Experts    |    Eu, profissional    |    Tendências    |    Guia da Beleza
Mercado de beleza em alta até 2021
Um estudo da Euromonitor, empresa internacional de pesquisa de mercado, estima que até 2021 o número de salões de beleza formais no Brasil cresça 4,5%. Isso basicamente significa que as oportunidades de emprego para cabeleireiros, barbeiros, manicures, depiladoras, maquiadores, entre outros profissionais da área, serão grandes. O mercado de beleza brasileiro, em expansão, está atrás apenas dos Estados Unidos, Japão e China. Está previsto um crescimento para o segmento de estética de 14% até 2020. Outra boa notícia é que qualquer pessoa pode entrar para a área e se desenvolver profissionalmente. Há muitas histórias de sucesso de ex-alunos do Instituto Embelleze, por exemplo, que pouco tempo depois de se formarem nos cursos já estavam atuando na área e até abrindo o próprio negócio! Nos depoimentos, não é incomum perceber que o curso profissionalizante mudou a realidade financeira deles. Mas para entrar no mercado de beleza — e se dar bem — é fundamental se capacitar. Sim, não basta ter talento ou dom para a coisa e sair por aí se aventurando. Vale ressaltar que os clientes estão cada vez mais exigentes e sabem distinguir um profissional formado de um amador. Por que fazer um curso profissionalizante A necessidade de os estabelecimentos de beleza oferecerem cada vez mais serviços (e diferenciados) vem aumentando a procura por especialistas. Além dos experts generalistas, caso do cabeleireiro, do maquiador e da manicure, profissionais especializados em coloração, extensão de cílios e alongamento de unhas, por exemplo, também têm sido muito requisitados. E a vantagem é que tanto mulheres quanto homens podem atuar igualmente no mercado de beleza. “Essa área não é rotulada e ambos os gêneros podem trabalhar em qualquer profissão. Há homens de sucesso atuando como manicures e mulheres como barbeiros”, afirma Douglas Baptista, gerente regional do Instituto Embelleze (Norte, Nordeste e Centro-Oeste). Outro ponto positivo de se formar num curso de beleza é que a pessoa é colocada rapidamente no mercado, tendo em pouco tempo a recuperação do dinheiro investido na capacitação. Mercado de beleza em alta: carreiras promissoras para você! Interessado em se capacitar profissionalmente na área da beleza? O primeiro passo é procurar uma escola reconhecida e, a partir daí, pesquisar o curso pelo qual você tem mais afinidade. O Instituto Embelleze é a maior rede de franquias da América Latina voltada para formação profissional em beleza, prestação de serviços e comercialização de produtos. Presente em 99% dos Estados brasileiros com 350 franquias e 2 franquias no Equador, já formou mais de 2 milhões de profissionais para o mercado de trabalho e, atualmente, possui mais de 157.000 alunos estudando. Para o Instituto Embelleze, a elevação do nível de consciência através da educação e do conhecimento é preocupação constante, considerando a beleza como algo mais profundo do que um conceito estético: beleza é a própria força da vida, fonte de bem-estar, autoestima e felicidade. Veja agora as profissões do mercado de beleza em alta até 2021. DESIGNER DE CÍLIOS A extensão de cílios é uma das técnicas mais procuradas pelas mulheres para ter um olhar poderoso. Ela proporciona alongamento e mais volume aos fios num resultado bem natural. E esse é um dos motivos pela alta procura por esse método, o que torna o segmento forte e lucrativo. De acordo com Daniele Carlim, coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze Interlagos (SP), uma designer de cílios com certa habilidade consegue obter, em um mês de trabalho, considerando uma jornada de 8 horas/dia, um faturamento acima de R$ 5 mil. Além de atuar em centros de estética e salões de beleza, o profissional pode ser autônomo, atendendo seus clientes com tratamento individual e diferenciado.  A relevância desse curso está na diferença que o profissional qualificado terá em detrimento de pessoas que se aventuram na profissão. BARBEIRO Essa antiga profissão foi resgatada e atualizada para atender ao gosto do homem moderno, o que deu muito certo! No mercado de beleza é uma das que mais está em alta. A média salarial de um barbeiro está acima de R$ 1500. No curso Barbeiro Academy Hair do Instituto Embelleze, o aluno desenvolve as competências com excelência no atendimento de cortes masculinos, modelagem de barba e aparo de pelos faciais, designer de cortes e barba, aprende as técnicas de cor, tratamentos e as mais variadas técnicas de transformação capilar masculina de alisamento e relaxamento. O barbeiro com formação também será capaz de conhecer informações sobre o mercado, excelência em atendimento ao cliente e como montar sua própria barbearia. ALONGAMENTO DE UNHAS As celebridades com unhas longas e lindas são grandes responsáveis pelo sucesso do alongamento de unhas. O profissional capacitado nessa especialidade pode trabalhar em salões de beleza e esmalterias e também atender em domicílio. Uma aplicação de alongamento custa de R$ 150 a R$ 300, fora a manutenção. O curso de manicure e pedicure do Instituto Embelleze ensina a fazer o alongamento, assim como diversas outras técnicas de embelezamento das unhas das mãos e dos pés. O aluno desenvolve desde uma sólida base teórica, com os estudos de fisiologia e anatomia das mãos e das unhas até técnicas de higienização e esterilização dos instrumentos de trabalho, respeitando as normas da Vigilância Sanitária. Ética profissional e excelência em atendimento ao cliente também fazem parte do conteúdo programático. DESIGNER DE SOBRANCELHAS A sobrancelha é a moldura do rosto e, por isso, sempre foi um ponto importante e de atenção para mulheres e homens. Dependendo do design das sobrancelhas, uma pessoa pode ficar com a expressão jovem ou envelhecida, harmoniosa ou carrancuda... Portanto, o profissional que conhece as habilidades e técnicas para construir um desenho ideal é muito requisitado e bem-sucedido. E não basta entender dos métodos, que envolvem pinças, correções com henna ou depilação com linha, por exemplo. O expert precisa ainda ter noções de visagismo, um estudo que reconhece os diferentes formatos de rosto, olhos, sobrancelhas, analisando todo o conjunto da face, para deixar o visual o mais harmonioso e expressivo possível. Tudo isso é ensinado no curso designer de sobrancelhas do Instituto Embelleze, além de conteúdo sobre ética profissional e higienização dos materiais utilizados. O designer de sobrancelhas é um dos profissionais mais requisitados no mercado. Pode trabalhar em salões de beleza e de estética ou trabalhar em domicílio. A relevância desse curso está na diferença que o profissional qualificado terá em detrimento de pessoas que se aventuram na profissão. MASSAGEM A busca por serviços de massagem não para de crescer em detrimento do estressante mundo moderno. Uma gostosa massagem relaxante, por exemplo, é capaz de aumentar o bem-estar e reequilibrar o indivíduo. Mais: ainda melhora a circulação sanguínea, elimina as toxinas do corpo e a retenção de líquidos e, sobretudo, relaxa a musculatura. Dessa forma, a profissão de massagista tem se destacado. Spas, clínicas de estética, academias, hotéis e clubes são alguns pontos de atuação desse profissional. O preço de uma massagem relaxante, em média, é de R$ 120. O curso de massagem relaxante do Instituto Embelleze é focado na prática. O aluno aprende com profundidade as técnicas e os efeitos da massagem relaxante, bem como conteúdos exclusivos sobre a história da profissão, a conduta que o profissional de massagem deverá ter com potenciais clientes, como divulgar o trabalho e muito mais!    
> Leia mais
Por que fazer o curso de designer de cílios
A partir da fusão de métodos consagrados, o curso Designer de Cílios, do Instituto Embelleze, capacita o aluno para a realização da técnica mais procurada do mercado de extensão de cílios: o clássico fio a fio. E não é só: ainda aprende a dominar a técnica de Lifting e Coloração de Cílios, incluindo todos os assuntos correlatos, como a história dessa prática, a anatomia dos olhos, saúde ocular, biossegurança, design, proporções e mapping e aplicação e cuidados pós-procedimento. Tudo o que é necessário para a formação completa do futuro especialista, tornando-o um profissional competitivo no mundo da beleza. Mercado de designer de cílios em expansão “A área de trabalho com extensão de cílios está aquecidíssima! O Brasil só perde para o Japão e os Estados Unidos, que são líderes no segmento. Porém, há uma deficiência muito grande para profissionais qualificados. Existem muitos curiosos entrando na área, sem o mínimo de conhecimento, e colocando a saúde das clientes em risco. Isso significa que quem tiver a qualificação necessária e trabalhar corretamente se destacará nesse mercado. Acredito que, em pouco tempo o trabalho de um extensionista se equipará ao de manicure, no sentido da necessidade dos salões precisarem de um profissional especializado. Quando bem realizado, esse trabalho fideliza a cliente e gera uma renda bastante considerável. Vale lembrar que o investimento inicial não é muito elevado e o ganho real é alto”, afirma Daniele Carlim, coordenadora pedagógica do Instituto Embelleze Interlagos (SP).A expert dá um exemplo: “Fazendo um investimento inicial para pagar o curso de designer de cílios e alguns materiais, em torno de R$ 3 mil, com 30 atendimentos, cobrando um valor mínimo de R$ 100 (que está bem abaixo do que é praticado no mercado), o aluno já cobre o investimento inicial e, a partir do segundo mês de trabalho, já conseguirá lucrar” .Ainda segundo Daniele Carlim, uma extensionista com certa habilidade consegue obter, em um mês de trabalho, considerando de segunda à sexta-feira e uma jornada de 8 horas por dia, um faturamento de R$ 7.800. “Descontando todos os custos do trabalho, facilmente ela conseguirá uma renda mensal de R$ 4.500.” Daniele diz que a melhor dica que ela pode dar para quem já fez o curso de designer de cílios, é a persistência! O profissional deve treinar diariamente. “Não é um trabalho difícil, só exige um pouco mais de treino. Foco no objetivo e treino!”, ressalta ela.   Áreas de atuação para o designer de cílios O designer de cílios pode trabalhar como autônomo, abrindo o próprio espaço de beleza, ou atuar como especialista em salões de beleza e clínicas de estética, onde terá ao seu dispor toda infraestrutura necessária. Ainda há a possibilidade de trabalhar em domicílio, atendendo clientes com tratamento individual e diferenciado. Algumas dicas para quem quer se profissionalizar e fazer a diferença no mercado de designer de cílios: Não use materiais de procedência duvidosa. Trabalhe com marcas consagradas e apropriadas para o método. Trabalhe sempre com calma, atenção e carinho. Quanto mais dedicado você for, mais satisfeita a sua cliente ficará. Nunca comece a fazer uma extensão de cílios, por exemplo, sem antes ouvir os desejos da sua cliente e avaliar o que mais se adequa aos olhos e ao tipo físico dela. Ser um bom ouvinte é uma regra de ouro para transmitir credibilidade e segurança à cliente. Explicar o procedimento para a cliente antes de começar é fundamental, assim ela vai ficar confortável e se sentir confiante em todas as etapas. Para saber detalhes sobre como é feita a extensão de cílios fio a fio, para quem é indicada e os cuidados, clique aqui.
> Leia mais
Fique por dentro
Cadastre-se e receba as novidades!
