depois, cortada e lixada no tamanho desejado. 4 - Uma lixa polidora é passada na superfície para nivelar a unha. 5 - Agora é a aplicado um primer em toda a extensão da unha e, na sequência, é a vez do gel. Ele é passado sobre a unha em finas camadas, sempre de forma lisa e uniforme. Ao final de cada camada é necessário colocar as mãos em um aparelho de luz UV para secagem do gel. 6 - A unha é lixada no formato desejado e recebe um gel fixador. 7 - A cutícula já pode ser retirada e as unhas esmaltadas normalmente. 8 - O procedimento completo pode levar até uma hora e meia para ser concluído. Prático e versátil Uma vez colocadas, as unhas de gel podem permanecer aplicadas por tempo indeterminado, desde que você faça a manutenção adequada com a manicure profissional. Isso quer dizer que é preciso visitar o salão a cada 20 dias, em média. Em comparação com a unha natural, a de gel é bem mais dura, permitindo dar formatos que só são possíveis em superfícies resistentes, como o stiletto ou a bailarina. Enquanto você estiver com a unha de gel, você pode remover o esmalte e aplicar outro normalmente, em casa mesmo, pois o removedor comum não estraga a aplicação. Cuidado especial Nunca retire a unha de gel em casa. São necessários removedores e lixas especiais, que só o profissional possui. Se você se arriscar sozinha, pode provocar o enfraquecimento das suas unhas, quebra e descamação. Outro cuidado é que as unhas de gel não devem ser retiradas e colocadas com frequência, pois isso também acaba danificando a unha natural. Respostas às principais dúvidas sobre alongamento de unhas A expert Rafella Coffoni esclarece os dramas mais comuns das clientes: Para quem é indicado o alongamento de unhas? “Todas as pessoas podem se submeter aos métodos, desde que estejam com as unhas naturais saudáveis. Unhas que apresentam descolamento, dor, coceira ou vermelhidão com foco infeccioso devem ser tratadas previamente. Gestantes e pessoas em tratamento médico não têm recomendação.” Depois do alongamento, o que pode ser feito e o que deve ser evitado? “Com cuidado, qualquer atividade pode ser realizada normalmente após o procedimento, como lavar a louça, praticar exercícios, digitar, pegar objetos... Apenas atividades de impacto, como jogar vôlei, por exemplo, ficam proibidas. O ideal é que, depois do alongamento, a cliente primeiro se adapta ao novo comprimento das unhas para agir sem preocupações no dia a dia. Uma dica é aprender a usar a ponta dos dedos em vez das unhas.” De quanto em quanto tempo é preciso fazer retoques? Tudo depende da técnica que foi utilizada, mas em geral é preciso voltar ao salão após 15 a 21 dias. Dê preferência para o mesmo profissional que realizou o alongamento em você. Na manutenção, o especialista vai, por exemplo, nivelar as unhas, retirando a diferença do espaço onde a unha natural cresceu, corrigir alguma imperfeição e renovar o esmalte.” Dá para mudar a cor do esmalte em casa?  “Sim, mas desde que você nunca use acetona, que descola a unha de gel. O correto é aplicar removedor de esmalte.” Quem usa alongamento de unhas pode tirar a cutícula? “É possível remover a cutícula, sim, porém sempre após o procedimento de alongamento e nunca antes.”    Gostou de saber tudo sobre alongamento de unhas? Então compartilhe com a sua rede de amigos ;) Saiba mais sobre este e outros cursos profissionalizantes do Instituto Embelleze no site www.institutoembelleze.com  
> Leia mais
MANTENHA AS UNHAS BONITAS A SEMANA TODA
Fala sério: é frustrante pintar a unha e ver o esmalte lascado pouco tempo depois, não é mesmo?  Embora seja comum a esmaltação quase nunca durar o tempo desejado, a boa notícia é que há, sim, como manter as unhas bonitas a semana toda. Quem ensina o segredo é a expert Rosemeire Oliveira, consultora pedagógica do Instituto Embelleze.   7 segredos para manter a unha perfeita a semana toda 1- Lixe corretamente Lixar parece uma tarefa fácil, mas se não for feita da maneira correta pode comprometer a duração da pintura. O ideal é deixar a superfície da unha bem lisinha, pois se ficar um pouco lascada o esmalte não consegue se fixar de forma homogênea. Dica: após lixar todas as unhas no formato desejado, passe-as em um tecido. Se alguma enroscar é sinal de que precisa de mais uma lixadinha antes de pintar. 2- Faça uso da base A base é um item indispensável quando o assunto é esmaltação. Além de ajudar a proteger a unha da pigmentação dos esmaltes escuros, especialmente dos tons vermelhos, ela contribui para a fixação ao criar uma camada mais aderente e duradoura. Dica: utilize uma base que proporcione tratamentos específicos, como fortalecimento, nivelamento e brilho. Importante também esperar a base secar antes de passar o esmalte para que o efeito seja mais eficiente. Quando se passa o esmalte sobre uma camada molhada, dificilmente ele ficará com boa aparência. 3- Verifique a validade do esmalte Nada dura para sempre e com o esmalte não é diferente. Quando a textura começa a engrossar e o cheiro a ficar muito forte, é sinal de que está na hora de descartá-lo. O produto vencido além de fazer mal à saúde, prejudica a fixação e a durabilidade. Dica: caso o esmalte endureça, mas ainda esteja dentro da validade, acrescente um pouco de base ou ultrabrilho no vidrinho, isso ajuda a amolecê-lo. 4 - Tenha paciência A paciência é um ponto chave para que sua unha fique perfeita. É preciso passar o esmalte em camadas uniformes, espalhando o esmalte por toda a superfície da unha, sem esquecer os cantinhos. Para que as bordas fiquem perfeitas, passe a ponta de um palito no contorno das unhas enquanto o esmalte ainda estiver molhado, em movimentos precisos. Dica: prefira sempre camadas finas, seja para a base, seja para o esmalte, assim a secagem é mais rápida. 5 - Passe extra brilho Logo após finalizar a esmaltação utilize o extrabrilho. Ele ajuda a manter o esmalte por mais tempo e proporciona um acabamento incrível. Dica: escolha os extra brilhos que possuam na fórmula componentes que ajudam na secagem e evitam o aparecimento de bolinhas indesejadas. 6- Ponha luvas Como as tarefas do dia a dia não acabam depois das unhas estarem feitas, o ideal é sempre usar uma luva ao lavar a louça e a roupa, ao limpar móveis... O contato com produtos de limpeza pode descascar o esmalte, além de favorecer a quebra da unha. Dica: a luva de borracha é a melhor opção, pois as que são feitas de látex costumam esbranquiçar as unhas. 7- Não coloque os dedos na boca Além de ser anti-higiênico, lascas do esmalte podem sair quando a unha raspa no dente, o que acaba com o visual antes da hora. Dica: existem alguns produtos para a unha com gosto e cheiro forte. É uma ótima maneira de controlar quem não resiste colocar o dedo na boca.   Veja também uma outra maneira de manter sua unha bonita por mais tempo!Se você ainda não conhece o curso Manicure e Pedicure Profissional do Instituto Embelleze, pode saber mais pelo site ou visitando a unidade mais próxima de você.
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados