Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Voltar

Experts

Shutterstock

Faça sua carreira decolar com o curso de cabeleireiro profissional

“Será que a carreira de cabeleireira é para mim?”. Talvez você já tenha feito essa pergunta antes. Por isso, temos dicas para te ajudar a acabar com a dúvida e mergulhar de vez na ideia de ser uma profissional da beleza.

Dica 1 – Gostar do que faz

Uma dica importante é saber se você tem afinidade com a área. Você é daquelas que acompanha sempre as novidades de corte e coloração nas redes sociais? Então, provavelmente você está com meio caminho andado para o sucesso. Nada melhor do que fazer aquilo que a gente gosta.

Dica 2 – Aproveitar oportunidades

Sempre analise o mercado de trabalho. No Brasil, nos últimos dez anos, cerca de 125 mil novos cabeleireiros começaram a trabalhar na área. Esta foi a prestação de serviço que mais cresceu neste período. Deixou para trás até mesmo os profissionais de entrega de aplicativos. A verdade é que beleza nunca sai de moda.

Dica 3 – Estudar para se destacar

O curso de Cabeleireiro Profissional Academy Hair do Instituto Embelleze foi pensado para quem precisa se qualificar antes de aproveitar as oportunidades da carreira de beleza. Os alunos saem preparados para executar as mais variadas técnicas. De cortes a colorações, tratamentos capilares, modelagens, alisamentos, relaxamentos e permanentes, por exemplo. Isso tudo em pouco mais de um ano de estudo.

As aulas também tratam das principais técnicas de atendimento ao cliente. O profissional aprende conceitos importantes sobre tricologia, biossegurança e visagismo. Só assim para conseguir oferecer um serviço mais completo e sempre aliado às expectativas do cliente.

Dica 4 – Prepare-se para qualquer desafio

Trabalhar em salões ou realizar o sonho de tocar o próprio negócio pode ser realidade. Empresas de cosméticos também têm contratado profissionais desta área. Isso ampliou muito as possibilidades de atuação.

Seja qual for o modelo de negócios que escolherá, o Instituto Embelleze dará todas as condições para você tocar sua carreira. O Curso de Cabeleireiro do Instituto conta também com aulas de empreendedorismo para você sair ainda mais preparada e confiante.

Dica 5 – Hora de agir!

Inscreva-se no curso de Cabeleireiro Profissional Academy Hair do Instituto Embeleze, receba um certificado de formação profissional reconhecido em todo o território nacional e dê o pontapé inicial na sua carreira. Clique aqui e encontre a franquia mais próxima a você.

Tags

profissional da beleza, mercado de trabalho, renda mensal, instituto embelleze, curso de cabeleireiro

Comentários

Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!

Veja também ...