GILVAN APARECIDO MARIANO FILHO
Barbeiro profissional
Gilvan tem apenas 21 anos, mas já tem muita história pra contar. Nascido em Passos, Minas Gerais, sempre foi um menino ativo, que sonhava em ser jogador de futebol, como muitos outros garotos de sua idade. Incentivado pelo pai, Gilvan seguiu em frente com o seu desejo e largou tudo para trás, inclusive os estudos, para correr atrás desse ideal de futuro. Foi para a cidade de Rio Claro (SP) e depois Goiânia (GO), morar em alojamento, para jogar futebol e, quem sabe, ter a sorte de se destacar. Ele e a equipe levavam tão a sério o trabalho que tinham até um combinado: ao vencerem três jogos consecutivos, eles comemorariam com uma mudança no cabelo! Bingo, chegou o grande dia, porém ninguém tinha coragem de cumprir o trato. “Um dos meninos tinha uma máquina de corte e, sem pestanejar, eu disse que poderia fazer a transformação. Sem titubear, passei a máquina no cabelo e tosei um só lado da cabeça...”, descreve Gilvan. Ali, sem saber, Gilvan teve o primeiro contato com a profissão de barbeiro, o que seria sua real vocação. Fim de um sonho Brincadeiras de menino à parte, Gilvan começou a ver quão dura era a trajetória para se tornar um jogador profissional. Demandava dinheiro para patrocínio, investimento na carreira, e isso acabou virando um pesadelo, já que a sua família não tinha condições financeiras para tanto. Desiludido, Gilvan volta para casa e para os estudos. Aos 17 anos, triste, passa a trabalhar na pastelaria da mãe, enquanto conclui o Ensino Médio. Como sempre foi focado em futebol, Gilvan se vê sem perspectiva de futuro, sem se imaginar em outra profissão. “Achei que a minha vida tinha acabado ali, foi horrível”, diz ele. Sempre apoiado pela família, no entanto, seu pai sugeriu que ele se matriculasse num curso de cabeleireiro, usando a experiência que teve com a máquina de corte como justificativa para a ideia. Sério? Sim, o pai de Gilvan falava muito sério! Mas o jovem teve dúvida e demorou para procurar uma escola até que um dia lhe indicaram o curso do Instituto Embelleze. Vida nova “Como eu demorei muito para ir em frente, meu pai estava desacreditado de mim. Mas mesmo sem botar muita fé, ele pagou minha matrícula e comecei a fazer o curso de barbeiro no Instituto Embelleze em setembro de 2016”, conta Gilvan. Assim que entrou no dia a dia do processo de capacitação, Gilvan já ficou encantado com a profissão de barbeiro. Ele confessa que, a princípio, não era o melhor aluno da classe, mas era muito dedicado e esforçado. Seu instrutor, Luiz Miguel, tinha uma barbearia na cidade e Gilvan sempre ia até lá ficar observando como ele cortava cabelo e barba, como lidava com os clientes... Seu objetivo era ser um excelente barbeiro. Gilvan expressava para Luiz Miguel a vontade de trabalhar com ele, mas o instrutor não o levava muito a sério. Uma vez, durante o curso, aconteceu algo que virou o jogo positivamente para o lado do Gilvan. Ele e um aluno fizeram o mesmo corte de cabelo, porém, somente o colega recebeu elogios de Luiz Miguel. “Nesse dia fui pra casa pensativo, tentando entender o que o amigo tinha feito melhor que eu para receber os parabéns. Eu revi as técnicas, estudei muito e, na semana seguinte, fiz um corte de cabelo que foi elogiado. O meu instrutor até me usou como exemplo para a classe por ser um aluno dedicado, interessado, que estudava muito. E eu expliquei perante a todos o ocorrido e como eu havia me superado naquele corte. Por causa da minha atitude o meu instrutor me disse assim: ‘Gilvan, passa lá minha barbearia e pega o seu uniforme, você vai trabalhar comigo como estagiário!’. Aquilo foi maravilhoso”, comenta Gilvan. A dedicação superou o talento Já dá para imaginar a força com que Gilvan agarrou essa oportunidade na barbearia! “Com esse episódio descobri que, às vezes, a força de vontade e a dedicação de um aluno pode superar o talento. E foi o que aconteceu comigo”, garante o rapaz. Em fevereiro de 2017 Gilvan se formou como barbeiro profissional e, a partir daí, sua carreira deslanchou: começou a trabalhar num esquema de parceria em uma barbearia famosa em Passos e, desde o mês de agosto de 2018, atua como instrutor do curso de barbearia do Instituto Embelleze. O desejo de crescer e ser um dos melhores barbeiros do mercado levou Gilvan a se inscrever no World Barber Championship, um campeonato mundial de barbeiro do qual participam dez países, entre eles o Brasil, e que seleciona o número 1 do mundo. “Eu via a propaganda desse concurso na TV e meus olhos brilhavam, até que pedi ajuda ao franqueado do Instituto Embelleze Passos, Anderson Francisco, com a inscrição e fui em frente”, lembra Gilvan. Top 5 No dia de se apresentar no concurso, Gilvan usou o seu lado observador e começou a analisar os concorrentes. “Fiquei esperto avaliando como eles explicavam o trabalho, como se comportavam, o que faziam. Então, na hora de eu me apresentar, eu tentei superá-los. Peguei meu modelo, coloquei luvas na hora de manusear a navalha (fui o único com esse diferencial), expliquei os procedimentos que apliquei utilizando termos técnicos e dei meu show! Na hora, aproveitei muito da minha experiência como educador e fui bem didático”, conta Gilvan. Apesar de não ter sido o primeiro colocado — teve a felicidade de terminar em 5º lugar —, Gilvan se sentiu no pódio. “No final do concurso um dos jurados veio falar comigo, dizer que eu estava no caminho certo e que eu tinha futuro”, comemora. “Sei que sou um cara novo, mas eu uso esse fato como combustível para mostrar que eu domino o assunto. Faço isso especialmente em sala de aula para pegar a confiança dos alunos. Quando conto a minha história para o pessoal, sei que surpreendo e inspiro muita gente”, declara Gilvan. Voltar a sonhar Embora Gilvan esteja feliz com a parceria na barbearia onde trabalha, ele pretende ter o negócio próprio no futuro. No momento, quer continuar tendo a liberdade de atuar como barbeiro e educador e ainda pretende fazer mais cursos e viajar para aumentar a bagagem profissional. “A profissão de barbeiro mudou completamente a minha condição financeira. Antes, eu ganhava um salário mínimo — e olhe lá! Hoje, eu faço o meu salário, sou comissionado e ganho à medida da clientela que atendo. Então, eu sei que todo mês recebo uma certa quantidade de dinheiro, que pode dobrar ou triplicar conforme o número de horas trabalhadas. No Instituto Embelleze também tenho um salário como educador.” Para Gilvan, um dos maiores valores conquistados com a profissão de barbeiro foi resgatar a vontade de sonhar. “A barbearia me fez acreditar na possibilidade de sonhar de novo. Sou muito grato por ter essa profissão, sou muito feliz mesmo e não me vejo fazendo mais nada além disso!”, finaliza Gilvan.   DE GILVAN PARA VOCÊ Dicas do expert para iniciar na profissão de barbeiro e ser bem-sucedido: Não procure a barbearia porque está na moda ou somente por dinheiro. Identificar-se com a profissão ou ter amor por ela é fundamental, porque assim ela será capaz de transformar a sua vida. Não seja só mais um, crie um diferencial. E não é apenas um diferencial no seu estabelecimento, mas também no seu atendimento, no cuidado que você tem com o seu cliente. É claro que ter um lugar bonito, com cadeiras confortáveis, com atrativos além do corte de cabelo, agrega valor, porém proponha mais que um serviço para o seu cliente, dê a ele uma experiência. Sinta emoção com o seu trabalho e demonstre que você se importa com a sua clientela — o retorno financeiro e o sucesso são consequência.  
> Leia mais
AINDA NÃO VIU?
TENDÊNCIAS
Corte curto para lisos e cacheados
Quando uma mulher decide ir ao cabeleireiro para fazer uma mudança radical, a responsabilidade do profissional é imensa. Afinal, ela está entregando a “vida” dela nas mãos dele e, se arrepender depois, significa esperar muitos meses até os fios crescerem — e você não quer pagar o preço, né? Influenciadoras não faltam na mídia para estimular lisas ou cacheadas a passar a tesoura no cabelo! As atrizes Deborah Secco, Fernanda Paes Leme, Bruna Marquezine, Agatha Moreira, Mariana Rios, Leandra Leal e Regiane Alves se encheram de coragem, tosaram as madeixas e causaram o maior frisson. Deborah Secco ainda foi mais longe: além de encurtar, platinou os fios — uma supertendência em coloração nesta temporada. O sucesso do curtinho não é de hoje... O pixie, ou o bom e velho Joãozinho, já fez uma revolução nos anos 1950 quando as eternas divas Audrey Hepburn e Elizabeth Taylor aderiram ao visual, quebrando paradigmas. Depois disso, o corte teve seus altos e baixos durante as décadas, mas chegou aos 1990 com força. “Na época, Winona Ryder, Gwyneth Paltrow e Halle Berry estavam no auge de suas carreiras e investiram no pixie cut trazendo a ele um ar mais moderno, com muita textura e desfiado”, lembra Rafaella Coffoni, analista de produtos do Instituto Embelleze (SP). Atualmente, o corte curto pixie volta com tudo e promete ser a tendência das próximas estações. O short bob, ou o Chanel batidinho, é uma releitura do long bob, que esteve em alta nas temporadas passadas: mais curto, na altura do queixo, assimétrico e cheio de atitude. Nos anos 1950 e 1960, Marilyn Monroe e Jackie Kennedy já usavam o short bob, mas com menos textura, camadas e desfiados. A finalização do corte no estilo messy hair (aquele cabelo bagunçadinho de propósito sabe?!) traz um ar despojado ao visual que tem tudo a ver com o momento em que vivemos de empoderamento feminino. Pixie cut para todas Existem muitas variações do corte curto pixie cut: com franja longa ou curta, desfiado, texturizado, com a lateral raspada... bem curtinho, como o boyish, ou um pouco mais longo, cobrindo as orelhas. As possibilidades são muitas! O pixie cut é um corte que pode ser feito em mulheres de todas as faixas etárias e em qualquer tipo de cabelo: liso, ondulado, cacheado ou crespo. Nos cacheados e crespos, é importante usar, no dia a dia, produtos que tratem e modelem os fios, como os ativadores de cachos. Vale lembrar que o pixie cut vem sendo muito adotado por mulheres crespas que estão em transição capilar. “No momento do big chop, ou seja, do ato de cortar toda a parte do cabelo com química (de alisamento, progressiva, relaxamento), elas investem no cabelo curto cheio de estilo”, diz Rafaella. Assim, ficam com o visual bonito até que os fios voltem a crescer de forma natural e saudável.     Short bob para todas Assim como o pixie, o short bob fica bem em mulheres jovens e maduras e em todos os tipos de cabelo. Mas, aqui, também é essencial apostar nos finalizadores e ativadores de cachos na hora de pentear os crespos e encaracolados. A característica do short bob são as pontas desconectadas, o que traz bastante textura ao look. Cabelos muito volumosos se beneficiam do corte curto short bob, pois o corte em camadas ajuda a controlar os fios.     Aprenda as técnicas dos cortes Interessado em saber mais detalhes desses dois cortes e dominar as técnicas para oferecer às suas clientes? Na grade de aulas do curso de cabeleireiro profissional do Instituto Embelleze você aprende o pixie cut e o short bob, além de muitos outros cortes. Técnicas avançadas de finalização e texturização de cortes e penteados são ensinados no curso de especialização de design em cortes femininos do Instituto Embelleze. 
