Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Make

Fotos: Shutterstock

Como aplicar (e tirar!) a henna na sobrancelha

A solução semipermanente para cobrir falhas e definir o desenho das sobrancelhas é eficiente e barata. Mas a henna na sobrancelha também pode dar errado se não for feita com estes segredos!

As sobrancelhas são responsáveis pela expressão do olhar. Há quem vá mais longe e diga que elas são a moldura do rosto, pois trazem harmonia aos traços da face. De fato, elas têm grande peso no conjunto. Seja como for o formato das sobrancelhas — muito grossas, finas demais, com falhas, rebeldes... —, a questão é que para todos os problemas tem um jeito. As pestanas podem ser corrigidas com pinça, depilação com linha, maquiagem, entre outros métodos. No entanto, uma alternativa semipermanente que está bombando nos salões de beleza, é a henna na sobrancelha. Além de ser muito prática – dispensando o uso de maquiagens regulares no dia a dia –, proporciona um resultado é extremamente natural. “Isso porque o tom da henna pode ser criado conforme a cor da pele e dos cabelos da cliente. Hoje temos um leque de opções, henna orgânica, vegetal, natural. O mais importante é ficar a contento da cliente”, explica Rayssa Pryscilla de Nezio Silva, instrutora dos cursos de designer de sobrancelhas e de cílios do Instituto Embelleze, de João Pessoa (PB). A seguir, a especialista em beleza do olhar tira todas as dúvidas sobre o método.

Como funciona a henna na sobrancelha?

A técnica consiste em pintar as sobrancelhas com a velha e boa henna (sim, a mesma utilizada para colorir os cabelos). A coloração entre um fio e outro disfarça as falhas dos pelos; e o tingimento da pele potencializa o efeito, já que provoca uma ilusão de ótica de um arco mais cheio e vivo. Assim, levanta o olhar, realça os traços e deixa o rosto mais expressivo, de forma absolutamente natural. Lembrando que o método nada tem a ver com tatuagem definitiva, no qual outros recursos são utilizados e, por consequência, o efeito também é outro, digamos, um pouco mais forçado.

Quem pode fazer henna na sobrancelha?

O uso dessa técnica de coloração na sobrancelha praticamente não implica em nenhuma contraindicação. Todas as mulheres que desejam corrigir alguma falha, deixar o desenho mais alongado ou intensificar a tonalidade do arco podem lançar mão do método. A exceção fica para as grávidas, que devem se manter longe do recurso, por ser uma substância que contém chumbo na formulação.  

henna na sobrancelha

Como se produz sobrancelhas de henna?

“O preenchimento com o produto é utilizado para corrigir ou realçar os arcos, por isso não é recomendado aplicar a henna na sobrancelha antes do design, de definir o formato, já que a aplicação do pigmento acompanha o desenho, e por isso mesmo torna o resultado impecável”, destaca Raissa. A seguir, ela explica passo a passo como é feito o procedimento (assista o vídeo no final do post também). Antes, uma última dica da especialista: “É importante fazer o teste antialérgico para saber se a cliente tem alergia. Muitas pessoas têm e não sabem”.

Passo 1 Desenhe o formato desejado da sobrancelha com um lápis de olho branco.

Passo 2 Retire o excesso de pelos com uma pinça, com cuidado, sem deixar um só fio desalinhado.

Passo 3 Coloque a henna em um pequeno frasco e, com um pincel fino, aplique com cautela e devagar, a tinta sobre a sobrancelha.

Passo 4 Espere o tempo de ação da pigmentação do produto, de 40 a 50 minutos, para que a henna fixe bem na área aplicada.

Passo 5 Retire o produto com um algodão umedecido com água.

Dica preciosa para a cliente: no primeiro dia, evite lavar o rosto com sabonete, para aumentar a fixação do produto na pele.

 

henna na sobrancelha

Como tirar a henna da sobrancelha?

“Caso a cliente não goste do desenho ou da tonalidade feitos com a aplicação de henna na sobrancelha, é possível fazer a remoção do pigmento com um removedor próprio para henna, de preferência da mesma marca da coloração”, sugere Raissa. Outras dicas para suavizar o tom dos arcos é esfregar uma bucha (com cuidado!) sobre a região durante o banho, lavar o rosto com água morna três vezes por dia ou aplicar creme hidratante na área, de quatro a cinco vezes ao dia. É preciso sempre muita delicadeza para essas ações, porque a área dos olhos é delicada e sensível.

Quais são as dicas para um bom resultado da técnica de henna na sobrancelha?

  • Ao pensar em fazer a técnica de pigmentação, não tenha dúvida, faça o procedimento sempre em um salão de beleza com um profissional habilitado. Se você é profissional, essa informação pode estar em destaque num cartaz no seu salão, de maneira que as clientes entendam que se trata de um método que é melhor não arriscar e fazer em casa.
  • O produto pode durar de 15 a 30 dias, vai depender do estilo de vida de cada mulher, dos hábitos diários: se transpira muito, se pratica natação ou hidroginástica, se faz sauna, se toma mais de um banho por dia e por aí vai...
  • Nas peles mais oleosas a henna tende a durar menos, porque a oleosidade não deixa que a aderência do produto na pele seja 100%; e nas peles mais secas, geralmente o efeito da henna na sobrancelha tem uma durabilidade maior.
  • Existem hennas de diferentes tons e cores, portanto não tem por que deixar o efeito deselegante em relação ao tom da pele e do cabelo da cliente. Ok, sabemos que a ideia é justamente intensificar e dar um “toque mais vivo” aos arcos, mas mesmo que haja certa insistência por parte da cliente para uma coloração mais forte, cabe ao profissional de beleza explicar como fica a cor depois de pronta etc.
  • Ver a cor do produto no frasco não quer dizer nada, o que vale aqui é saber (talvez vendo uma foto de alguém que tenha uma pele com as mesmas características) como fica o resultado da henna na sobrancelha. E esse bom senso cabe exclusivamente ao designer de sobrancelhas.

Tags

henna na sobrancelha, sobrancelhas, design de sobrancelha, designer de sobrancelhas, maquiagem profissional, tendência

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

MAKE PARA PELE NEGRA
No Brasil, por causa da miscigenação, o tipo afro traz na pele muitas nuances de cor. Normalmente, exibe tons mais claros no centro do rosto e mais escuros na testa e em volta da linha facial. Assim, para equilibrar as tonalidades, é necessário compor uma mistura de bases, trabalhando com critérios de claro-escuro.O mais importante ao maquiar uma pele negra, é ter cuidado com a tonalidade escolhida, para que não deixe a noiva com a pele acinzentada”, explica a professora de maquiagem Evelyn Maia, do Instituto Embelleze de Angra dos Reis. Confira o passo a passo desta maquiagem para pele negra 1 - Corrija a pele, se necessário, com um corretivo amarelo. 2- Iguale o tom de todo o rosto com uma base dois a três tons acima da pele. Aplique-a nos pontos de iluminação (centro da face) e também no contorno, bem de leve. 3- Para fixar e potencializar a tonalidade da sombra, use um corretivo bem claro na pálpebra e corrija a sobrancelha com um tom de sombra marrom acinzentado.   4 - Passe sombra marrom no côncavo e, na pálpebra móvel, use duas tonalidades de sombra: dourado (na parte interna) e cobre (na parte externa).   5 - Dê acabamento aplicando um delineador rente aos cílios. O delineador em gel é muito mais prático.   6 - O ponto de luz no cantinho interno da pálpebra ajuda a iluminar o olhar. Aplique uma sombra cintilante ou um pouco de glitter furta-cor.   7 -Use um blush na tonalidade terracota e um batom nude.   Confira aqui o resultado!              Agradecimentos: Instituto Embelleze de Angra dos Reis. Professora do curso de Maquiagem: Evelyn Maia; Modelo: Yana Assis.   Venha se tornar um expert em maquiagem fazendo nosso curso de Maquiagem Profissional! Visite-nos numa unidade mais próxima de você.
> Leia mais
Strobing passo a passo
Depois do sucesso do make de contorno, disseminado pela estrela Kim Kardashian, as famosas estão in love com o método strobing. Isso porque em vez de disfarçar as imperfeições, ele realça os pontos altos do rosto, proporcionando um aspecto menos artificial. Basicamente, a diferença entre eles é a seguinte: no contorno são usados pó bronzeador ou blush marrom (na testa e nas laterais das bochechas, do nariz e do queixo) para afinar o rosto; no strobing, áreas proeminentes da face, como a parte alta das maçãs, são destacadas com iluminadores. A origem da palavra vem de strobe, que é aquela luz tipo flash de balada. No strobing, a ideia é criar pontos de luz na face, deixando a pele iluminada e com aspecto glow (brilhante, viçosa). No strobing você deve iluminar áreas como têmporas, parte alta das maçãs, canto interno dos olhos, o V (ou arco do cupido) dos lábios, queixo e ponta do nariz. Modelos e celebridades do mundo todo não abrem mão mais do efeito chique que o strobing dá ao visual. Quer copiar? Então siga as dicas e assista ao vídeo tutorial realizado pela professora do curso de maquiagem Francine Dahmer, do Instituto Embelleze Curitiba Centro (PR). Efeito natural O maior segredo para o strobing ficar com o brilho na medida certa, resultando num aspecto glow natural, é usar pouco produto iluminador. Comece sempre com menos e vá acrescentando a quantidade conforme a necessidade. Outra dica é esfumar bem o produto para que o look fique impecável!  Você pode usar... Pincel para blush ou pó – Mas como ele é volumoso e grande, pegue bem pouco iluminador e aplique suavemente. Duo fiber – Perfeito para aplicar iluminador em creme, já que garante acabamento leve. Pincel de esfumar – É o mais indicado para proporcionar uma pele naturalmente iluminada. Pincel em leque – Permite uma finalização perfeita. Iluminador ideal Em geral, o seu tipo de pele é que vai determinar a escolha do iluminador. O produto em pó é recomendado para strobing em peles oleosas, enquanto o líquido e o cremoso se adapta bem em peles secas ou mistas. Tonalidade certa Quando o strobing foi lançado ele era feito apenas com o iluminador perolado. Conforme a tendência foi se firmando e conquistando mais adeptas, os produtos foram ganhando novos pigmentos para oferecer um acabamento mais natural a todo tipo de pele. Os iluminadores dourados ou bronzer são a melhor opção para peles morenas. Os iluminadores com pigmento rosado se adaptam bem nas peles negras. Os iluminadores em tom champanhe, pêssego e perolado dão um efeito glow lindo às peles claras.   Anotou as dicas? Então agora siga o vídeo tutorial com a expert Francine Dahmer, do Instituto Embelleze.
> Leia mais
Copyright © 2019 · Todos Direitos Reservados