Beleza em alta: veja oportunidades para ganhar dinheiro!
As suas contas não estão fechando? Temos uma boa dica: o mercado de beleza está em alta! Os números são impressionantes. Em apenas cinco anos, o setor passou de 72 mil para 480 mil profissionais. Outra boa notícia é que esse ramo de atuação precisa de ainda mais gente! Mas, calma, não basta se jogar com tudo na profissão e achar que dará certo. Para aproveitar a oportunidade de melhorar de vida, o segredo é investir em qualificação profissional. Os primeiros passos Muita gente fica perdida na hora de dar o primeiro passo. “Por onde começo?”, “O que preciso fazer para não perder essa chance?”. Nessa hora, o Instituto Embelleze te ajuda a resolver todos os seus problemas. Nossos cursos foram desenvolvidos para construir a sua carreira como um todo. As aulas vão muito além da parte técnica. Você também aprende dicas importantes de empreendedorismo. Nossa ideia é auxiliar na gestão da sua carreira.  No curso de cabeleireiro profissional e outros do Instituto Embelleze, queremos que você entenda todas as oportunidades. Falamos sobre como prestar um bom serviço e sobre como ter sucesso para crescer na profissão. Sabemos que nesse momento do pontapé inicial é sempre bom ter ajuda de quem entende. Clientes satisfeitos são a garantia de sucesso Temos outra importante dica: se você conseguir agradar o cliente, a sua caminhada para o sucesso estará no rumo certo. Lembre-se sempre: é o cliente que dará o empurrãozinho final na sua carreira! O objetivo é fazer com que ele volte mais vezes e fale de você para amigos e conhecidos. Um bom atendimento é fundamental. Agora, prepare-se para revelar a beleza de seus clientes! Invista em você mesmo e alcance a tão sonhada independência financeira. Resumo das dicas - Aproveite as oportunidades do mercado de beleza - Invista em qualificação profissional - Aprenda a gerenciar sua carreira - Satisfação do cliente em primeiro lugar Quer transformar a sua carreira? Clique aqui e encontre a nossa franquia mais perto de você.  
> Leia mais
Profissão manicure: crescimento do setor oferece mais empregos
De acordo com uma pesquisa realizada pelo Euromonitor, no Brasil há mais de 1 milhão de salões de beleza, nos quais os atendimentos de manicure só perdem para os de cabelereiro. Uma excelente chance para quem quer se capacitar, seguir a profissão manicure e fazer crescer a renda mensal, não é mesmo? Em média, uma manicure consegue tirar R$ 3 mil por mês — em finais de ano, o valor pode dobrar! Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal Perfumaria e Cosméticos (Abipehc), o Brasil já é o segundo país do mundo no mercado de esmaltes. E a expectativa, de acordo com um relatório da Mintel, é que neste ano de 2019 o segmento tenha um crescimento de 5,9%, alcançando R$ 7,68 bilhões em vendas. O cenário positivo é uma ótima oportunidade para quem deseja apostar na profissão de manicure para ingressar — ou voltar — ao mercado de trabalho. Em 15 anos, o Instituto Embelleze, rede de franquias de cursos profissionalizantes na área da beleza, formou quase 200 mil alunos nos cursos de Manicure e Pedicure, Alongamento de Unhas e Unhas Artísticas. “Trata-se de uma carreira que está retornando com força total ao mercado, aumentando cada vez mais a procura por profissionais qualificados”, afirma o gerente de marketing da rede, Eduardo Costa. Para Eduardo, a profissão ganhou espaço e reconhecimento na área da beleza devido à segmentação do setor, que foi promovida pelas esmalterias e serviços de nail care at home (cuidados com as unhas em domicílio). Foi apostando nisso que Raquel Lima, 24 anos, decidiu investir na área. Após ter que largar o emprego de vendedora por não ter com quem deixar o filho pequeno, a jovem decidiu se matricular no curso de Manicure e Pedicure, do Instituto Embelleze, para trabalhar por conta e assim dar mais atenção para sua família. “Eu tinha uma rotina muito cansativa, quase não via meu filho. Apesar de sempre gostar de fazer unhas, nunca havia pensando em trabalhar na área. Minha mãe me incentivou, eu me matriculei no curso e foi uma verdadeira surpresa”, conta a estudante. Em apenas um mês e meio de curso, Raquel já conseguiu abrir uma esmalteria, possui uma funcionária, uma agenda lotada e uma renda surpreendente para quem está começando o próprio negócio. “Em 3 semanas eu já tirei 50% do que que ganhava no antigo emprego. Mas a esmalteria está crescendo muito rápido, então acredito que em menos de um ano minha renda aumentará bastante”, afirma.   De volta ao mercado de trabalho A crise que há tempos se estabeleceu no país resultou no aumento de desempregados e em uma dificuldade enorme dos mesmos para voltar ao mercado de trabalho. Mas se muitas profissões estão fechando portas, a área de beleza tem renovado a esperança de muita gente. Foi assim para Francisca Alves de Assunção, 48 anos, que trabalhou durante anos em uma multinacional francesa e se viu desempregada do dia para noite. Sem conseguir se recolocar e com uma filha de 13 anos para sustentar, Francisca buscou uma oportunidade para garantir renda ao final do mês. Começou com o curso de extensão de cílios, mas ao notar que apenas ele não seria suficiente para se manter financeiramente, se matriculou em mais três: designer de sobrancelha, depilação e manicure e pedicure. Finalizou o primeiro, ainda cursa os demais, no entanto já consegue fazer atendimentos em casa. “Sempre achei a área da beleza extremamente promissora. Quando fiquei desempregada não pensei duas vezes. Hoje eu já faço atendimentos em casa e consigo tirar o dinheiro para bancar as contas e o sustento da minha filha”, afirma. Outro caso é o da assistente de eventos Christiane de Lima, 41 anos, que perdeu o emprego e não conseguiu mais voltar para a área de atuação. Formada no curso de manicure e pedicure há 4 meses, já realiza diversos atendimentos em casa e consegue garantir com a profissão manicure praticamente o mesmo salário de antigamente. “É um negócio bastante recente, mas observando a quantidade de atendimentos que estou realizando acredito que a minha renda deverá ser muito maior este ano. Ultrapassando, até mesmo, o meu antigo salário”, conta. Os homens estão invadindo o setor Dominada pelas mulheres, a profissão manicure tem ganhado cada vez mais adeptos do sexo masculino. Somente no Instituto Embelleze já são mais de 1.100 alunos homens nos cursos que envolvem a estética das unhas, entre ativos e formandos. “É um número tímido, se comparado com a quantidade de mulheres que buscam os cursos, mas é possível observar uma tendência que está crescendo bastante”, conta Eduardo Costa. Eduardo Nicolau, 33 anos, se profissionalizou na área de manicure após a mãe ficar doente e não conseguir mais cuidar das próprias unhas. “Minha mãe sempre foi vaidosa e tinha um cuidado muito grande com as unhas. Quando ela ficou doente e não pôde mais fazê-las sozinha, então decidi me especializar nessa área para ajudá-la”, relata. O auxílio virou profissão e, hoje, além de realizar atendimentos no estilo nail care at home, Eduardo Nicolau ministra aulas do curso de Alongamento de Unhas na unidade do Instituto Embelleze do Ipiranga, localizada em São Paulo. De acordo com o profissional, o manicuro sai em vantagem na hora de conquistar as clientes. “Quando as clientes percebem que será um homem que irá fazer suas unhas, de início rola uma certa estranheza. Mas logo afirmam que os homens fazem melhor e com mais cuidado. Tenho diversas clientes fidelizadas e que estão sempre me indicando para as amigas”, afirma. Eduardo Nicolau conta que a renda de um profissional da área pode variar bastante, de acordo com a região de atendimento. Mas, em média, um profissional especializado em alongamento de unhas, por exemplo, consegue tirar R$ 3 mil por mês. “As pessoas investem em beleza, mesmo em tempos de crise. Tenho alunas que apesar de residirem em comunidades carentes cobram R$ 180 por alongamento e conseguem uma boa renda mensal”, exemplifica. Apostando alto no setor, ele pretende expandir os atendimentos para além dos domicílios e ter o próprio salão de beleza. “Esse mercado é bastante promissor e abre muitas portas para quem deseja investir. Este ano pretendo abrir um salão que tenha um pouco de tudo, desde cabelo até maquiagem. E, no mesmo local, pretendo investir em um espaço somente para as unhas”, finaliza.   Animada para investir na área de beleza? Encontre uma escola do Instituto Embelleze mais perto de você e transforme também a sua vida! 
> Leia mais
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados