Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza

Experts

Alongamento Capilar - Conheça as técnicas
Poder transformar o look a qualquer hora é o sonho de todas nós, não é mesmo? Afinal, quem nunca cortou curtinho e quis voltar para o longo em um passe de mágica - sem ter que esperar um tempão para o cabelo crescer, é claro. Para satisfazer essa vontade incontrolável de transitar entre os fios longos e curtos, surgiram as técnicas de alongamento capilar, popularizadas como Mega Hair. Mas você sabe qual indicar para sua cliente? Todos os segredos sobre as 3 principais técnicas de alongamento você descobre aqui com a gente hoje! Alongamento com queratina O alongamento com queratina é uma das técnicas mais trabalhosas e que podem levar mais tempo para finalização do procedimento. Nesse método, finas mechas de cabelo do comprimento escolhido pela cliente são aplicadas uma a uma na raiz dos cabelos e fixadas com uma cola de queratina que não agride os fios naturais. Essa técnica é uma das que garante resultados mais naturais e duradouros. A manutenção do alongamento deve ser feita de 3 em 3 meses, quando os fios já terão crescido e, consequentemente, os apliques começam a ficar mais longe da raiz, indo para o comprimento do cabelo. Caso contrário a cliente pode começar a ter diversos problemas e danos na fibra capilar. Fazer a manutenção corretamente é o que garante a saúde dos fios naturais. Este método é o melhor para quem tem cabelos lisos ou ondulados e pouco indicado para as pessoas que fazem uso de chapinha ou secador diariamente, já que o calor pode danificar as cápsulas de queratina utilizadas para fixar as mechas colocadas. Também não é indicado para cabelos cacheados e crespos, que por causa de sua curvatura podem acabar embaraçando nas cápsulas de cola. Alongamento em tela Existem várias técnicas de alongamentos em tela, como a tique taque, interlace e o ponto americano. Todas essas técnicas consistem em trabalhar com a tela e todas tem as suas peculiaridades na realização do procedimento. O acabamento é invisível e o resultado super natural. Essa técnica é indicada para pessoas que possuem menos quantidade de cabelos. As extensões em tela podem ser aplicadas em qualquer parte do cabelo e precisam de poucos fios para que possam ser fixadas. Alongamento com Microlink O Microlink usa a técnica de prender as mechas finas de cabelo com anéis metálicos aos cabelos naturais, a cola é substituída e o procedimento não danifica os cabelos naturais. Os fios novos e os cabelos naturais não são colocados rentes à raiz, os cabelos são menos repuxados diminuindo assim a probabilidade de danificá-los. Como cria volume extra na raiz dos cabelos e não incomodam, costuma ter mais aceitação pelas mulheres que elegem esse tipo de alongamento se adaptam muito mais rápido a ele. Esta técnica pode ser utilizada em todos os tipos de cabelos, sejam eles, finos, grossos, lisos, ondulados ou cacheados. Além dessas técnicas, muitas outras estão disponíveis hoje no mercado. Você pode conhecê-las e tornar-se um profissional apto a aplicar qualquer método realizando o nosso curso de Especialização em Alongamento de Cabelos.
> Leia mais
Design de sobrancelhas: conheça a história
Assim como em todos os outros quesitos de beleza, as sobrancelhas também seguem um padrão da moda, que como sabemos, pode mudar a qualquer hora – reciclando fashionismos do passado e trazendo novas tendências. O universo das sobrancelhas já passou por muitas mudanças no que diz respeito ao que foi e é considerado bonito. Confira mais sobre a história do design de sobrancelhas! Anos 1920 – Sobrancelhas finas, arqueadas e longas Nos anos 20 a agitada vida cultural incluía passeios ao teatro e exposições que exigiam grandes produções para quem frequentava esses espaços. Na época, marcada por muita classe e charme, a moda eram as sobrancelhas super finas, longas e arqueadas, que garantiam um look afeminado, delicado e ao mesmo tempo cheio de expressão - tudo pensado para combinar com as makes marcantes da época. Anos 1940 – Sobrancelhas super arqueadas Em 1940 o design das sobrancelhas engrossa ligeiramente, tornando-as o ponto de atenção da maquiagem. Os pelos iniciam mais cheios e vão afinando na parte final das sobrancelhas que seguem super arqueadas, levantando o olhar e carregando a expressão. Neste período, as maquiagens tornam-se mais básicas. Anos 1950 – Sobrancelhas mais grossas e arqueadas Nos anos 50 vemos as sobrancelhas engrossarem mais um pouco, seguindo arqueadas e mais pontudas, como um acento circunflexo. A atriz Audrey Hepburn ostentava as sobrancelhas símbolo da moda neste período, assim como Marilyn Monroe. As duas utilizavam lápis na região para corrigir as falhas e garantir o look perfeito, cada uma com a cor que se aproximava mais do tom de suas madeixas. Anos 1960 – Sobrancelhas finas Nos anos 60 a moda volta um pouco no tempo e as sobrancelhas finas ressurgem. O look olhos tudo e boca nada fica super em alta, contando com a aplicação de cílios postiços na parte de cima e inferior dos olhos. Nesta época as sobrancelhas deixam de ser totalmente pontudas e ganham um ar mais arredondado, trazendo um pouco mais de naturalidade para a expressão. Anos 1970 – Sobrancelhas finas e arredondadas As sobrancelhas finas seguem em alta, mas vão ganhando cada vez mais naturalidade. Primeiro, com o formato mais arredondado e depois sem serem tão alongadas assim. Nas makes, as sobrancelhas perdem o destaque e já não são mais fortemente preenchidas, as falhas são exibidas sem problemas. Anos 1980 – Sobrancelhas naturais A partir de 1980 as sobrancelhas conquistam seu espaço e estampam rostos da forma como vieram ao mundo: o mais natural possível! Na época, a aposta era não retirar nem mesmo aqueles pelos que nasciam entre as sobrancelhas ou fora de seu desenho. A proposta não era mantê-las penteadas, e sim bem bagunçadas e em seu tom natural – inclusive para quem tinha cabelos tingidos. Ícones como Madonna apostaram fortemente no look! Anos 1990 – Sobrancelhas sem preenchimento Nos adorados anos 90 Kate Moss e Angelina Jolie quebram o movimento das sobrancelhas naturais e trazem à tona o foco nos lábios. Com o look boca tudo e olhos nada, as sobrancelhas voltam a ser fininhas e sem preenchimento, apenas servindo para dar delicadeza e suavidade ao contorno do rosto. Anos 2000 – Sobrancelhas arqueadas, finas e delicadas Os anos 2000 foram marcados pela make clean, ou seja, aquela maquiagem para parecer que não está maquiada! Gloss, máscara de cílios incolor e um pouquinho de blush para dar aquele ar de saúde - essa era a tendência. Acompanhando a moda, as sobrancelhas seguiam finas e delicadas, mas dessa vez mais marcantes e arqueadas Anos 2010 – Preenchimento com Henna e harmonização das sobrancelhas A época das sobrancelhas super bem feitas e valorizadas, sem nenhum pelinho para fora do desenho! Essa era a moda em 2010. As sobrancelhas ganharam muito destaque e os cursos e técnicas para o design de sobrancelhas começaram a surgir, afinal, os procedimentos passaram a ser cada vez mais requisitados. E, para poder oferecer o desenho perfeito, preenchimento com henna e harmonização das sobrancelhas com a face, passou a ser essencial se profissionalizar. Hoje – Sobrancelhas cheias e naturais Hoje em dia as sobrancelhas ainda carregam muita importância no visual. Mulheres e homens passaram a ter o costume de arrumá-las, mas isso já não é mais sinônimo de mantê-las 100% aparadas. O trend atual são as sobrancelhas wild - super cheias e com aquele ar de natural, com os fios penteados para cima e as vezes bem bagunçadinhas. Novas técnicas continuam surgindo para garantir o look do momento. A gente aposta que você não sabia quanta história tinha por trás delas, não é mesmo? Mas desde sempre, o que importa de verdade é se sentir bem com sua aparência independente de seguir as tendências ou não. O bom Designer de Sobrancelhas consegue adaptar os pelos e formato do rosto, mantendo as proporções para trazer um resultado incrível! Quer aprender com quem mais conhece do assunto? Vem saber tudo sobre o nosso curso de Designer de Sobrancelhas e se matricule para se tornar um profissional completo.
> Leia mais
Alongamento de unhas: Tudo o que você precisa saber
A demanda pelos procedimentos de alongamento de unhas tem crescido diariamente - afinal, quem não quer ter unhas lindas, saudáveis e que duram por mais tempo? Mas, o procedimento conta com técnicas e acabamentos super diferentes que podem confundir na hora de encontrar o serviço ideal para você ou sua cliente. Além disso, se aplicado ou retirado de forma errada, o alongamento pode causar sérios danos às unhas naturais. Por isso, é importante sempre conhecer a técnica escolhida a fundo e usar os procedimentos corretos na hora de aplicar e retirar as extensões.  Quer saber mais sobre o alongamento? Vem conferir com a gente. O que é A prática de alongar as unhas é realizada desde a antiguidade. Civilizações da antiga China e do Egito utilizavam cascas de pistache ou de frutas secas, ouro, ossos e marfim para realizar o alongamento das unhas, que era visto como símbolo de status e nobreza. Hoje em dia, o procedimento é procurado para qualquer pessoa que queira aumentar o tamanho das unhas, mas é indicado apenas para quem mantém as unhas naturais saudáveis. Como já dissemos no início, existem várias formas de se fazer um alongamento, mas, em geral, todas as técnicas consistem na aplicação de materiais sobre a unha natural que formam uma outra camada, mais grossa e mais longa. Essa nova camada possibilita que as unhas sejam pintadas de qualquer cor e mantêm uma maior durabilidade da esmaltação, além disso, elas também quebram menos do que as unhas naturais, por serem mais grossas e feitas de material resistente. Diferentes tipos A moda das unhas postiças grudadas com cola passou e, no lugar dela e em conjunto com novas tecnologias, surgiram as técnicas de alongamento feitas para durar. São várias técnicas disponíveis no mercado, hoje falamos sobre as 3 mais utilizadas no Brasil: Unhas de Gel O alongamento de unhas em gel é feito à base de um gel fino e transparente que é colocado em cima das unhas naturais, formando uma camada mais grossa e comprida. O gel pode ser modelado da forma e tamanho que o cliente preferir, seguindo a anatomia das unhas naturais. Esse procedimento é um dos mais indicados para quem tem o costume de roer as unhas. A durabilidade das unhas de gel varia entre 15 a 20 dias, dependendo da conservação e qualidade dos materiais utilizados. Após esse período, é necessário retirar as extensões e realizar a manutenção. Uma câmara com lâmpadas de LED é utilizada para a secagem do procedimento e a esmaltação pode ser feita em gel ou com esmalte comum.   Unhas Acrílicas - Popularmente conhecida como Unhas de Porcelana  Apesar do nome, as unhas de porcelana são feitas da mistura de um pó acrílico com um líquido chamado monômero*. O formato é esculpido cuidadosamente para que as extensões se encaixem perfeitamente nas unhas naturais, deixando um acabamento super natural. O aspecto final é de brilho e grande durabilidade, por isso, as unhas feitas com pó de acrílico foram apelidadas de 'unhas de porcelana'. As unhas podem ser utilizadas durante o período de até 3 meses, com manutenções quinzenais. É recomendada a aplicação de um esmalte top coat para que não amarelem. Também pode ser utilizado a esmaltação tradicional, a esmaltação em gel, além dos pós acrílicos já coloridos que não necessitam de esmaltação. *Há dois tipos de monômeros no mercado, o EMA e o MMA. O EMA (ethil metacrilato) é o monômero indicado para os procedimentos de alongamento de unhas, é permitido pela ANVISA, porém, não é produzido no Brasil, portanto só há produtos importados com esse tipo de monômero, que tem sim um valor mais elevado em relação ao MMA. Banho de Gel O banho de gel ou “banho de verniz”, é uma prática que consiste em uma cobertura das superfícies com materiais como gel ou acrílico. Esse procedimento favorece o crescimento natural das unhas, evita quebras e ainda permite que o esmalte dure por muito mais tempo. Ele é uma alternativa estética para proteger as unhas naturais e deixar com aquela aparência saudável, além disso não é um alongamento, serve apenas como uma cobertura das unhas, que não envolve colas, o que se torna positivo para saúde das unhas - Essas técnicas são encontradas no nosso material didático – Riscos As unhas naturais são formadas por camadas de queratina – uma proteína responsável por formar estruturas no corpo humano. Quando o alongamento é feito é possível que essa queratina sofra alguns efeitos colaterais por estar em contato direto com produtos químicos e sem contato com o ar. Por isso é tão importante investir na qualificação profissional para esse tipo de serviço. Alguns dos efeitos que podem ser observados após a retirada dos alongamentos são unhas naturais mais finas, esbranquiçadas ou mais quebradiças que o normal. Todos esses sinais devem voltar ao normal após algum tempo sem as extensões. Entretanto, também podem acontecer problemas mais sérios, como a dermatite de contato – uma inflamação na pele quando em contato com produtos químicos. Ou até a proliferação de fungos e bactérias nas unhas, por isso, mais uma vez, o cuidado com a aplicação deve ser redobrado e o procedimento deve ser aplicado por profissionais qualificados. Em casos de maiores danos as unhas ou pele dos dedos, é necessário procurar por um médico dermatologista. Deve haver um preparo da lâmina da unha natural para receber o alongamento de unhas sem que haja prejuízos a saúde das unhas. As unhas devem ser limpas, lixadas e preparadas com produtos que impedirão a descamação e proliferação de fungos e bactérias nas unhas naturais que estiverem com alongamento.  A preparação das unhas e a manutenção no tempo correto é o necessário para que não haja danos na estrutura da unha natural. Mesmo com os possíveis riscos, as técnicas de alongamento disponíveis hoje em dia são super seguras quando aplicadas e retiradas por profissionais qualificados, além de terem um ótimo custo-benefício. Ficou ansiosa para oferecer estes procedimentos as suas clientes? Vem se tornar uma profissional especialista em alongamento de unhas com o nosso curso e conheça a unidade mais próxima de você!