> Leia mais
7 tendências de maquiagem inverno 2019
Assim como no verão, os anos 90 continuam influenciando a beleza no inverno. Na moda, a estação será marcada pela mistura de estampas, pelo romantismo dos babados, o animal print e o brilho de tecidos, como veludo e couro. Na maquiagem, os looks são inspirados em algumas trends retrô de sucesso, como os tons terrosos, os olhos delineados, os pigmentos metalizados e o efeito glossy. Pode parecer exagerado, mas não é. Usadas na dose certa e do jeito atual, essas trends deixam o visual chique e moderno. Confira agora as 7 tendências de maquiagem que você pode e deve usar nesta temporada, de acordo com Luciane Rios, instrutora do curso de maquiagem no Instituto Embelleze Foz do Iguaçu e Cascavel (PR). 1 Batom escuro Ele é sexy e destaca bastante os lábios, portanto o contorno precisa estar bem delineado (se necessário, use um lápis labial de mesma cor que o batom). Se você tem rugas na região, evite os tons escuros. “Dentre as tendências de inverno estão o batom marrom, que combina com qualquer ocasião, e o vermelho fechado”, diz Luciane.   2 Tons terrosos x Coloridos Dê uma pausa no lindo olho preto esfumado e invista na sombra marrom, o hit da temporada. Há espaço também para as tonalidades de rosa, coral e vermelho (puxando para o vinho). A paleta combina com qualquer tom de pele e é fashion usá-la dando destaque à pálpebra móvel.   3 Sombra metalizada “Vale apostar no sutil brilho dos metais e, quem gosta de ousar, pode até arriscar produtos cintilantes”, avisa Luciane. Os tons metalizados de marrom são ideais para dar uma atualizada nos olhos e nos lábios, mas, se não quiser um look dramático, vá de nude metalizado. Quando usar uma sombra metalizada, prefira um batom neutro e mate, ou o contrário.   4 Cílios de boneca “Sabe quando o rímel fica acumulado nos cílios, dando a impressão de estarem grudados ou empelotados? Pois o efeito está em alta nas tendências de inverno 2019. A dica é aplicar de duas a três camadas de máscara nos fios superiores e inferiores sem retirar o excesso de máscara da escovinha ou usar um pincel aplicador com cerdas longas e cheias. 5 Efeito glossy A aparência de olhos ou boca plastificados, sucesso no verão, continua no inverno. A inspiração vem do final dos anos 90 e pode ser usada de dia ou à noite. Você pode investir em lábios glossy, obtido com batom cremoso (vinho ou marrom, que estão em alta) e uma camada de gloss transparente por cima, ou pálpebras glossy, feitas com sombra gloss específicas.   6 Delineados As tendências de inverno 2019 trazem para os olhos outro ponto de destaque: o delineado – de contorno, aplicado na linha d’água superior e inferior (com lápis marrom ou preto); e de delineador – simples ou gatinho (com delineador preto ou colorido). Se você gosta de ousar, arrisque um traço diferente, como o gatinho máxi ou linhas duplas. 7 Blush draping A técnica se baseia em esculpir o contorno facial com blush, concentrando o produto das maçãs do rosto até as têmporas. O efeito é dado com dois tons de blush: um escuro, que deve ser aplicado da orelha em direção ao canto da boca, para afinar suavemente a face e definir ângulos; e outro mais claro, espalhado com movimentos circulares da parte alta das maçãs até as têmporas, como se fosse desenhasse um C. Com um pincel de esfumar, dilua bem os dois tons para que eles se fundam. Em relação às tonalidades, você pode apostar no blush marrom e no pêssego ou rosado.   Que tal agora ver como usar algumas dessas tendências de maquiagem em você ou em suas clientes? Confira as dicas de Luciane Rios, instrutora do curso de maquiagem no Instituto Embelleze Foz do Iguaçu e Cascavel (PR), no vídeo a seguir!  
> Leia mais
Copyright © 2019 · Todos Direitos Reservados