> Leia mais
Tendências de make
Faltam apenas 3 meses para o início de um novo ano e as novas tendências na área da moda e da beleza já começam a dar as caras por aí! Quer ficar por dentro de todas as novidades na área de maquiagem? Vem conferir com a gente o que vai estar em alta para começar a aplicar já nas suas clientes. Afinal, o verão 2021 já está quase aqui! Delineado gráfico O delineado gráfico começou a surgir, ainda um pouco tímido, no fim de 2019 e em 2020 veio para ficar! Com a pandemia de coronavírus e a necessidade de distanciamento social, os maquiadores tiveram muito mais tempo para criações e com isso novas técnicas e artes começaram a surgir, como, além do delineado gráfico, o delineado flutuante e os fox eyes - tipo de maquiagem que deixa os olhos mais esticadinhos. Em 2021 a tendência segue em alta e vai ser explorada como nunca! As makes mais ousadas trazem cortes geométricos com delineados que extrapolam a pálpebra móvel. Cores e mais cores Com a chegada do verão, já sabemos que as cores quentes vêm por aí, não é mesmo? Mas, nessa temporada, além dos tons vibrantes, os tons clarinhos e pasteis também seguem em alta. Bege, marrom e dourado serão explorados como nunca na paleta de nudes. Para fortificar as cores, você pode apostar na técnica de cut crease, que consiste em fazer um corte em cima dos tons já utilizados na pálpebra com uma base cremosa branca ou da cor da sombra que irá aplicar por cima – assim, você garante uma pigmentação muito mais vibrante. A proposta é se arriscar e transformar makes coloridas em usáveis para qualquer horário e ocasião! Pele limpa e iluminada O excesso de produtos já era! O verão 2021 chega pedindo por mais naturalidade e coberturas de pele que vão do leve ao médio. Além disso, o acabamento iluminado e hidratante vem com tudo. Os primers, que antes serviam para matificar a pele, hoje estão presentes em versões iluminadoras e que preenchem poros, para aquela sensação de pele perfeita e natural!  Se sua cliente tem pele oleosa, uma dica para apostar no acabamento luminoso é equilibrar a oleosidade da pele e usá-la a favor da make para iluminar o rosto. Apostando em bases de acabamento acetinado e hidratantes em gel que não deixem a textura da pele matificada. Já se a sua ideia for fazer uma pele com cobertura alta, lembre-se de procurar o produto certo em vez de exagerar na quantidade. Boca esfumada Depois da febre dos lip tints, vem aí a boca esfumada. A técnica consiste em aplicar batons rosados ou avermelhados com um pincel para o rosto, sem muita precisão, até escapando um pouco dos limites dos lábios, dando aquela corzinha de saúde. Sobrancelhas para cima Em alta desde os meados de 2019, as chamadas fluffy brows ou fios wild continuam conquistando o olhar das celebridades e tudo indica que vieram para ficar! Para garantir esse look, aposte nas máscaras de sobrancelhas, que preenchem ao mesmo tempo em que fixam os fios no lugar certo. Penteie os pelinhos da sobrancelha para cima com o aplicador e pronto! Eai, gostou das tendências? Com o nosso curso de Maquiador Profissional Essencial você se torna apto a aplicar essas e outras técnicas em suas clientes. Se você já é um maquiador profissional e domina as técnicas básicas do universo da maquiagem, o curso de Maquiagem Avançada Expert foi feito especialmente para você que deseja aprimorar seus conhecimentos, com aulas sobre as mais elaboradas técnicas de maquiagem social e caracterização. Não perca tempo e venha se profissionalizar!  
> Leia mais
Anterior
Próximo
1 / 10
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
Copyright © 2020 · Todos Direitos Reservados